A MATEMÁTICA, O PROFESSOR DE MATEMÁTICA E A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA: UMA RELAÇÃO DE POTENCIALIDADES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2020.8402

Palavras-chave:

Ensino, Matemática, Educação Profissional

Resumo

O artigo em tela possui como objetivo demonstrar os poderes conferidos ao ser humano através da matemática e do seu devido ensino, em âmbito educacional e, por consequência, em meio profissional, a saber: capacidade apurada de concentração, enfrentamento de situações-problema e refinado raciocínio lógico dedutivo. O estudo realizado estabeleceu-se por meio de pesquisas bibliográficas com natureza qualitativa, bem como através de análise documental, via método dialético de investigação. Desse modo, buscou-se apresentar, cientificamente, a necessidade, por condição sem a qual não poderia ser – assim argumentamos –, do uso adequado e intenso das premissas científicas (lógica e matemática), desde o início, até o fim temporário, das jornadas de ensino e aprendizagem profissional e tecnológica. Nessa perspectiva, constatamos que a implicação derradeira desta via intelectual é uma verdadeira e necessária/suficiente revolução tecnológica promovida pela educação profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Antônio Márcio de Lima Soares, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe - IFS

Possui graduação em Licenciatura em Matemática (2008.2). Durante o período compreendido entre 2010/1 e 2011/2, atuou como Professor Auxiliar pelo Departamento de Matemática da Universidade Federal de Sergipe; donde, já fora tutor a distância do curso de matemática no ano de 2009. Nesta instituição, ainda, integrou o quadro discente do Mestrado em Matemática, nos anos de 2011 e 2012. Foi instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, lotado no estado de Sergipe, de 2013 a 2017. Atualmente, é aluno do Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica no Instituto Federal de Sergipe.

Rodrigo Bozi Ferrete, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe - IFS

Professor efetivo do Instituto Federal de Sergipe (IFS), lotado na Coordenação do Curso de Licenciatura em Matemática. Professor do Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica do IFS. Doutor em Educação pela Universidade Federal de Sergipe, Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e graduado em Licenciatura em Matemática pela Universidade do Estado do Pará. Atualmente Líder do Grupo de Pesquisa em Inovação Tecnológica do IFS (GPIT). Professor pesquisador com interesse central em pesquisas relacionadas a temática de metodologia de ensino.

Elza Ferreira Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe - IFS

Possui graduação em Licenciatura Letras Português pela Universidade Federal de Sergipe (1993), mestrado em Mestrado em Ciências da Educação pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (2006) reconhecido pela Universidade Federal da Bahia, doutorado em Educação pela Universidade Federal de Sergipe (2013) com estágio de doutoramento na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (2012). Atualmente é professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS). É professora permanente do quadro de docentes do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT). É líder do Grupo de Pesquisa Educação profissional do IFS registrado no CNPq. É membro do do Centro de Estudos Interdisciplinares em Educação e Desenvolvimento (CeiED) da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Seus interesses em pesquisa relacionam-se aos temas Relações de Gênero, Educação Profissional, Literatura, Ensino da Língua Portuguesa e Psicanálise.

Marco Arlindo Amorim Melo Nery, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe - IFS

Possui graduação em Educação Física (2001) pela Universidade Federal de Sergipe, mestrado em Educação (2006) pela mesma instituição e doutorado em Educação pela Universidade Federal da Bahia. É professor do ensino básico, técnico e tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe de Sergipe - Campus São Cristóvão. É líder do Grupo de Estudos e Pesquisas Sociedade, Educação e Tecnologias-GEPSET, debruçando-se sobre os seguintes temas: escola, educação física, esporte, ensino agrícola, educação profissional, políticas educacionais, história das instituições e práticas escolares.

Referências

ALENCAR, Hilário; VIANA, Marcelo. Ensino de ciências e matemática no Brasil: desafios para o século 21. Ed. Esp. Brasília, v. 16, n 32, p. 221-226, 2011. Disponível em: http://seer.cgee.org.br/index.php/parcerias_estrategicas/article%20/viewFile/436/418. Acesso em: 04 dez. 2018.

BALDAN, M.; OLIVEIRA, B. A. O Dualismo Educacional na Historia da Educação Brasileira a Partir das Políticas Publicas: Quando o Crime não abala mais. In: Cadernos da Pedagogia. Santa Catarina, Ano 02, v. 2, n. 4, p. 86-98, 2008.

BARATO, Jarbas Novelino. Conhecimento, trabalho e obra: uma proposta metodológica para a Educação Profissional. B. Téc. Senac: a R. Educ. Prof, Rio de Janeiro, v. 34, n. 3, p. 4-15, 2008.

BONAT, Débora. Metodologia de Pesquisa. 3. ed. Curitiba: IESDE Brasil S.A., 2009.

CRAIG, William Lane. O argumento cosmológico kalam. 2015. Disponível em: https://pt.reasonablefaith.org/artigos/artigos-de-divulgacao/o-argumento-cosmologico-emkalam-em/. Acesso em: 03 dez. 2018.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 42. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FRIGOTTO, Gaudêncio et al. Produção de conhecimentos de ensino médio integrado: dimensões epistemológicas político-pedagógicas. In: COLÓQUIO PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS SOBRE ENSINO MÉDIO INTEGRADO: DIMENSÕES EPISTEMOLÓGICAS E POLÍTICO-PEDAGÓGICAS, 2010, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: EPSJV, 2010. p. 11-18.

GARCIA, Sandra Regina de Oliveira. O fio da história: a gênese da formação profissional no Brasil. [S.l.: s.n., 2000].

GOMES, Antonio Marcos Tosoli. Análise de discurso francesa e teoria das representações sociais: algumas interfaces teórico-metodológicas. Psicologia e Saber Social, [S.l.], v. 4, n. 1, p. 3-18, jul. 2015. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/psi-sabersocial/article/view/17558. Acesso em: 30 nov. 2018.

GUEDES, F. Entenda o verdadeiro significado da palavra empreender. 2011. Disponível em: http://www.administradores.com.br/artigos/negocios/entenda-o-verdadeiro-significado-a-palavra-empreender/56102/?desktop=true. Acesso em: 30 nov. 2018.

IEZZI, Gelson et al. Fundamentos de Matemática Elementar. São Paulo: Atual, 1977.

LOPES, Rita. Finlândia: um exemplo de um sistema de ensino nórdico. Disponível em: http://www.ipv.pt/millenium/20_esf1.htm. Acesso em: 04 dez. 2018.

MAIA, Joaildo; FARIA, Débora Suzane de Araújo. O ensino de matemática na educação profissional: a relação entre funções trigonométricas e o software geogebra. In: II COLÓQUIO NACIONAL – A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, 2013, Natal. Anais [...]. Natal: IFRN, 2013. p. 1- 15.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia Científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

RODRIGUES, José dos Santos. O moderno príncipe industrial: o pensamento pedagógico da Confederação Nacional da Indústria. 1997. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1997. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/253263. Acesso em: 03 dez. 2018.

SANTOS, Mário Ferreira. Pitágoras e o tema do número. São Paulo: Ibrasa, 2000.

SANTOS, M. T. A.; MORILA, A. P. A Educação Profissional e Tecnológica no Brasil: uma trajetória de projeções utilitaristas e seus percalços. Kiri-kerê: Pesquisa em Ensino, [S.l.], [v. ?], n. 4, p. 119-149, 2018.

TUMOLO, Paulo Sergio. Trabalho, vida social e capital na virada do milênio: apontamentos de interpretação. Educ. Soc. Campinas, v. 24, n. 82, p. 159-178, 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302003000100007&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 03 dez. 2018.

Downloads

Publicado

29/03/2020

Como Citar

DE LIMA SOARES, A. M.; FERRETE, R. B.; SANTOS, E. F.; MELO NERY, M. A. A. A MATEMÁTICA, O PROFESSOR DE MATEMÁTICA E A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA: UMA RELAÇÃO DE POTENCIALIDADES. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 18, p. e8402, 2020. DOI: 10.15628/rbept.2020.8402. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/8402. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.