PRESPECTIVAS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DIANTE DO CONTEXTO ATUAL DO MUNDO DO TRABALHO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2019.6051

Palavras-chave:

Contexto atual, Mundo do trabalho, Educação profissional.

Resumo

Este trabalho é parte integrante de uma pesquisa desenvolvida no Curso de Pós-Graduação em Teorias e Metodologias da Educação intitulada “Desafios da educação profissional e tecnológica diante das expectativas dos estudantes” do IFRS – Campus Sertão. Teve como objetivo compreender as finalidades da educação profissional diante do contexto atual do mundo do trabalho. Na primeira parte, denominada “Globalização e o mundo do trabalho” são examinados aspectos relacionados com o mundo do trabalho na atualidade tendo a dimensão da globalização como conjuntura de análise. Na segunda parte, denominada “Educação profissional e suas finalidades”, são apresentadas finalidades da educação profissional, vista como possibilidade concreta de ingresso e manutenção das pessoas no mundo do trabalho. Para isto torna-se necessário que seja tratada como processo educativo ampliado e relacionado com as exigências do mundo do trabalho. Na produção dessas partes estão envolvidos trabalhos que foram desenvolvidos e publicados na literatura acadêmica, abarcando posições e tendências de autores que vêm pesquisando a referida temática nos últimos anos. Os resultados deste estudo apontam para a compreensão de que a educação profissional precisa rever suas finalidades no sentido de incorporar conhecimentos nos currículos e na prática educativa voltada para um mundo de trabalho que mantém sintonia com demandas provenientes da sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ARROYO, M.; NOSELLA, P. Trabalho e conhecimento: dilemas na educação do trabalhador. 6. ed. São Paulo: Cortez, 1999.

BARATO, J. N. Fazer bem feito – valores em educação profissional e tecnológica. Brasília: UNESCO, 2015.

BURBULES, N.; TORRES, C. A. (Orgs.) Globalização e EducAção: perspectivas críticas. Trad. Ronaldo Cataldo Costa. Porto Alegre: Artmed Editora, 2004.

CASALI, A. (Coord.) Empregabilidade e educação: novos caminhos no mundo do trabalho. São Paulo: EDUC – Editora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 1997.

CHIAVENATO, I.. Gestão de Pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

CIAVATTA, M.; FRIGOTTO, G.; RAMOS, M.. A gênese do Decreto nº 5.154/2004: um debate no contexto controverso da democracia restrita. In: Trabalho necessário. Revista Eletrônica do neddate, 2005. p. 35. Disponível em <http://www.uff.br/trabalhonecessario/MMGTN3.htm>. Acesso em: 02 ago. 2015.

DURKHEIM, É. Educação e sociologia. 11. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1978.

ENGUITA, M. F. Educar em tempos incertos. Tradução Fátima Murad. Porto Alegre: Artemed, 2004.

FRANCO, L. A. C. A escola do trabalho e o trabalho da escola. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1988.

FRIGOTTO, G. A produtividade da escola improdutiva: um (re)exame das relações entre educação e estrutura econômico-social e capitalista. 3. ed. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1989.

FRIGOTTO, G.; FRANCO, M. A. C. (Coord.). Ensino médio: ciência, cultura e trabalho. Brasília: Ministério da Educação e Cultura, 2004.

IANNI, O. Pensamento Social no Brasil. Bauru: Ed. Universidade do Sagrado Coração, 2005.

KUENZER, A. Z. Ensino médio e profissional: as políticas do Estado neoliberal. São Paulo: Cortez, 1997.

KUENZER, A. Z. Planejamento e educação no Brasil. 4. ed. São Paulo: Cortez, 1999.

______. Ensino Médio e Profissional: as políticas do Estado neoliberal. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

______. Exclusão Includente e Inclusão Excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre trabalho e educação. In: LOMBARDI J. C.; SAVIANI D.; SANFELICE, J.L. (Orgs). Capitalismo, trabalho e educação. Campinas, SP: Autores associados, HISTEDBR, 2005.

LACOMBE, F. J. M. Dicionário de administração. São Paulo: Saraiva, 2004.

LIBÂNEO, J. C. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 5. ed. Revista e ampliada. Goiânia: Editora Alternativa, 2004.

MANFREDI, S. M. Trabalho, qualificação e competência profissional: das dimensões conceituais e políticas. Educação & Sociedade. Campinas, SP, v. 19 n. 64, p. 9-13, 1999. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S0101-73301998000300002>. Acesso em: 24 jul. 2015.

MOURA, D. H. Educação Básica e Educação Profissional e Tecnológica: dualidade histórica e perspectivas de integração, RN, v. 2, n. 23, p. 12, 2007. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article. Acesso em 26 jul. 2015.

MOREIRA, A. F. B.; CANDAU, V. M. (Orgs.). Indagações sobre currículo: currículo, conhecimento e cultura. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007.

OFFE, C. Capitalismo desorganizado: transformações contemporâneas do trabalho e da política. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1995.

PAIVA, V. Desmistificação das profissões: quando as competências moldam as formas de inserção no mundo do trabalho. Revista Contemporaneidade e Educação, Rio de Janeiro: IEC, n.1, 1997.

SCHAFF, A. Sociedade Informática. São Paulo: Brasiliense, 1990.

WHITAKER, D. Escolha da carreira e globalização. 11. ed. rev. e ampl. São Paulo: Moderna, 1997.

Downloads

Publicado

2019-06-16

Como Citar

VIEIRA, J. de A.; RADKE, C. L. PRESPECTIVAS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DIANTE DO CONTEXTO ATUAL DO MUNDO DO TRABALHO. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 16, p. e6051, 2019. DOI: 10.15628/rbept.2019.6051. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/6051. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS