O acordo bilateral Brasil/Canadá na educação profissional para o programa Mulheres Mil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2021.12952

Palavras-chave:

Educação Profissional, Mulheres, Políticas Públicas, Programa Nacional Mulheres Mil, Vulnerabilidade Social.

Resumo

O acordo bilateral de cooperação técnica entre o Brasil e o Canadá é parte da agenda colaborativa baseada na metodologia de Avaliação e Reconhecimento de Aprendizagem Prévia. O processo de intercâmbio permitiu que ocorresse a sistematização e implementação de um projeto piloto, intitulado Mulheres Mil, direcionado à formação profissional de mulheres desenvolvido pela Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica no período de 2007 a 2010, em instituições presentes nos Estados do Norte e Nordeste do Brasil. A experiência formativa permitiu a formulação de uma política nacional de educação profissional direcionada às mulheres, centrado nos eixos de educação, cidadania e sustentabilidade conexo às ações do Plano Brasil Sem Miséria. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rita de Cássia Rocha, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte-IFRN

Mestre em Educação pelo Programa de Pós Graduação em Educação Profissional no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (2017), Especialista em Impactos da Violência na Escola pela FIo Cruz (RJ) (2019), Especialista em Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrada ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos pelo CEFET-RN (2007) e Especialização em Didática do Ensino em Geo-Historia pela (2009), Licenciatura em Geografia pela Universidade Potiguar (2002) e graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1997). Atua como professora da Educação Básica na Rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Norte e como Pedagoga no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte-Campus Santa Cruz. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Política Pública em Educação, Gestão, Legislação, Currículos Específicos para Níveis e Tipos de Educação.

Lenina Lopes Soares Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte-IFRN

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e em Ciências Sociais pela Universidade Luterana do Brasil; é Especialista em Psicopedagogia pela Universidade Potiguar; fez Curso de Aperfeiçoamento em Pesquisa em Educação pelo Espaço Oficina de Ciência e Arte; Mestrado e Doutorado, no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Líder do Núcleo de Pesquisa em Educação, Ciência, Tecnologia e Trabalho (Necttra) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Orientação Educacional, Consultoria em Organização de Instituições Educativas e Pesquisa em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, ensino-aprendizagem, organização escolar, mediação pedagógica, políticas educacionais, memória e história da educação. ORCID: 0000-0002-0517-4742

Referências

ANTUNES, R. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 2006.

AZEVEDO, J. M. L. de. A educação como política pública. 3. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2004.

BOBBIO, N.. Teoria Geral da Política: a filosofia política e as lições dos clássicos. Tradução de Daniela Beccaccia Versiani. 11. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2000.

BRASIL, Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm> Acesso em: 110 de junho de 2021.

BRASIL. Guia metodológico do sistema de Acesso, permanência e Êxito do Programa Mulheres Mil – Educação, Cidadania e Desenvolvimento Sustentável. Brasília-DF: Secretaria Especial de Políticas para Mulheres. MEC/MDS, 2012.

BRASIL. Lei nº. 10.933/2004. Plano Plurianual 2004-2007. Disponível em: <http://www.planejamento.gov.br/secretarias/upload/arquivo/spi-1/ppa-1/2004-2007/040811_lei_10933.pdf>. Acesso em: 10 de maio de 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria Interministerial nº 1015/2011. Institui o Programa Nacional Mulheres Mil que visa à formação profissional e tecnológica articulada com elevação de escolaridade de mulheres em situação de vulnerabilidade social. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=8589-portaria1015-220711-pmm-pdf&category_slug=agosto-2011-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 10 de maio de 2021.

BRASIL. Plano Brasil Sem Miséria. Disponível em: <http://mds.gov.br/assuntos/brasil-sem-miseria/o-que-e>. Acesso em: junho de 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Mulheres Mil_E-book_artigos_e_relatos.pdf. Disponível em: < https://www.ifpb.edu.br/relacoes-internacionais/assuntos/Documentos/projeto-mulheres-mil/ebooks/mulheres-mil_ebook_artigos_e_relatos.pdf >. Acesso em: 10 de agosto de 2021.

BRASIL. Mulheres Mil na Rede Federal: caminhos da inclusão. Brasilia, 2011. Disponível em:< file:///C:/Users/1673381/Downloads/mulheres_mil_na_rede_federal_-_caminhos_da_inclusao%20(2).pdf >. Acesso em 21 de agosto de 2021.

BRASIL. Plano Nacional de Educação – 2014-2024. Lei nº 13.005/2014. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm>. Acesso em: novembro de 2020.

BRASIL Presidência da República. Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres. II Plano Nacional de Políticas para as Mulheres. Brasília: Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, 2008. 236 p

BRASIL. Presidência da República. Secretaria de Políticas para as Mulheres. Plano Nacional de Políticas para as Mulheres. Brasília: Secretaria de Políticas para as Mulheres, 2013.114 p.

CANADÁ. ASSOCIATION OF CANADIAN COMMUNITY COLLEGES - Relatório Annual - 2009-2010. 2010(pdf).Link: https://www.collegesinstitutes.ca/wp-content/uploads/2014/05/annualreport2009-2010.pdf.Acesso. Acesso em 10 de junho de 2021.

DÍAS, L. M. Instituições do estado e a produção e reprodução da desigualdade na América Latina. In: CIMA DAMORE, A. D; CATTANI, A. D. (Org.). Produção de pobreza e desigualdade na América Latina. Tradução: Ernani Só. — Porto Alegre: Tomo Editorial/ Clacso, 2007. Disponível em: <http://biblioteca.clacso.edu.ar/ar/libros/clacso/crop/cattapt/06mota.pdf>. Acesso em: 10 julho de 2021.

GERMANO, J. W. Estado Militar e Educação no Brasil (1964.1985). 5.ed. São Paulo: Cortez, 2001.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Projeto Político Pedagógico do IFRN: Uma construção Coletiva – Documento Base. Natal/RN: IFRN, 2012.

MACHADO, A. M. Texturas sobre leituras e escritas. Nova Fronteira, RJ: 2001.

MOLL, J et al. Educação Profissional e Tecnológica no Brasil Contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre: Artmed, 2010.

MOURA, D.H. Ensino Médio e educação profissional no Brasil. In: FRANÇA, M.; BEZERRA, M. C. (Org.). Política Educacional: gestão e qualidade do ensino. Brasília: Líber Livro, 2009.

MOURA, D. Ensino médio e educação profissional nos anos 2000: movimentos contraditórios. In: MOURA, D. (Org.). Produção de conhecimento, políticas públicas e formação docente em educação profissional. Porto Alegre: Mercado das Letras, 2013.

ROCHA. R.C. O Programa Nacional Mulheres Mil no Contexto das Políticas Públicas de Educação Profissional no Brasil. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. Natal/RN.179p. 2017

ROCHA, R.C.; SILVA.L.L.S. Políticas de Educação o Profissional para Mulheres no Brasil: Buscando indícios na Sociedade Brasileira de História da Educação. In: II Congresso Nacional de Educação. Anais... Editora Realize, 2005;

ROCHA, R.C.; SILVA, L. L. S. Reflexões iniciais sobre políticas públicas de educação profissional e gênero no Brasil no século XXI. Anais… III Colóquio Nacional a Produção do Conhecimento em Educação Profissional - Plano Nacional de Educação (2014 -2014), 20015, Natal-RN. Anais... Natal-RN: IFRN-EaD, 2015. v. único. p. 1-9.

SILVA, L. L.S., FERREIRA, M. A.S., AZEVEDO, M. A. & ROCHA. R. de C.. Políticas De Educação Profissional para a Educação de Jovens e Adultos: O PROEJA e o Projeto Mulheres Mil em contextos de Incertezas. In: Rumos da educação e formação de jovens e adultos em Portugal e no Brasil: um balanço comparado de políticas e práticas [recurso eletrônico] / organizador Rosanna Barros, Paulo Gomes Lima, Márcio Azevedo – Natal: Editora IFRN, 2019. 410 p.

SANTOS, B. de S. Reconhecer para libertar: os caminhos do cosmopolitanismo multicultural. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

SAVIANI, D. O choque teórico da Politecnia. Educação, Trabalho e Saúde. 2003, v.1, n.1, p.131-152. ISSN 1981-7746. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S1981-77462003000100010>. Acesso em: 10 de julho de 2021.

Downloads

Publicado

29/09/2021

Como Citar

ROCHA, R. de C.; SILVA, L. L. S. O acordo bilateral Brasil/Canadá na educação profissional para o programa Mulheres Mil. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 20, p. e12952, 2021. DOI: 10.15628/rbept.2021.12952. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/12952. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

DOSSIÊ - Diálogos Internacionais sobre a Educação Profissional