DUALIDADE EDUCACIONAL E FORMAÇÃO POLITÉCNICA: APROXIMAÇÕES AO DEBATE TEÓRICO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2020.9355

Palavras-chave:

Trabalho, Educação profissional, Formação humana.

Resumo

O presente artigo discute as manifestações históricas da dualidade educacional no sistema capitalista de produção e apresenta algumas considerações acerca da educação politécnica enquanto concepção marxista que objetiva contrapor o dualismo escolar, por meio da promoção uma formação humana integral. O estudo visa contribuir para o debate pontuando algumas problemáticas que norteiam a discussão sobre as possibilidades de implementação da educação politécnica nos sistemas de ensino. As reflexões foram realizadas a partir de uma revisão bibliográfica, baseada em autores como Ramos (2017); Grabowski e Kuenzer (2016); Moura, Lima Filho e Silva (2015); Arruda (2002); Saviani (2007); Frigotto (2009); Marx (1996); Gramsci (2000); outros. Concluímos que é necessário pautar a questão na sociedade vigente, começando a debater a oferta de uma educação que tem como pressuposto a superação da dicotomia teoria e prática, trabalho manual e trabalho intelectual, formação profissional e formação propedêutica. Em que pesem as contradições do sistema educacional na sociedade capitalista, a discussão realizada sinaliza para o posicionamento dos sujeitos educativos na defesa de processos formativos que promovam a emancipação humana. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliane dos Santos, Instituto Federal de Sergipe (IFS)

Mestranda em Educação Profissional e Tecnológica pelo Instituto Federal de Sergipe (IFS). Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal de Sergipe (2017). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Trabalho, Questão Social e Movimento Social (GETEQ/UFS). Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Ensino, Saúde e Meio Ambiente (IFS). Bolsista da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (FAPITEC/SE). 

Lucas Antonio Feitosa de Jesus, Instituto Federal de Sergipe (IFS)

Mestrando em Educação Profissional e Tecnológica pelo Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia de Sergipe (IFS); Especialista em Filosofia (FISIG); Graduado em Ciências Biológicas Licenciatura (UFS).

Luiz Gustavo da Silva Bispo Andrade, Instituto Federal de Sergipe (IFS)

Mestrando em Educação Profissional e Tecnológica pelo Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia de Sergipe (IFS); Especialista em Docência do Ensino Superior (FASE); Especialista em Coordenação Pedagógica (UFS); Graduado em Pedagogia (FAMA).

Maria Silene da Silva, Instituto Federal de Sergipe (IFS)

Doutora em Biologia Funcional e Molecular pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2010), com período sanduíche na Universidad de Sevilla (Espanha). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Ensino, Saúde e Meio Ambiente (IFS/CNPq). Atualmente é docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe, atuando nos cursos de Tecnologia em Saneamento Ambiental e no Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica

Referências

ARAÚJO, Ronaldo Marcos de Lima; FRIGOTTO, Gaudêncio. Práticas pedagógicas e ensino integrado. Revista Educação em Questão, Natal, v. 52, n.38, p. 61-80, maio/ago. 2015.

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo Editorial, 1999.

ARRUDA, Miguel González. A articulação trabalho-educação visando uma democracia integra. In: GOMEZ, C. M. et al. Trabalho e conhecimento: dilemas na educação do trabalhador. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

BARATO, Jarbas Novelino. Conhecimento, trabalho e obra: uma proposta metodológica para a Educação Profissional. B. Téc. Senac: a R. Educ. Prof., v.34, n. 3, set/dez. 2008.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. D.O.U., Brasília, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/ L9394.htm. Acesso em: 26 nov. 2018.

BRASIL. Lei nº 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Conversão da Medida Provisória nº 746, de 2016. Altera as Leis nos 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. D.O.U., Brasília, 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13415.htm. Acesso em: 21 nov. 2018.

BRASIL. Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrada ao Ensino Médio. Documento Base. D.O.U. Brasília, 2007. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec. Acesso em: 25 nov. 2018.

BRASIL. Decreto nº 2.208, de 17 de abril de 1997. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 42 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. D.O.U., Brasília, 1997. Disponível em: www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/D2208.htm. Acesso em: 20 nov. 2018.

BRASIL. Decreto nº 5. 154, de 23 de julho de 2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências. D.O.U., Brasília, 2004. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2004/Decreto/D5154.htm.

Acesso em: 22 nov. 2018.

DICIONÁRIO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E SAÚDE. Disponível em: http://www.sites.epsjv.fiocruz.br/dicionario/verbetes/duaedu.html. Acesso em: 21 out. 2018.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A polissemia da categoria trabalho e a batalha das ideias nas sociedades de classe. Revista Brasileira de Educação. V. 14, n. 40, p. 168-194, jan./abr. 2009.

GALVÃO, Maria Cristiane Barbosa. O levantamento bibliográfico e a pesquisa científica. Ribeirão Preto: Universidade de São Paulo, 2010.

GRABOWSKI, Gabriel; KUENZER, Acácia Zeneida. A produção do conhecimento no campo da Educação Profissional no regime de acumulação flexível. Holos, v. 6, p. 22–32, 2016. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/4983. Acesso em: 21 out. 2018.

LESSA, Sérgio. Para Compreender a Ontologia de Lukács. 4ª ed.; Instituto Lukács. São Paulo, 2015.

MARX, Karl. O Capital. Vol. 1. São Paulo: Editora Nova Cultural Ltda., 1996.

MOURA, Dante Henrique; LIMA FILHO, Domingos Leite; SILVA, Mônica Ribeiro. Politecnia e formação integrada: confrontos conceituais, projetos políticos e contradições históricas da educação brasileira. Revista Brasileira de Educação, v. 20, n. 63, p. 1057–1080, 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v20n63/1413-2478-rbedu-20-63-1057.pdf. Acesso em: 23 nov. 2018.

MOURA, Dante Henrique. Ensino médio e educação profissional: dualidade histórica e possibilidades de integração. In: MOLL, J. et al. Educação profissional e tecnológica no Brasil contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre: Artmed, 2010.

RAMOS, Marise Nogueira. Ensino médio integrado: lutas históricas e resistências em tempos de regressão. In: ARAÚJO, A.C; SILVA, C.N.N. Ensino médio integrado no Brasil: fundamentos, práticas e desafios (org.). Brasília: Ed. IFB, 2017, p. 20-43.

RAMOS, Marise Nogueira. Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado. In: FRIGOTTO, Gaudêncio.; CIAVATTA, Maria.; RAMOS, Marise Nogueira. (Org.). Ensino Médio Integrado: concepção e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012, p. 107-128.

RODRIGUES, José. Ainda a educação politécnica: o novo decreto da educação profissional e a permanência da dualidade estrutural. Trabalho, Educação e Saúde, 3(2): 259-282, 2005.

SAVIANI, Dermeval. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação. V. 12, n. 34, p. 152-180, jan./abr. 2007.

SAVIANI, Dermeval. Sobre a concepção de politecnia. Rio de Janeiro: Fiocruz, 1989.

Downloads

Publicado

06/04/2020

Como Citar

SANTOS, Juliane dos; JESUS, Lucas Antonio Feitosa de; ANDRADE, Luiz Gustavo da Silva Bispo; SILVA, Maria Silene da. DUALIDADE EDUCACIONAL E FORMAÇÃO POLITÉCNICA: APROXIMAÇÕES AO DEBATE TEÓRICO. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 18, p. e9355, 2020. DOI: 10.15628/rbept.2020.9355. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/9355. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.