CARACTERÍSTICAS DE PROFESSORES DE UM CAMPUS DA REDE FEDERAL: ANÁLISE DE ASPECTOS PESSOAIS, PROFISSIONAIS E SOCIAIS.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2020.9277

Palavras-chave:

Perfil de Professores, Rede Federal, Ensino Profissional e Tecnológico.

Resumo

O perfil do professor é uma temática oportuna, inclusive tratando-se da figura do docente da educação básica do ensino profissional e tecnológico quando colocada em discussão. É salutar conhecer a identidade, cultura e aspectos pessoais e sociais desse profissional, já que ele é um ator protagonista no processo de ensino e aprendizagem na prática educativa. Este estudo, realizado em 2018, é descritivo com abordagem quantitativa sendo a amostra constituída de 58 professores que atuam em diversos níveis de ensino em um dos campus do Instituto Federal da Bahia (IFBA). Foram avaliados aspectos relacionados à naturalidade, gênero, regime de trabalho, religião, entre outros da amostra. Considera-se que estes aspectos no qual o docente se constitui podem influenciar diretamente no seu fazer pedagógico e que pode se tratar de dados para a gestão que podem refletir na qualidade do ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Vieira dos Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia - campus Lauro de Freitas

Departamento de Ensino/ Área de Ciências Naturais e Matemática

Referências

AZEVEDO, Guilhermo. Laicidade estatal e a obrigatoriedade de oferecimento de Ensino Religioso nas escolas públicas do Brasil. Jus Brasil, 2016.

BORGES, Moema; SANTOS, Marília; PINHEIRO, Thiago. Representações sociais sobre religião e espiritualidade. Revista Brasileira de Enfermagem. 2015, jul-ago, 68(4), p. 609-16.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988. 292 p.

BRASIL, Ministério da Educação. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília/DF, 23/12/1996, p. 27833. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/l9394.htm>, Acesso em: 10/07/2019.

BRASIL, Ministério da Educação. Lei n° 13.005 de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Brasília/DF, 26/06/2019, Edição Extra, p. 1. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm>, Acesso em: 13/08/2019.

BRASIL, Ministério da Educação. Nota técnica 50/2016/CGDP/DDR/SETEC/SETEC. 2016. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=36941-nota-tecnica-n50-2016-calculo-contracao-professor-substituto-pdf&category_slug=abril-2016&Itemid=30192> Acesso em: 22/04/2019.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. 5a ed, Curitiba: Positivo, 2010.

IBGE, Censo 2010: número de católicos cai e aumenta o de evangélicos, espíritas e sem religião. 2012. Disponível em <https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2013-agencia-de-noticias/releases/14244-asi-censo-2010-numero-de-catolicos-cai-e-aumenta-o-de-evangelicos-espiritas-e-sem-religiao.html>, Acesso em: 22/04/2019.

GATTI, B. A. Formac?a?o continuada de professores: a questa?o psicossocial. Cad. Pesquisa. [online]. 2003, n.119, p.191-204. Disponi?vel em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010015742003000200010& lng=pt&nrm=isso>. Acesso em 13/06/2019.

GOODSON, I. F. Dar voz ao professor: as histo?rias de vida dos professores e o seu desenvolvimento profissional. In: NO?VOA, A. (Org.). Vidas de professores. 2. ed. Porto: Porto Editora, 1995. p. 63-77

GOULART, Michel. História Digital - Atividade: Mapas em branco para preencher. 2014. Disponível em <http://www.historiadigital.org/atividades/atividade-mapas-em-branco-para-preencher/> Acesso em: 16/01/2019.

HOUAISS, Antônio; VILLAR, Mauro de Salles. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. 1a ed. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

MAK, Denise. A presença da religião em uma escola pública de educação infantil. Dissertação (Mestrado em Educação: História, Política e Sociedade) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, p. 96. 2014

MEC/INEP, Estudo exploratório sobre o professor brasileiro com base nos resultados do Censo Escolar da Educação Básica 2007. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. – Brasília : Inep, 2009.

MORADILLO, Iali. Curso de formação pedagógica para professores não licenciados. Instituto Federal da Bahia. 2018. Disponível em <https://portal.ifba.edu.br/instituto-federal/noticias-2018/curso-de-formacao-pedagogica-para-professores-nao-licenciados>, Acesso em: 02/04/2019

NICOLIELO, Bruna. Magistério: 2020 é o prazo final. Nova Escola. 2018. Disponível em <https://novaescola.org.br/conteudo/150/magisterio-2020-prazo-final>, Acesso em: 02/04/2019.

NÓVOA, A. Os professores na virada do milênio: do excesso dos discursos à pobreza das práticas. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 11-20, jan./jun. 1999.

SANTOS, Silvana Fortaleza. Perfil do professor de Ensino Religioso da Educação Infantil e Anos Iniciais. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, Ano VI, 2007, n.º 12, p. 149-157.

SAMPAIO, Dulce Moreira. A Pedagogia do Ser: educação dos sentimentos e dos valores humanos. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

SEABRA, R. D.; MATTEDI, A. P. Levantamento do Perfil de Estudantes Ingressantes nos Cursos de Computação da Universidade Federal de Itajubá: Um estudo socioeconômico e cultural. Revista de Sistemas e Computação, Salvador, v. 7, n. 1, p. 44-58, jan./jun. 2017.

SILVA, Maria Eliane Azevedo da; SOARES, Afonso Maria Ligório. Formação docente e o Ensino Religioso: resultado preliminar de levantamento sobre teses e dissertações no Brasil. Revista Pistis Prax., Teol. Pastor., Curitiba, v. 2, n. 2, p. 361-381, jul./dez. 2010

SOUZA, A. R. de. O professor da educação básica no Brasil: identidade e trabalho. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 48, p. 53-74, abr./jun. 2013. Editora UFPR

UNESCO. O Perfil dos professores brasileiros: o que fazem, o que pensam, o que almejam — / Pesquisa Nacional UNESCO, – Sa?o Paulo : Moderna, 2004. Disponível em: <http://unesdoc.unesco.org/images/0013/001349/134925por.pdf.>, Acesso em 15/09/2018.

VALENTE, Gabriela. Pluralidade religiosa e religião no ambiente escolar. In: GHANEM, Elie; NEIRA, Marcos Garcia (Org.). Educação e diversidade cultural no Brasil: ensaios e práticas. Araraquara: Junqueira e Marin, 2014. p. 79-99.

VIEIRA, Marili; PLACCO, Vera Maria. A dimensão da espiritualidade no processo de constituição identitária do professor. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 20, n. 35, p. 1-242, jan/jun. 2011.

Downloads

Publicado

06/01/2020

Como Citar

DOS SANTOS, Adriana Vieira; SOUSA JUNIOR, Manuel Alves de. CARACTERÍSTICAS DE PROFESSORES DE UM CAMPUS DA REDE FEDERAL: ANÁLISE DE ASPECTOS PESSOAIS, PROFISSIONAIS E SOCIAIS. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 18, p. e9277, 2020. DOI: 10.15628/rbept.2020.9277. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/9277. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.