INTEGRAÇÃO DE ATIVIDADES EXPERIMENTAIS E TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS NO ENSINO DO CONCEITO DE pH

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2020.9065

Palavras-chave:

Experimentação, Tecnologias educacionais, Ensino de química

Resumo

Na Educação Profissional, um dos grandes objetivos é a preparação para o mundo do trabalho, através da utilização de práticas pedagógicas inseridas na área de formação do curso. Este trabalho descreve uma abordagem híbrida que utiliza tecnologias e experimentação, realizada junto a estudantes do 1º ano do ensino médio integrado – técnico em informática a respeito do tema: ácidos, bases e pH. Buscou-se a construção de uma escala de pH utilizando-se diferentes substâncias e um aplicativo para leitura de cores. Notou-se um bom envolvimento dos alunos, que demonstraram curiosidade e participação nos experimentos. O uso do aplicativo e de planilhas eletrônicas auxiliou na aproximação da prática com a área de formação técnica do curso, sendo a atividade avaliada positivamente pelos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Vinícius Vendrusculo, Instituto Federal Sul-rio-grandense

Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão

Área: Química

Referências

ANASTASIOU, L.G. C. ALVES, L. P. A. Estratégias de ensinagem. Processos de ensinagem na universidade. Pressupostos para as estratégias de trabalho em aula, v. 3, p. 67-100, 2004. Disponível em: <https://www.ufmt.br/proeg/arquivos/2dc95cd453e52a78a17dcc157f04dbf6.pdf>. Acesso em: 20 set. 2018.

BERBEL, N. A. N. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, v. 32, n. 1, p. 25-40, 2011. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc/article/view/10326>. Acesso em: 04 out. 2018.

BERGER FILHO, R. L. Educação profissional no Brasil: novos rumos. Revista Iberoamericana de educación, n. 20, p. 87-105, 1999. Disponível em: < https://rieoei.org/historico/documentos/rie20a03.PDF>. Acesso em: 20 set. 2018.

CARDOSO, F. O uso de atividades práticas no ensino de ciências: na busca de melhores resultados no processo ensino aprendizagem. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura de Ciências Biológicas). Centro Universitário Univates, Lajeado, 2013. Disponível em: <https://m.univates.br/bdu/handle/10737/380>. Acesso em: 07 nov. 2018.

DE LIMA, V. A.; BATTAGGIA, M; GUARACHO, A. e INFANTE, A. Demonstração do efeito tampão de comprimidos efervescentes com extrato de repolho roxo. Química Nova na Escola, n.1, p. 33-34, 1995. Disponível em: < http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc01/exper2.pdf>. Acesso em: 16 ago. 2018.

GIORDAN, M. O papel da experimentação no ensino de ciências. II Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, Valinhos, 1999. Disponível em: <http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/iienpec/Dados/trabalhos/A33.pdf>. Acesso em: 07 nov. 2018.

LEE, J. e SANTOS, W. P. Uma Ferramenta Adaptativa para Facilitar a Visualização de Imagens para Pessoas Portadoras de Daltonismo. In: 21º Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, Salvador, 2008. Anais... Disponível em: http://www.sbeb.org.br/site/wp-content/uploads/XXICBEB2008-Vol1.pdf . Acesso em 23 abr. 2019.

MANFREDI, S. M. Educação profissional no Brasil: atores e cenários ao longo da história. Jundiaí: Paco Editorial, 2017.

MORAN, J. Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Ponta Grossa: Foca Foto-

PROEX/UEPG, 2015. v. 2. Disponível em: <http://rh.newwp.unis.edu.br/wp-content/uploads/sites/67/2016/06/Mudando-a-Educacao-com-Metodologias-Ativas.pdf>. Acesso em: 22 set. 2018.

MORAN, J. Educação híbrida: um conceito-chave para a educação, hoje. BACICH, L; NETO TANZIN, A. e TREVISANI, F.M. Ensino Híbrido: personalização e tecnologia da educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

MORENO, E. L. e HEIDELMANN, S. P. Recursos instrucionais inovadores para o ensino de química. Química Nova na Escola, n. 1, p. 12-18, 2017. Disponível em: <http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc39_1/04-EQM-17-16.pdf>. Acesso em: 04 out. 2018.

PACHECO, E. M.; PEREIRA, L. A. C. e SOBRINHO, M. D. Educação profissional e tecnológica: das escolas de aprendizes artífices aos institutos federais de educação, ciência e tecnologia. T&C Amazônia, n. 16, p. 2-7, 2009.

PALFREY, J. e GASSER, U. Nascidos na era digital: entendendo a primeira geração de nativos digitais. Porto Alegre: Penso Editora, 2011.

PENAFORTE, G. S. e SANTOS, V. S. O ensino de química por meio de atividades experimentais: aplicação de um novo indicador natural de pH como alternativa no processo de construção do conhecimento no ensino de ácidos e bases. EDUCAmazônia, n. 2, p. 8-21, 2014. Disponível em: <https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=4731867>. Acesso em: 24 nov. 2018.

TAPIA, J. A. Motivação em sala de aula. São Paulo: Edições Loyola, 1999.

VENDRUSCULO, V. e ANTUNES, M. Laboratório real e laboratório virtual: uma abordagem híbrida no ensino de conceitos de pH do solo no curso de agronomia. 38º Encontros e Debates sobre Ensino de Química, Canoas, 2018. Disponível em: <http://edeq.com.br/submissao/index.php/EDEQ/38edeq/paper/view/475>. Acesso em: 25 abr. 2019.

WILEY, D. Conectando objetos de aprendizagem com a teoria de projeto instrucional: Uma definição, uma metáfora, e uma taxonomia. Disponível em: <http://penta3.ufrgs.br/midiasedu/modulo11/wiley/index.htm>. Acesso em: 24 nov. 2018.

WOLLINGER, P. Educação em Tecnologia no Ensino Fundamental: Uma Abordagem Epistemológica. Tese (Doutorado em Educação). Universidade de Brasília, Brasília, 2016. Disponível em: <http://repositorio.unb.br/handle/10482/21328>. Acesso em: 03 set. 2018.

WOLLINGER, P. e ALLAIN, O. O fazer-saber do trabalho e sua formação. Florianópolis: Cerfead-IFSC, 2017.

Downloads

Publicado

06/07/2020

Como Citar

VENDRUSCULO, V.; MELLO, C. A. da S. INTEGRAÇÃO DE ATIVIDADES EXPERIMENTAIS E TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS NO ENSINO DO CONCEITO DE pH. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 2, n. 19, p. e9065, 2020. DOI: 10.15628/rbept.2020.9065. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/9065. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS