MODELAGEM E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: POSSÍVEIS RELAÇÕES EM UMA ABORDAGEM PEDAGÓGICA PARA SOLUÇÕES QUÍMICAS NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO AO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2013.3453

Palavras-chave:

Modelagem, Práticas Integradoras, Ensino de Química

Resumo

O presente artigo procura apresentar os resultados de uma pesquisa qualitativa, que analisa o desenvolvimento de atividades integradoras fundamentadas em modelagem como estratégia didática para o ensino médio integrado ao técnico em informática. Objetiva-se, por meio das ações da pesquisa, realizar atividades que contribuam para a formação geral e específica dos discentes bem como para o enriquecimento pedagógico dos docentes que por ventura venham a se utilizar dessas atividades. O trabalho analisou os modelos produzidos ao longo das atividades de modelagem, trazendo resultados que podem subsidiar discussões a fim de fortalecer as concepções pedagógicas que permeiam o ensino médio integrado à educação profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Lucas Pereira Gandra, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul

Técnico em Análise e Produção de Açúcar em Álcool com ênfase em Química pelo Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. Acadêmico do curso de Licenciatura Plena em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS) , aluno de Iniciação Científica PIBIC-CNPq por 3 anos e atualmente aluno de Iniciação à Docência PIBID-CAPES. Professor de Física e Química da Fundação Educacional de Coxim (FEC). Professor de Matemática da Escola Estadual Viriato Bandeira (E.E.V.B). Membro do Grupo de Pesquisa TAQUARI: Estudos e Pesquisas em Ensino, Tecnologias e Desenvolvimento Regional, do IFMS. Atua principalmente nos seguintes temas: Modelagem para o Ensino de Química e Ensino de Química na Educação Profissional. 

Alexandre Geraldo Viana Faria, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul

Graduado em Licenciatura em Química pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2006). Mestre em Ensino de Ciências (PPEC) pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul na área de concentração em Ensino de Química. Professor EBTT do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul, onde ajudou a implantar o curso de Licenciatura em Química e que atualmente coordena. Foi Professor de química da Instituição de Ensino Latino Americano, onde coordenou por 15 anos o ensino médio da instituição. Colaborou na implantação da escola Cefron Centro Educacional da Fronteira na cidade de Bela Vista/MS onde foi Coordenador Geral por 6 anos. É ator e diretor de teatro e possui amplo trabalho artístico presidindo a Federação Sul Mato-grossense de Teatro FESMAT no período 2005/ 2007. Possui experiência na execução de feiras de ciências, feiras culturais, congressos científicos, festivais de teatro e outros. Atualmente é Coordenador Institucional do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID no IFMS.

Gilson Saturnino dos Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul

Possui graduação em Sistemas de Informação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2007), Especialização em Desenvolvimento de Sistemas Utilizando a Tecnologia Java, pela Universidade Anhanguera-Uniderp (2010) e Mestrado em Computação Aplicada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2015). Desde 2011 é Professor da área de de Desenvolvimento de Software do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, campus Coxim-MS.

Referências

ARAUJO, R. M. de L. Práticas Pedagógicas e Ensino Integrado. In: Reunião Nacional da ANPED, nº 36, 2013, Goiânia, Anais da 36ª Reunião da ANPED, Goiânia, 2013. 19p.

BRASIL. Documento Base da Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrada ao Ensino Médio. Brasília: SETEC, 2007. Disponível em:. http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/documento_base.pdf Acesso em: 13 mai. 2015.

CIAVATTA, M. A formação integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. In: RAMOS, Marise. (Org.) ; FRIGOTTO, Gaudêncio (Org.); CIAVATTA, Maria (Org.) . Ensino Médio Integrado: Concepção e Contradições. São Paulo: Cortez, 2005; pp. 83-105.

CLEMENT, J. Learning via Model Construction and Criticism - Protocol evidence on sources of creativity in science. In J. A. Glover, R. R. Ronning & C. R. Reynolds (Eds.) Handbook of Creativity: assessment, theory and research. New York: Editora Plenum. 1989. p. 341-381.

CLEMENT, J. Model based learning as a key research area for science education. International Journal of Science Education, V. 22, n.9, p.1041-1053, 2000.

COSTA, P. P. Estudo do Processo de Co-construção de Conhecimento em um Contexto de Ensino Fundamentado em Modelagem. 2012. 122p. Dissertação do Mestrado em Educação – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2012.

FERREIRA, P. F. M; JUSTI, R. Modelagem e o “fazer ciência”. Química Nova na Escola. São Paulo, Vol. 8, n. 28, p. 32-36, maio. 2008.

GANDRA, L. P.; FARIA, A. G. V.; Modelo didático para a representação de estruturas que contempla as diferentes hibridizações de átomos por meio da modelagem como estratégia para o ensino de química. In: Encontro Nacional do Ensino de Química, 17., 2014, Ouro Preto. Anais…Ouro Preto, 2014. 12p.

GANDRA, L. P.; FIGUEIREDO, C. V. da S.; Levantamento bibliográfico acerca do ensino médio integrado à EPCT: breves reflexões sobre as orientações disponíveis no sítio da SETEC. In: Encontro de Iniciação Científica do IFMS, 3., 2013, Nova Andradina. Anais…Nova Andradina 2013. 10p.

GILBERT, J. K; BOULTER, C. J.; ELMER, R. Positioning models in science education and in design and technology education. In J. K. GILBERT; C. J. BOULTER (Org.). Developing Models in Science Education. Dordrecht: Editora Springer, 2000. p. 3-18.

JUSTI, R.; GILBERT, J. K. Modelling, teacher’s views on the nature of modelling, implications for the education of modelers. International Journal of Science Education. Vol 24, n.4, p.369-387, 2002.

MAIA, P. F. Habilidades investigativas no ensino fundamentado em modelagem. 2009. 239p. Tese do Doutorado em Educação - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte. 2009.

MENDONÇA, P. C. C. ‘Ligando’ as ideias dos alunos à ciência escolar: Análise do ensino de ligação iônica por modelagem. 2008. 241p. Dissertação do Mestrado em Educação - Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte,2008.

MENDONÇA, P. C. C. Influência de atividades de modelagem da qualidade dos argumentos de estudantes de química no ensino médio. 2011. 282p.Tese do Doutorado em Educação – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011.

MENDONÇA, P. C. C; JUSTI, R. Favorecendo o aprendizado do modelo eletrostático: análise de um processo de ensino de ligação iônica fundamentado em modelagem. Parte I. Educación Química. 2009; 20:282-94. (Extraord.)

NERSESSIAN, N. J. Model-Based Reasoning in Conceptual Change. In: International Conference Model-Based Reasoning in Scientific Discovery, 11, Pavia Italia, Anais… Pavia Italia: MBR, 1998.p. 5-22. 1998.

QUEIROZ, A. S. Contribuições do Ensino de Ligação Iônica Baseado em Modelagem ao Desenvolvimento da Capacidade de Visualização. 2009. 258p. Dissertação do Mestrado em Educação - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009.

RAMOS, M. N.; Concepção de Ensino Médio Integrado. 2008. Disponível em: http://www.iiep.org.br/curriculo_integrado.pdf. Acesso em: 15 mai. 2015.

Downloads

Publicado

2016-04-04

Como Citar

GANDRA, L. P.; FARIA, A. G. V.; DOS SANTOS, G. S. MODELAGEM E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: POSSÍVEIS RELAÇÕES EM UMA ABORDAGEM PEDAGÓGICA PARA SOLUÇÕES QUÍMICAS NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO AO TÉCNICO EM INFORMÁTICA. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 6, p. 47–60, 2016. DOI: 10.15628/rbept.2013.3453. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/3453. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS