A FORMAÇÃO EM MASSOTERAPIA NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA, PÚBLICO FEDERAL DE CURITIBA (ET-UFPR/IFPR): UMA ANÁLISE DOCUMENTAL DOS 20 ANOS DA OFERTA DE CURSOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2020.8760

Palavras-chave:

Instituto Federal do Paraná, Massoterapia, Educação Profissional, Histórico da Oferta.

Resumo

O objetivo do artigo é relatar a trajetória dos 20 anos da Área de Formação em Massoterapia do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Campus Curitiba, e com isso apresentar os resultados de uma pesquisa realizada por meio do levantamento de dados documentais sobre os cursos em massoterapia ofertados desde que a área foi criada na ET-UFPR, em 1999, e depois ao estabelecer-se no IFPR, até o ano de 2019. Constatou-se que foram ofertados, ao longo de 20 anos, cursos de qualificação, aprimoramento, especialização de nível técnico, curso técnico e curso superior em Massoterapia. Com este estudo, verificou-se a importância da pesquisa histórica para compreender o processo de ampliação, diversificação e verticalização da formação na construção e na valorização da profissão em Massoterapia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisângela Valevein Rodrigues, Instituto Federal do Paraná.

Professora do Instituto Federal do Paraná (IFPR), vinculado ao Curso técnico em Massoterapia e ao Programa de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (PROFEPT). Graduada em Fisioterapia pela Universidade Estadual de Londrina, mestre e doutora em Educação Física pela Universidade Federal do Paraná.

Volmir Von Dentz, Instituto Federal de Santa Catarina.

Professor do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), vinculado à Área de Cultura Geral do campus São José. Graduado em Filosofia pela Fundação Educacional de Brusque (FEBE), mestre em Educação pela Universidade Regional de Blumenau (FURB) e doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Evelise Dias Antunes, Instituto Federal do Paraná.

Professora do Instituto Federal do Paraná (IFPR), vinculada ao curso técnico em Massoterapia do Campus Curitiba. Graduada em Fisioterapia pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP), mestre em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e doutoranda em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP).

Referências

BORGES, T. P.; KUREBAYASHI, L. F. S.; SILVA, M. J. P. Lombalgia ocupacional em trabalhadores de enfermagem: massagem versus dor. Revista Escola Enfermagem USP, v. 48, n. 4, p.699-75, 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Concepção e Diretrizes: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. Brasília: SETEC, 2008a.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 2008b. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11892.htm>. Acesso em: 30 ago. 2018.

BRASIL. Decreto-Lei nº 1.212, de 17 de abril de 1939. Cria, na Universidade do Brasil, a Escola Nacional de Educação Física e Desportos. Diário Oficial da União - Seção 1 - 20/4/1939, Página 9073. Brasil, 2019. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/legin/fed/declei/1930-1939/decreto-lei-1212-17-abril-1939-349332-publicacaooriginal-1-pe.html>. Acesso em: 15 jan. 2019.

CASSAR, M. P. Manual da Massagem terapêutica. Barueri, SP: Manole, 2001.

DAL RI, N. M.; FLORO, E. F. Trabalho docente e avaliação de desempenho: o caso dos professores que atuam na carreira de educação básica, técnica e tecnológica. Interfaces da Educação, Paranaíba, v.6, n.16, p.66-89, 2015.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FONSECA, M. Políticas públicas para a qualidade da educação brasileira: entre o utilitarismo e a responsabilidade social. Caderno Cede, Campinas, v.29, n.78, p.153-177, 2009.

GERHARDT, T. E.; RAMOS, I. C. A.; RIQUINHO, D. L.; SANTOS, D. L. Estrutura do Projeto de Pesquisa. In: GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. (Orgs.). Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa, 4 ed. São Paulo: Atlas; 2002.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social, 6 ed. São Paulo: Atlas; 2008.

GUBA, E. G.; LINCOLN Y. S. Effective Evaluation. São Francisco: Jossey-Bass, 1981.

IBC, Instituto Benjamin Constant - Ministério da Educação, 2019. Disponível em: <http://www.ibc.gov.br/component/content/article?id=878>. Acesso em: 10 jan. 2019.

IFPR. Projeto Pedagógico do Curso Técnico de Massoterapia: Campus Curitiba, 2014. Disponível em: <http://curitiba.ifpr.edu.br/cursos-tecnicos-subsequentes/massoterapia-2/>. Acesso em: 30 ago. 2018.

IFPR. Resolução Nº 75/2011. Criação do Curso Técnico em Massoterapia no Campus Londrina, 2019. Disponível em: <http://reitoria.ifpr.edu.br/resolucao-752011/>. Acesso em: 10 jan. 2019.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Um Novo Modelo em Educação Profissional e Tecnológica: Concepções e Diretrizes. 2010. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=6691-if-concepcaoediretrizes&category_slug=setembro-2010-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 15 jan. 2019.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Programa Nacional Mulheres Mil. 2019a. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/programa-mulheres-mil>. Acesso em: 14 jan. 2019.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. PRONATEC. 2019b. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/pronatec>. Acesso em: 14 jan. 2019.

MORETTI, A.; LIMA, V. Massagem no Ambiente de Trabalho. São Paulo: Phorte, 2010.

PACHECO, E. M. Os institutos federais: uma revolução na educação profissional e tecnológica. 2018. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/insti_evolucao.pdf>. Acesso em: 30 ago. 2018.

PACHECO, E. M. Os Institutos Federais: uma revolução na educação profissional e tecnológica. 2018. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/insti_evolucao.pdf>. Acesso em: 30 ago. 2018.

PACHECO, E. M.; PEREIRA, L. A. C.; DOMINGOS SOBRINHO, M.. Educação profissional e tecnológica: das Escolas de Aprendizes Artífices aos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. T&C Amazônia, n.16, fev. 2009.

PACHECO, E. M.; PEREIRA, L. A. C.; DOMINGOS SOBRINHO, M. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia: Limites e Possibilidades. Linhas Críticas, Brasília, v.16, n.30, p.71-88, jan./jun. 2010.

PIMENTEL, A. O método da análise documental: seu uso numa pesquisa historiográfica. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 114, p. 179-195, 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/cp/n114/a08n114.pdf>. Acesso em: 12 fev. 2019.

SANTOS, D. L. Estrutura do Projeto de Pesquisa. In: GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. (Orgs.). Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

SÁ-SILVA, J. R.; ALMEIDA, C. D.; GUINDANI, J. F. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS, Editora da FURG, Rio Grande, v. 1, n. 1, p. 1-15, 2009. Disponível em: <https://www.rbhcs.com/rbhcs/article/view/6/pdf>. Acesso em: 12 fev. 2019.

SILVEIRA, D. T.; CÓRDOVA, F. P. A pesquisa científica. In: GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. (Orgs.). Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

UFPR. SETOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNÓLOGICA. Da Escola Técnica ao Setor de Educação Profissional e Tecnológica – UFPR: um pouco da história. Disponível em: <https://www.portal.ufpr.br/Historico_biblioteca_ET_SEPT.pdf>. Acesso em: 06 out. 2018.

Downloads

Publicado

29/02/2020

Como Citar

VALEVEIN RODRIGUES, Elisângela; DENTZ, Volmir Von; ANTUNES, Evelise Dias. A FORMAÇÃO EM MASSOTERAPIA NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA, PÚBLICO FEDERAL DE CURITIBA (ET-UFPR/IFPR): UMA ANÁLISE DOCUMENTAL DOS 20 ANOS DA OFERTA DE CURSOS. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 18, p. e8760, 2020. DOI: 10.15628/rbept.2020.8760. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/8760. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.