IMPLANTAÇÃO DA UNED/ETFRN EM MOSSORÓ: A PRIMEIRA EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL FEDERAL NO RIO GRANDE DO NORTE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2017.6329

Palavras-chave:

Educação Profissional, PROTEC, História das Instituições Escolares.

Resumo

O artigo ora apresentado trata-se de parte de uma pesquisa de mestrado realizado no Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. Seu objetivo é analisar a implantação da Unidade de Ensino Descentralizada (UNED) da Escola Técnica Federal do Rio Grande do Norte, em Mossoró, no interior do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Programa de Expansão e Melhoria do Ensino Técnico (PROTEC). O estudo configura-se como uma pesquisa bibliográfica, documental e de campo, em que lançamos mão de uma variedade de fontes: revisão de literatura, documentos e entrevistas. Como resultados, destacamos que a criação dessa instituição de Educação Profissional é resultado de uma política de crescimento econômico voltado para a industrialização, a qual necessitava de mão-de-obra especializada. Já a criação da UNED em Mossoró se explica pelas condições favoráveis daquela cidade em termos econômicos. A instituição era vista como fator de desenvolvimento para o interior do Rio Grande do Norte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Karla da Silva Queiroz, UFRN

Bacharela em Serviço Social (UERN), mestra em Educação (IFRN) e assistente social da UFRN/Natal.

Francisco das Chagas Silva Souza, Instituto Federal do Rio Grande do Norte

Licenciado em História (UFPB), mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente (UERN), doutor em Educação (UFRN), professor do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) e do Programa de Pós-Graduação em Ensino (UERN/IFRN/UFERSA).

Referências

BRASIL. Lei nº. 7.486, de 6 de junho de 1986. Aprova as diretrizes do Primeiro Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) da Nova República, para o período de 1986 a 1989. Brasília: Diário Oficial da União, seção I, p. 8473, 1986a. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/1980-1988/L7486.htm>. Acesso em: 15 ago. 2014.

______. Exposição de Motivos nº 56, de 24 de fevereiro de 1986. Implementação de um Programa de expansão e melhoria do ensino de 2º grau, nos termos da presente Exposição de Motivos. Brasília: Diário Oficial da União, seção I, p. 2976, 1986b. Disponível em: <http://www.jusbrasil.com.br/diarios/3218019/dou-secao-1-26-02-1986-pg-4/pdfView> Acesso em: 23 set. 2014.

______. Exposição de Motivos nº 135, de 4 de julho de 1986. Elenco de medidas no âmbito do Programa de Expansão e Melhoria do Ensino Técnico, a serem desenvolvidas em conjunto com o Ministério Extraordinário para Assuntos de Administração, com vistas à consecução dos recursos humanos necessários ao funcionamento das escolas, nos termos da presente Exposição de Motivos. Brasília: Diário Oficial da União, seção II, p. 3458, 1986c. Disponível em: <http://www.jusbrasil.com.br/diarios/3529371/dou-secao-2-07-07- 1986-pg-2/pdfView> Acesso em: 23 set. 2014.

______ Biblioteca da Presidência da República. Lançamento do Programa de Expansão e Melhoria do Ensino Técnico [Discurso do Presidente José Sarney]. Brasília: Biblioteca Presidência da República, 1986d. Disponível em: <http://www.biblioteca.presidencia.gov.br/ex-presidentes/josesarney/discursos/1986/79.pdf/at_download/file> Acesso em: 19 set. 2014.

CONVERSANDO com... Nivaldo Ferreira da Silva. Gazeta do Oeste, Mossoró-RN, 8 jan.

CUNHA, L. A. O ensino profissional na irradiação do industrialismo. São Paulo: UNESP, Brasília: FLACSO, 2005.

ESCOLA TÉCNICA FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE. Agenda, Natal, n. 25, 23 mai. 1986a.

______. Agenda, Natal, n. 46, 13 ago. 1986b.

______. Agenda, Natal, n. 62, 17 set. 1986c.

______. Agenda, Natal, n. 63, 22 set. 1986d.

______. Agenda, Natal, n. 74, 7 nov. 1986e.

______. Agenda, Natal, n. 165, 2 mar. 1988a.

______. Agenda, Natal, n. 170, 22 mar. 1988b.

______. Agenda, Natal, n. 237, 16 nov. 1989.

ETFRN pode ser inaugurada este mês. Gazeta do Oeste, Mossoró, RN, 2 dez.1994.

FRIGOTTO, G. A produtividade da escola improdutiva. 2 ed.São Paulo: Cortez, 1986.

FRIGOTTO, Galdêncio; FRANCO, Maria Aparecida Ciavatta; MAGALHÃES, Ana Lúcia (2006). Programa de Melhoria e Expansão do Ensino Técnico: expressão de um conflito de concepções de educação tecnológica. In FRIGOTTO, Gaudêncio; FRANCO, Maria Ciavatta. (Org.) A formação do cidadão produtivo: a cultura de mercado no ensino médio técnico. Brasília: INEP, 2006. p. 139-149

IBGE. População. 2013. Disponível em: <http://seriesestatisticas.ibge.gov.br/series.aspx?vcodigo=CD77>. Acesso em: 20 jan. 2016.

INSTALAÇÕES da ETFRN são um verdadeiro complexo estudantil. Gazeta do Oeste, Mossoró, RN, 30 dez.1994.

KIRSCHNER, Tereza Cristina. Modernização tecnológica e formação técnico-profissional no Brasil: impasses e desafio. Brasília: IPEA,1993

MAIS de 500 se inscrevem na ETFRN; cadastramento se encerra neste dia. Gazeta do Oeste, Mossoró; 7 fev. 1995.

MARIALVA Construtora LTDA, [Carta] 08 dez. 1989, Sete Lagoas [para] Comissão de Licitação, ETFRN. 4f. Carta de apresentação de proposta.

MOSSORÓ passa a contar com sua unidade da ETFRN. Gazeta do Oeste, Mossoró, RN, 14 mar. 1995.

PINHEIRO, Karisa Lorena Carmo Barbosa. O processo de urbanização da cidade de Mossoró: histórico da expansão urbana da cidade de Mossoró desde 1.772 até os dias atuais. Mossoró: CEFET, 2007.

ROCHA, Aristotelina Perreira Barreto. A expansão urbana de Mossoró: período de 1980 a 2004. 2009.

Downloads

Publicado

18/12/2017

Como Citar

QUEIROZ, K. da S.; SOUZA, F. das C. S. IMPLANTAÇÃO DA UNED/ETFRN EM MOSSORÓ: A PRIMEIRA EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL FEDERAL NO RIO GRANDE DO NORTE. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 2, n. 13, p. 170–181, 2017. DOI: 10.15628/rbept.2017.6329. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/6329. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS