A escola doméstica de Brasópolis

Abordagens sobre o currículo para a educação feminina nas montanhas mineiras (1927-1965)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2023.11249

Palavras-chave:

Instituições Escolares. Educação feminina. Escola Profissional Doméstica.

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi compreender a expansão do currículo da instituição escolar para moças pobres no sul de Minas Gerais. O procedimento metodológico procurou analisar dialeticamente as articulações local, estadual e nacional a respeito do ensino profissional doméstico. As fontes de estudo incluem legislação educacional, anuário de ensino, atas da instituição e a imprensa. Os resultados da pesquisa apontam que a Escola Doméstica de Brazópolis abrangia em seu currículo importantes competências para ensino de tarefas domésticas e matérias técnicas destinadas para aprimoramento moral e religioso das alunas. A modificação da estrutura curricular da escola teve a inclusão de matérias científicas e a formação para o curso de Magistério possibilitando uma conjuntura favorável para desenvolvimento econômico e abertura no mercado de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Palloma Victoria Nunes e Silva, Universidade Federal de Uberlândia

Graduada em Pedagogia pelo Instituto de Ciências Humanas do Pontal, da Universidade Federal de Uberlândia, na cidade de Ituiutaba/MG. Mestranda em Educação na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Atuou como bolsista Capes no Subprojeto Pedagogia do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Foi bolsista de Iniciação Científica financiada pela Fapemig e bolsista de iniciação científica financiada pelo CNPq. Realiza pesquisas na área da Educação, atuando principalmente em História e Historiografia da Educação, com foco na História das Instituições e na Educação Profissional Feminina na Primeira República (1889 - 1930).

Betânia de Oliveira Laterza Ribeiro, Universidade Federal de Uberlândia

Betânia de Oliveira Laterza Ribeiro, possui graduação em Pedagogia pela Universidade de Uberaba (1983), foi a primeira discente do PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO da Universidade Federal de Uberlândia a defender o MESTRADO EM EDUCAÇÃO no (1992) na UFU.Possui doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1997). Pós-Doutorado em Psiquiatria, Neurologia e Psicologia Médica (2000). Aprovada em Concurso Público de Provas e Títulos realizado pela Universidade Federal de Uberlândia para o exercício do magistério superior na Faculdade de Ciências Integradas do Pontal UFU - Diário Oficial da União - Seção 3 - 29/06/2006 - Curso de Pedagogia Área 1 - Política e Gestão da Educação e História da Educação. É professora de História da Educação e Política e Gestão da Educação da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), na qual é membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em História e Historiografias da Educação (NEPHE-) Membro da Comissão local da organização do VI Luso Brasileiro de História da Educação 2006/UFU/MG. É sócia da Sociedade Brasileira de História da Educação (SBHE), membro do Grupo de Trabalho em Formação Docente, da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED). Tem experiência na área de educação, atuando principalmente nos seguintes temas: História das Instituições Educacionais, Gênero, Etnia e Geração, Memória e História da Educação. É autora do Livro: Ensino Noturno: A travessia para a Esperança-Global - Editora. 1995 e co-autora do Livro: Primórdios na Escola Pública Republicana no Triângulo Mineiro, juntamente com os autores Elizabeth Farias da Silva e José Carlos Souza Araújo - editora EGIL/FAPEMIG-2003.É organizadora e co-autora da juntamente com os professores doutores José Carlos Souza Araújo e Sauloéber Társio de Souza da coletânea intitulada: Do Público ao Privado, do Confessional ao Laico: A história das instituições escolares na Ituiutaba do século XX. 1. ed. Uberlândia - MG: EDUFU/FAPEMIG, 2009. 277 p. É organizadora e co-autora juntamente com os professores doutores José Carlos Souza Araújo e Sauloéber Társio de Souza da coletânea que se encontra no prelo intitulada: Grupos Escolares na Modernidade Mineira (Triângulo e Alto Paranaíba) com apoio da FAPEMIG e da editora Alínea. É organizadora e co-autora juntamente com os professores doutores Sauloéber Társio de Souza e Carlos Henrique de Carvalho da coletânea que se encontra no prelo intitulada: Cinema e Ensino de História da Educação, com apoio da FAPEMIG e da editora Alínea. É docente do PROGRAMA DE Pós-Graduação da UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA (FACED),orientando alunos do mestrado e doutorado.Foi membro da CAMARA SHA da Fapemig nos anos de 2002 a 2006;É Membro do Conselho Editorial da Revista HISTEDBR on-line. Desde 2008.É membro do conselho editorial do periódico Cadernos de História da Educação da UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA.Foi Membro e Coordenadora de Comissão de julgamento das propostas referentes ao Edital FAPEMIG - 3/2011 - Programa Pesquisador Mineiro PPM V FHA, nos dias 31 de maio e 01 de junho, durante o dia todo. 2011. (Comissão Técnica). Comissão de julgamento das propostas referentes ao Edital FAPEMIG - 5/2011 Programa de Apoio à Publicações Científicas e Tecnológicas - Publicação de Períodicos Científicos institucionais, no dia 6 de julho, o dia todo. 2011. (Comissão Técnica).Recebeu o Grau de Medalha de Honra pelos relevantes serviços prestado à Educação em Minas Gerais do Governador do Estado de Minas Gerais, Itamar Augusto Cautiero Franco em 15 de Outubro 1999. Recebeu menção honrosa do Prêmio de Pesquisa Professor Warwick Estevam Kerr 2012. Foi eleita delegada do Ensino Superior Público do Estado de Minas Gerais para a participação na CONAE 2014 em Brasilia. Diretora substituta do Instituto de Ciências Humanas do Pontal desde junho de 2018 até o presente momento, a partir da Portaria R Nº. 572 de 29 de junho de 2018.

Referências

ARAUJO, José Carlos S. O público e o privado na história da educação brasileira: da ambivalência ao intercâmbio. In: LOMBARDI, José Claudinei. JACOMILI, Mara Regina M. SILVA, Tânia Mara T. (orgs.) O público e o privado na história da educação brasileira: concepções e práticas educativas. Campinas: Autores Associados: Histedbr, 2005.

BRANT, Celso (org.). Revista Acaiaca, Belo Horizonte: Acaiaca, p. 146-147, 1952.

BRASIL. Decreto nº 7.566 de set de 1909.Créa nas capitaes dos Estados da Escolas de Aprendizes Artífices, para o ensino profissional primario e gratuito. Acesso em setembro de 2017. Recuperado de

BEAUVOIR, Simone de. O Segundo Sexo: a experiência da vida. Tradução de Sérgio Milliet.2 ed. Paris, Gallimard,1967.

CAMBI, Francisco. História da Pedagogia. São Paulo: Editora da Unesp, 1999.

GUIMARÃES, Isa de Faria. Resumo da história dos cursos de formação para jovens, na cidade de Brazópolis - Minas Gerais. Brazopólis, 1998. (texto elaborado pela professora aprosentada da E. E. "Presidente Wenceslau", disponível no Dossiê histórico na Prefeitura Municipal de Brazópolis)

LOURO, Guacira Lopes. Mulheres na sala de aula. In DEL PRIORE, Mary (org.). História das mulheres no Brasil. - 3. Ed. - São Paulo: Contexto, 2004. Páginas 443 a 481.

REIS, F. A. R. O ensino profissionalizante (feminino) no Brasil: Uma análise da Escola Profissional Feminina Nilo Peçanha (CAMPOS, RIO DE JANEIRO, 1922 - 1930). 2013. 143 f. Dissertação (Pós Graduação em Políticas Sociais) - Centro de Ciências do Homem, Universidade Estadual Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes, 2013.

REIS, F.A.R; MARTINEZ, S. A. O ensino profissional feminino no Brasil: uma análise da escola profissional feminina Nilo Peçanha (Campos, Rio de Janeiro, 1922 - 1930). A Cor das Letras (UEFS), v. 13, p. 27-45, 2012. https://doi.org/10.13102/cl.v13i1.1465 DOI: https://doi.org/10.13102/cl.v13i1.1465

RIBEIRO, Betânia de Oliveira Laterza; ARAUJO, José Carlos Souza; SILVA, Elizabeth Farias. Ensino Profissional Feminino: pobreza e marginalidade na nova capital mineira (1909 a 1927). In: OLIVEIRA, Antonella Carvalho de (Org.). Campo de saberes da História da Educação no Brasil. 1. ed. Ponta Grossa: Atena Editora, 2017. p. 67-87.

RODRIGUES, Andréa Gabriel F. Educar para o lar, educar para a vida: cultura escolar e modernidade educacional na Escola Doméstica de Natal (1914 – 1945). 2007. 306 f. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.

SAVIANI, Dermeval; et al. O legado educacional do século XX. Campinas: Autores associados, 2004.

SILVA, Carolina Ribeiro Cardoso. "O valor do aluno": vestígios de práticas de avaliação na escola primária (Florianópolis/SC, 1911 a 1963. 228 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Centro de Ciências Humanas e da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade de Santa Catarina. Florianópolis, 2014.

SILVA, Palloma Victoria Nunes e Silva; OLIVEIRA, Juliana Santos de; RIBEIRO, Betânia de Oliveira Laterza. Escola profissional feminina para moças pobres segundo a imprensa brasileira, 1889 – 1930. Rev. Bras. de Iniciação Científica (RBIC), Itapetininga, v. 5, n.4, p. 43-57, jul./set., 2018. p. 43 - 57

SIQUEIRA, Elizabeth Madureira. Educação e Modernidade: uma dimensão plural - modernas noções de tempo e espaço nas escolas públicas de Mato Grosso. Revista Educação Pública, Cuiabá, v. 8, n. 13, p. 122-142, 1999. SOIHET, Rachel. A Pedagogia Da Conquista Do Espaço Público Pelas Mulheres E A Militância Feminista De Bertha Lutz. Revista Brasileira de Educação, Set/Out/Nov/Dez 2000 Nº 15

TAVARES, Marianna Carla Costa; STMATTO, Maria Inês Sucupira. A concepção de mulher no currículo da Escola Doméstica de Natal (1914 – 1944). Research, SocietyandDevelpmant, v.7, n. 3, p.01-17, 2018. https://doi.org/10.17648/rsd-v7i3.243 DOI: https://doi.org/10.17648/rsd-v7i3.243

VEIGA, Cynthia Greive. História da educação. São Paulo: Ática, 2007. 328 p.

Downloads

Publicado

28/08/2023

Como Citar

SILVA, Palloma Victoria Nunes e; RIBEIRO, Betânia de Oliveira Laterza. A escola doméstica de Brasópolis: Abordagens sobre o currículo para a educação feminina nas montanhas mineiras (1927-1965). Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 2, n. 23, p. e11249, 2023. DOI: 10.15628/rbept.2023.11249. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/11249. Acesso em: 15 jun. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.