PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: UMA PESQUISA-AÇÃO COM ALUNOS DE UM CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2020.9932

Palavras-chave:

Ensino-Aprendizagem. Administração. Percepção Discente. Educação Profissional.

Resumo

Este trabalho teve por objetivo analisar as alternativas metodológicas para o ensino em Administração, de acordo com as expectativas dos alunos de um Curso Técnico Subsequente. Trata-se de uma investigação de cunho qualitativo, a partir da pesquisa-ação, com duas turmas de um curso de Administração. Utilizaram-se, como instrumentos de coleta, a aplicação de um questionário, a realização de dois grupos focais e observação participante. Os resultados registraram que as estratégias didáticas preferidas pelos sujeitos da pesquisa são a realização de aulas dinâmicas e a interação entre professor e aluno. Após a realização da pesquisa-ação, em que se adotou uma metodologia que enfatizou a teoria e prática, verificaram-se os principais aspectos positivos e negativos da experiência, de modo a identificar as estratégias didáticas mais assertivas, a fim de possibilitar aos alunos um aprendizado eficaz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Dartagnan Ferreira de Macêdo, Instituto Federal de Alagoas

Mestrado em Administração Pública (UFAL). Especialição em Gestão em Saúde Pública, em Gestão de Recursos Humanos e em Docência na Educação Profissional. Graduação em Administração (UFAL) e em Administração Pública (UNEAL). 

Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas - IFAL.

Regina Maria de Oliveira Brasileiro, Instituto Federal de Alagoas

Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Alagoas (2004). Mestrado em Educação Brasileira - PPGE/UFAL (2008). Doutorado em Educação PPGE/UFAL (2019).

Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas - IFAL.

Referências

AKTOUF, O. Ensino de Administração: por uma pedagogia para a mudança. Organizações & Sociedade, v. 12, n. 35, p. 151-159, 2005.

ALCADIPANI, R. Academia e a fábrica de sardinhas. Organizações & Sociedade, v. 18, n. 57, p. 345-348, 2011.

ARAÚJO, G. D. et al. Currículo e vínculos teoria-prática: reflexões no processo ensino-aprendizagem em um curso de graduação em Administração. Desenvolve Revista de Gestão do Unilasalle, v. 3, n. 2, p. 09-31, 2014.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70 LDA, 2010.

BENI, P. F. et al. Processo de ensino-aprendizagem e a interação de professores e alunos em um curso de graduação em Administração de Empresas. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 18, n. 2, p. 345-374, 2017.

BOLZAN, L. M.; ANTUNES, E. D. D. O que Clamam as Vozes dos Pesquisadores e sobre o que Elas se Calam ao Abordarem o Ensino em Administração no Brasil? Revista ADM. MADE, v. 19, n. 3, p. 77-93, 2016.

CASTRO, J. X; MIRANDA, G.; LEAL, E. Estratégias de aprendizagem dos estudantes motivados. Advances in Scientific and Applied Accounting, v. 9, n. 1, p. 80-97, 2016.

DIESEL, A.; MARCHESAN, M. R.; MARTINS, S. N. Metodologias Ativas de Ensino da Sala de Aula: Um Olhar de Docentes da Educação Profissional Técnica de Nível Médio. Revista Signos, v. 37, n. 1, p. 153-169, 2016.

FINI, M. I. Inovações no Ensino Superior, Metodologias Inovadoras de Aprendizagem e suas Relações com o Mundo do Trabalho: Desafios para a Transformação de uma Cultura. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 19, n. 1, p. 176-183, 2018.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1996.

KREUTZ, D. H.; WELTER, C. B. Professor em (Re) Construção: Reflexões de um docente em formação pedagógica. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, v. 2, n. 11, p. 13-24, 2016.

KUBO, O. M.; BOTOMÉ, S. P. Ensino-aprendizagem: uma interação entre dois processos comportamentais. Interação em Psicologia, v. 5, n. 1, 2001.

LARAIA, R. B. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

LIMA, T. B.; SILVA, A. B. Difusão das perspectivas teóricas da aprendizagem na formação de administradores. REICE - Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, v. 11, n. 3, p. 05-30, 2013.

MENELAU, S. et al. Realizar pesquisa sem ação ou pesquisa-ação na área de Administração? Uma reflexão metodológica. Revista de Administração, v. 50, n. 1, p. 40-55, 2015.

MOREIRA, D. A.; SILVA, C. E. M. Dificuldades percebidas na disciplina de Administração da Produção por alunos da 3ª série de um curso de Administração de empresas: uma abordagem exploratória. Administração online, v. 2, n. 1, 2001.

MORGAN, D. L. Focus Groups as Qualitative Research. London: SAGE, 1997.

NICOLINI, A. Qual será o futuro das fábricas de administradores? Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 2, p. 44-54, 2003.

PATRUS, R.; LIMA, M. C. A formação de professores e de pesquisadores em administração: contradições e alternativas. Revista Economia & Gestão, v. 14, n. 34, p. 4-29, 2014.

PEREIRA, A. I. S. et al. Percepções e Concepções dos Docentes da Rede Federal de Educação acerca da Educação Profissional e Tecnológica: com a Palavra os Docentes do Curso Técnico Subsequente em Administração do Instituto Federal do Piauí – Campus Avançado Dirceu Arco Verde. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, v. 1, n. 18, p. 8674, 2020.

SANTOS, J. G. C.; CALÍOPE, T. S.; BARROS NETO, J. P. B. Tem ação nessa pesquisa? Um levantamento da pesquisa?ação como estratégia de pesquisa qualitativa. REGE-Revista de Gestão, v. 24, n. 4, p. 336-347, 2017.

SANTOS, S. C. O processo de ensino-aprendizagem e a relação professor-aluno: aplicação dos sete princípios para a boa prática na educação de ensino superior. Caderno de Pesquisas em Administração, v. 8, n. 1, p. 69-82, 2001.

SOUZA, G. H. S. et al. Estilos de aprendizagem dos alunos versus métodos de ensino dos professores do curso de administração. RACE-Revista de Administração, Contabilidade e Economia, v. 12, n. 3, p. 9-44, 2013.

SOUZA, L. M.; AVELINO, B. C.; TAKAMATSU, R. T. Estilos de aprendizagem e influência no processo de ensino-aprendizagem: Análise empírica na visão de estudantes de contabilidade. Revista Ambiente Contábil, v. 9, n. 2, p. 379-400, 2017.

TERENCE, A. C. F.; ESCRIVÃO FILHO, E. Abordagem quantitativa, qualitativa e a utilização da pesquisa-ação nos estudos organizacionais. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 26., 2006, Anais... Fortaleza – CE, p. 1-9, 2006.

THIESEN, J. S. A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-aprendizagem. Revista Brasileira de Educação, v. 13, n. 39, 2008.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 15.ed. São Paulo: Cortez, 2007.

TRIPP, D. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 3, 2005.

Downloads

Publicado

11/07/2020

Como Citar

MACÊDO, D. F. de; BRASILEIRO, R. M. de O. PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: UMA PESQUISA-AÇÃO COM ALUNOS DE UM CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 2, n. 19, p. e9932, 2020. DOI: 10.15628/rbept.2020.9932. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/9932. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)