O SENAC e a formação de comerciários no Estado de São Paulo:

a experiência da Universidade do Ar (1947–1961)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2022.13209

Palavras-chave:

Educação Profissional, Ensino Comercial, Universidade do Ar, Curso Comercial Radiofônico.

Resumo

O artigo focaliza uma experiência de ensino comercial a distância, pelo rádio, desenvolvida pelo Senac- de São Paulo no período de 1947 a 1961. Trata-se da Universidade do Ar e seu Curso Comercial Radiofônico. A abordagem feita no artigo se inspira na história das instituições educativas para o exame de um objeto situado na interface da história do rádio, da educação a distância e da educação profissional. Como pesquisa histórica o objetivo foi visitar o passado com questões do presente e trazer à tona uma experiência de massificação da educação profissional, via ensino comercial. O artigo resulta de pesquisa documental em fontes primárias. Constituíram fontes da pesquisa documentos do acervo da Memória Institucional do Senac/SP. Entre os achados empíricos estão práticas de uso educativo do rádio num momento de sua popularização em que a tendência era o seu uso como entretenimento. Os resultados também indicam que na experiência da Unar quase tudo foi adaptado ou reinventado: o uso do como sala de aula, a teatralização das aulas radiofonizadas, os núcleos receptores como centros sociais de integração na comunidade, a conjugação do rádio com a correspondência, entre outros. As conclusões situam essa experiência como uma simbiose entre escola e rádio, viabilizada no ambiente de uma sociedade em processo de industrialização, urbanização e massificação, com expansão do comércio e consequente demanda pela (re)formação profissional de comerciários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

José Geraldo Pedrosa, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Licenciado em Ciências Sociais (INESP); Mestrado em Educação (UFMG); Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade (PUC-SP). Pós-doutorado em Geografia Humana (IGC-UFMG); Docente do ensino superior no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Renata Romanini, Não tem filiação institucional atual.

Graduada em Artes Cênicas (UFOP), Mestre em Educação Tecnológica (CEFET-MG)

Referências

CABELLO, Ana Rosa Gomes. A expressão verbal na linguagem radiofônica. In: BIANCO, N. R. MOREIRA, S. V. (Org.). Rádio no Brasil: tendências e perspectivas. Rio de Janeiro: EdUERJ; Brasília, D.F.: UnB, 1999.

DI GRADO, Breno. Uma experiência pedagógica: Curso Comercial Radiofônico da Universidade do Ar/Senac. São Paulo: Senac, 1982.

FEDERICO, Maria Elvira Bonavita. História da comunicação: rádio e TV no Brasil. Petrópolis: Vozes, 1982.

LOURENÇO FILHO, Manuel Bergstron. Conceito de aprendizagem: definição de aprendizagem comercial – semelhanças entre aprendizagem no comércio e na indústria. Parecer solicitado pelo Senac. Rio de Janeiro, 1949. Acervo CPDOC / FGV – Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil.

PEREIRA, Fábio Vasconcelos Lima. Escola complementar do comércio de Sete Lagoas (1926 a 1943): a invenção de uma cultura escolar para a formação do trabalhador. 2014. 118. Dissertação de Mestrado - CEFET/MG, Belo Horizonte.

SENAC. Senac São Paulo 60 anos. São Paulo: Senac, 2006.

SEVCENKO, Nicolau. A capital irradiante: técnica, ritmos e ritos do rio. In: SEVCENKO, N. (Org.). História da vida privada no Brasil. São Paulo: C.ia das Letras, 1998. v. 3.

SILVA, Jaqueline M. S. História da instituição que educa para o comércio: de Lyceu Mineiro (1927) a Colégio Padre Curvelo (1957). 2020. 123. Dissertação de Mestrado - CEFET/MG, Belo Horizonte.

FONTES PRIMÁRIAS

CARTA ECONÔMICA DE TERESÓPOLIS. Conferência das Classes Produtoras do Brasil. Teresópolis, RJ, 1945.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Censos industrial, comercial e dos serviços, São Paulo. Recenseamento do Brasil. Rio de Janeiro: IBGE, 1950.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.06.03.00076.0003.1947. Regulamento Curso Comercial Radiofônico. São Paulo: Senac, 1947. Tombo consultado: 0021361.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1948. Relatório Anual. São Paulo: Senac, 1947. Tombo consultado: 0012730-1.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1948. Relatório Anual 1948. São Paulo: Senac, 1948.Tombo consultado: 0012730-2.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1949. Relatório Anual 1949. São Paulo: Senac, 1949. Tombo consultado: 0012728.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1950. Relatório Anual 1950. São Paulo: Senac, 1950. Tombo consultado: 0012726.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1951. Relatório Anual 1951. São Paulo: Senac, 1951. Tombo consultado: 0012724.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1952. Relatório Anual 1952.São Paulo: Senac, 1952. Tombo consultado: 0012721.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1953. Relatório Anual 1953. São Paulo: Senac, 1953. Tombo consultado: 0012719.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.06.03.00076.0003.1953. Regulamento para 1953. São Paulo: Senac, 1953. Tombo consultado: 0021364.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.06.03.00051.0003.1953. Aritmética –scripts das lições n. 1 a 12. São Paulo: Senac, 1953. Tombos consultados: 0019898; 0019941; 0019942; 0019970; 0019971; 0019972; 0019973; 0019943; 0019944; 0019945; 0019946; 0019947.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.06.03.00051.0003.1953. Técnica de vendas – scripts das lições n. 2 a 20. São Paulo: Senac, 1953. Tombos consultados: 0019896; 0019904; 0019905; 0019906; 0019907; 0019908; 0019909; 0019910; 0019911; 0019912; 0019913; 0019914; 0019915; 0019916; 0019917; 0019918; 0019919; 0019920; 0019921.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1954. Relatório Anual 1954. São Paulo: Senac, 1954. Tombo consultado: 0012717.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1955. Relatório Anual 1955. São Paulo: Senac, 1955. Tombo consultado: 0012715.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1956. Relatório Anual 1956. São Paulo: Senac, 1956. Tombo consultado: 0012713.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00072.0003. Relatório Anual 1957. São Paulo: Senac,1957. Tombo consultado: 0012695.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1958. Relatório Anual 1958. São Paulo: Senac, 1958.Tombo consultado: 0012709.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1959. Relatório Anual 1959. São Paulo: Senac, 1959. Tombo consultado: 0012707.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1960. Relatório Anual 1960. São Paulo: Senac, 1960. Tombo consultado: 0012705.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1961. Relatório Anual 1961. São Paulo: Senac, 1961. Tombo consultado: 0012703.

SENAC/SP. Memória Institucional. 1.02.00073.0003.1962. Relatório Anual 1962. São Paulo: Senac, 1962. Tombo consultado: 0012702.

Downloads

Publicado

25/05/2022

Como Citar

PEDROSA, J. G.; ROMANINI, R. O SENAC e a formação de comerciários no Estado de São Paulo: : a experiência da Universidade do Ar (1947–1961). Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 22, p. e13209, 2022. DOI: 10.15628/rbept.2022.13209. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/13209. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS