Perfil dos alunos do curso técnico integrado em Metalurgia do IFMG/OP:

ações afirmativas como estratégia que auxiliem a permanência e exito discente

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2022.12872

Palavras-chave:

Educação Profissional e Tecnológica, Perfil Socio-Econômico, Permanência, Êxito, Políticas Públicas.

Resumo

Este trabalho apresenta o perfil socio-econômico e motivacional dos estudantes matriculados no Curso Técnico Integrado em Metalurgia do IFMG/OP, de forma nortear a construção de ações afirmativas institucionais que auxiliem na permanência exitosa dos alunos. Para coleta de dados foram utilizados questionários respondidos pelos alunos e documentos institucionais. Observou-se que o público matriculado no curso é majoritariamente egresso de escola pública. Ademais foi relatado pelos alunos discursos estigmatizantes advindos da comunidade escolar em decorrência do perfil socioeconômico dos grupos familiares dos estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Carla Cristina Vicente, Instituto Federal de de Educação Ciência e Tecnologia Minas Gerais Campus Ouro Preto

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Viçosa (2008) e Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional pelo Centro de Estudos e Pesquisas em Educação de Minas Gerais (2013). Mestre em Educação Profissional e Tecnológica pelo IFSudeste de Minas - Campus Rio Pomba (2019) - ProfEPT. Atua como Técnica em Assuntos Educacionais no IFMG- Campus Ouro Preto (2011). Experiência em pesquisa na área de Educação, com ênfase em Educação Inclusiva e Memórias na Educação Profissional e Tecnológica.

 

Ana Paula Lelis Rodrigues de Oliveira, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Manhuaçu

Possui graduação em Química (Bacharelado e Licenciatura) e mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa, com experiência em métodos analíticos aplicados a determinação das propriedades físicas e químicas de produtos vegetais. Possui Doutorado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Minas Gerais, com ênfase em Propriedades Termodinâmicas e Reológicas de Soluções Poliméricas, e hoje é Professora no Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais - Campus Manhuaçu.

Referências

BAGNO, Silvana; SILVA, Sérgio Luiz Pereira; PINTO, Diana Souza. Memórias, identidades e pertencimento de um grupo de moradores da comunidade do Fallet, bairro de Santa Teresa, cidade do Rio de Janeiro. Revista Perspectivas do Desenvolvimento: um enfoque multidimensional, v. 02, nº 03, dez, 2014.

BRASIL. Decreto-Lei nº 4127 de 25 de fevereiro de 1942. Estabelece as bases de organização da rede federal de estabelecimentos de ensino industrial. Disponível em http://www2.camara.leg.br/legin/fed/declei/1940- 1949/decreto-lei-4127-25-fevereiro-1942-414123-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em 02.nov.2017.

BRASIL. Lei nº 9394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn1.pdf. Acesso em 22.nov.2017.

BRASIL. Decreto nº 5154 de 23 de julho de 2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004- 2006/2004/decreto/d5154.htm . Acesso em 22.nov.2017.

BRASIL. Decreto nº 2208 de 17 de abril de 1997. Regulamenta o § 2 º do art. 36 e os arts. 39 a 42 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que

estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/d2208.htm> Acesso em 22.nov.2017.

CARVALHO, JM. A escola de Minas de Ouro Preto: o peso da glória. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2010, 196 p

CAMPOS, Larissa Couto; MACHADO, Thalyson Renan Bitencourt; MIRANDA, Gilberto José ; COSTA, Patrícia de Souza. Cotas sociais, ações afirmativas e evasão na área de Negócios: análise empírica em uma universidade federal brasileira. Revista Contabilidade e Finanças, São Paulo, v. 28, n. 73, p. 27-42, jan./abr. 2017

CEFET. Projeto Político Pedagógico do Centro Federal de Educação Tecnológica de Ouro Preto. Ouro Preto, 2003.

CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise N. Ramos. Ensino Médio e Educação Profissional no Brasil: dualidade e fragmentação. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 5, n. 8, p. 27-41, jan./jun. 2011.

COUTINHO, Ticiana P. da Silveira Cunha; SILVA, Rosália de Fátima E. A Educação Profissional de 1964 a 1984: a dualidade estrutural como uma realidade. Anais do III Colóquio Nacional | Eixo Temático I – Políticas em educação profissional. Disponível em https://ead.ifrn.edu.br/portal/wp- content/uploads/2016/02/Artigo-40.pdf Acesso em 20.agos. 2019.

GUZZI, Maria Eugênia R. O Museu de Ciências como promotor da motivação: lembranças do público do setor de Química do CDCC/USP. 2014. Dissertação ( Mestrado). Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Química. São Carlos, SP.

IFAP. Programa Estratégico Institucional de Permanência e Êxito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá. Disponível em https://www.ifap.edu.br/index.php/publicacoes/item/160-programa-estrategico-institucional-de-permanencia-e-exito-de-estudantes-do-ifap. Acesso em 30.fev.2021

IFMG. Relatórios da Comissão Permanente de Vestibular da Pró- reitoria de Ensino do IFMG. 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020.

IFMG. Projeto Político Pedagógico do Curso Técnico Integrado em Metalurgia. Belo Horizonte, 2019.

MACHADO, Arthur Versiani. Uma panorâmica sobre a história do IFMG-Ouro Preto. In: SILVA, Fabiano Gomes da. (Org.) O ensino técnico entre imagens e memórias intitucionais: história, contextos e identidades do IFMG- Campus Ouro Preto (1944-2014). Ouro Preto: Instituto Federal de Minas Gerais, 2015, 172 f.

MATOS, Januária et al. Avaliação dos fatores associados ao desempenho escolar dos alunos dos cursos técnicos integrados do Instituto Federal Minas Gerais Campus Ouro Preto. Relatório parcial da pesquisa. IFMG Campus Ouro Preto, 2014.

MELO, Zélia Maria. Estigmas: espaços para a exclusão social. Revista SymposiuM. Universidade Católica de Pernambuco, ano 4, número especial, dez, 2000.

RIOS, João Bosco. A Escola Técnica Federal de Ouro Preto: um microcosmo da vida social e cultural da cidade. Divinópolis: Universidade do Estado de Minas Gerais, 2010. 158 p. Dissertação, Mestrado em Educação, Cultura e Organizações Sociais, UEMG, 2010.

RIOS, João Bosco. IFMG – Campus Ouro Preto e a cidade: pontos de confluência. In: SILVA, Fabiano Gomes da. (Org.). O ensino técnico entre imagens e memórias institucionais: história, contextos e identidades do IFMG - Campus Ouro Preto (1944-2014). Ouro Preto: Instituto Federal de Minas Gerais, 2015, 172 f.

RODRIGUES, Ana Paula Ribeiro. Ensino Médio Integrado: atualidade do debate em torno do princípio educativo do trabalho. 2014 (Dissertação) Mestrado. Centro Universitário UNA, Instituto de Educação Continuada, Pesquisa e Extensão. Belo Horizonte, Minas Gerais.

ROSA, Alcemir Horácio. Ecos da EPT - A evasão escolar nos cursos técnicos: diagnóstico, números e propostas para o fortalecimento do ensino técnico - Um estudo de caso sobre a realidade do IFPI – Parnaíba.2019 (Dissertação). Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Fortaleza, Ceará.

SAVIANI, Dermeval. Da nova LDB ao novo plano nacional de educação: por uma outra política educacional. Campinas: Autores Associados, 1998.

SANTOS, H. et al. Políticas públicas para a população negra no Brasil. ONU, 1999.

Downloads

Publicado

26/05/2022

Como Citar

VICENTE, C. C.; DE OLIVEIRA, A. P. L. R. Perfil dos alunos do curso técnico integrado em Metalurgia do IFMG/OP: : ações afirmativas como estratégia que auxiliem a permanência e exito discente. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 22, p. e12872, 2022. DOI: 10.15628/rbept.2022.12872. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/12872. Acesso em: 14 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS