A INTEGRAÇÃO CURRICULAR NO CURSO TÉCNICO EM ELETRÔNICA DO INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO, CAMPUS ALCÂNTARA

Sonia Pedroni, Natal Lânia Roque Fernandes

Resumo


O objetivo do presente texto foi refletir sobre a integração curricular nos cursos técnicos integrados ao ensino médio, ofertados pelo IFMA, Campus Alcântara, com base na perspectiva da formação integral. A metodologia utilizada foi análise documental, tendo como fontes documentos legais que orientam a oferta de cursos da Educação Profissional Técnica de nível médio e a Proposta Curricular do Curso Técnico em Eletrônica, do Campus Alcântara. Constatou-se que a proposta curricular explicita a opção pelo currículo integrado e tem uma organização disciplinar que integra os componentes curriculares de formação geral e específica. Embora apresente alguns aspectos contraditórios, pode-se considerar a proposta como importante “travessia” para a formação integral dos trabalhadores.


Palavras-chave


Educação Profissional. Formação integral. Currículo Integrado.

Texto completo:

PDF

Referências


BENFANTTI, X. D.; LEITINHO, M. C. Que tal começarmos pela avaliação? Uma proposta de avaliação para os currículos do ensino médio integrado. In: HOLANDA, Patrícia H. C; LEITINHO, Meirecele C; CUNHA, Gregório M. da (Org.). A avaliação curricular iluminando os caminhos da Educação Profissional. Fortaleza: Edições UFC, 2013.

BRASIL. Decreto nº 2.208/1997. Regulamenta o §2º do art. 36 e os artigos 39 a 42 da Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/D2208.htm. Acesso em: 15 set. 2017.

BRASIL. Decreto nº 5.154/2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5154.htm. Acesso em: 15 set. 2017.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Presidência da República Casa Civil. Brasília, DF, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/Ccivil03/leis/L9394.htm. Acesso em: 15 set. 2017.

BRASIL. Lei nº 11.892 de 29 de dezembro de 2008, que institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Brasília, DF, 2008.

BRASIL. Resolução CNE/CEB nº 6, de 20 de setembro de 2012. Define Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, 21 de setembro de 2012, p. 22. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/com_docman&view=download&alias=11663-rceb006-12-pdf&category_slug=setembro-2012-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 15 set. 2017.

CIAVATTA, M. Formação de professores para educação profissional e tecnológica. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2008, p 17-40.

CIAVATTA, M. A formação integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. In FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise (org.). Ensino Médio Integrado: concepção e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

FRIGOTTO, G. Concepções e mudanças no mundo do trabalho e o ensino médio. In FRIGOTTO, G; CIAVATTA, M; RAMOS, M. (Orgs.). Ensino médio Integrado: concepções e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

FRIGOTTO, G; CIAVATTA, M; RAMOS, M. A gênese do Decreto n. 5.154/2004: um debate no contexto controverso da democracia restrita. In: FRIGOTTO, G; CIAVATTA, M; RAMOS, M (org.). Ensino Médio Integrado: concepção e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

FRIGOTTO, G; CIAVATTA, M; RAMOS, M. O trabalho como princípio educativo no projeto de educação integral de trabalhadores- Excertos. 2005. Disponível em: http://redeescoladegoverno.re.gov.br/upload/13922158390%20TRABALHO%20COMO%20PRINC%%C3%8DPIO%20EDUCATIVO%20NO%20PROJETO. pdf. Acesso em: 05 fev. 2018.

INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO. Plano de Curso Técnico em Eletrônica na forma Subsequente ao Ensino Médio. Alcântara: 2015.

INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO. Projeto Pedagógico Institucional. Aprovado pela Resolução CONSUP/IFMA nº 076/2016. São Luís: [s.n], 2016. Disponível em: https://portal.ifma.edu.br/projeto-pedagogico-institucional-ppi/. Acesso em: 05 fev. 2018.

KUENZER, A. Z. Ensino Médio: construindo uma proposta para os que vivem do trabalho. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

MACHADO, L. Ensino Médio e Técnico com Currículos Integrados: propostas de ação didática para uma relação não fantasiosa. In: MOLL, J. Educação profissional e tecnológica no Brasil contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre: Artmed, 2010.

MOREIRA, A. F. B; CANDAU, V. M. Educação escolar e cultura(as): construindo caminhos. Revista Brasileira de Educação, n. 23, p. 156-168, maio/ago. 2003.

MOURA, D. H. Educação Básica e Educação Profissional e Tecnológica: dualidade histórica e perspectivas de integração. Holos, Ano 23, Vol. 2, 2007.

RAMOS, M. Concepção do Ensino Médio Integrado. In: ARAÚJO, R; TEODORO, E. (Org.). Ensino Médio Integrado no Pará como Política Pública. Belém: SEDUC-PA, 2009, v., p. 144-182.

RAMOS, M. Implicações Políticas e Pedagógicas da EJA integrada à Educação Profissional. Educação & Realidade. Ano jan/abr, 2010. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/es/v31n111/v31n111a09.pdf. Acesso em: 14 abr. 2019.

RAMOS, M. Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado. In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise (org.). Ensino Médio Integrado: concepção e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

SACRISTÁN, J. Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. 3. ed. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

SANTOS, D. Educação e precarização profissionalizante: crítica à integração da escola com o mercado. São Paulo: Instituto Lukács, 2017.

SILVA, T. T. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

TRIVIÑOS, A. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 2008.




DOI: https://doi.org/10.15628/rbept.2020.8587

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

RBEPTISSN 2447-1801 (Eletrônico)

Indexadores: Latindex - DOAJIresie - Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa - BBE – Bibliografia Brasileira de Educação – (Brasil-Cibec/Inep/MEC)  - ERIH PLUS – European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences - Sistema eletrônico de editoração de revistas do IBICT - OasisBr - Portal de Periódicos CAPES/MEC - Diadorim - Sumários.org - LivRe - Catálogo de Periódicos de Livre Acesso - CrossRef -  Google Scholar - WorldCat - Airiti Library - MIAR - Information Matrix for the Analysis of Journals - International Institute of Organized Research (I2OR) - LatinREV - Red Latinoamericana de Revistas Académicas en Ciencias Sociales y Humanidades - Publons - Citefactor