Ensino Médio Integrado e práticas integradoras: caminhos para a formação humana integral

Luzinete Moreira da Silva, Ticiane Gonçalves Sousa de Melo, José Mateus do Nascimento

Resumo


O Ensino Médio Integrado é uma etapa da Educação Básica que a partir do Decreto nº 5.154/2004 retorna à realidade legal brasileira na intenção de integrar a formação humana com a formação profissional garantindo uma formação integral para os sujeitos. Assim, o presente artigo tem como temáticas centrais o Ensino Médio Integrado e as Práticas Pedagógicas Integradoras desenvolvidas a partir da implementação do referido decreto até o ano de 2014. Essa pesquisa possui como objetivo analisar as propostas de práticas pedagógicas integradoras que possibilitam a materialização do Ensino Médio Integrado na conclusão da Educação Básica. Para tanto, desenvolvemos uma pesquisa bibliográfica e utilizamos como referencial teórico o materialismo histórico dialético fazendo uma análise detalhada e crítica sobre o contexto estudado interpretando a realidade e apontando possibilidades de uma formação humana integral. A partir desse estudo foi possível constatar que o Ensino Médio integrado é um desafio e que as práticas pedagógicas podem ou não ser integradoras, dependendo dos objetivos e finalidades com que são desenvolvidas, ou seja, dependendo da visão e do projeto de sociedade em que se acredita e defende.


Palavras-chave


Práticas Pedagógicas; Ensino Médio Integrado; Formação Humana Integral

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Congresso Nacional. Lei Federal nº 9.394. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 20 de dezembro de 1996.

CANDAU, V. M. Rumo a uma nova didática. 6ª ed. Petrópolis,RJ: Vozes, 1994.

FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise. A gênese do Decreto n. 5.154/2004: um debate no contexto controverso da democracia restrita. In: ______. (Org.) Ensino Médio Integrado: concepção e contradições. São Paulo: Cortez, 2005.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Ensino Médio e Técnico profissional: disputa de concepções e precariedade. São Paulo, Jornal Le Monde Diplomatique Brasil. Ano 6, nº 68, março de 2013, p.28-29.

FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria. Perspectivas sociais e políticas da formação de nível médio: avanços e entraves nas suas modalidades. Educ. Soc., Campinas, v. 32, n. 116, set. 2011.

HENGEMÜHLE, ADELAR. Gestão de ensino e práticas pedagógicas. Petrópolis: Vozes, 2004.

KUENZER, Acácia. Da dualidade assumida à dualidade negada: o discurso da flexibilização justifica a inclusão excludente. In: Educ. Soc., Campinas, vol. 28, n. 100 – Especial, p. 1153-1178, out. 2007. Disponível em: .

KUENZER, Acácia. O Ensino Médio no plano nacional de educação 2011-2020: superando a década perdida? In: Educ. Soc., Campinas , v. 31, n. 112, jul-set. 2010.

MARX, Karl. O capital. Coleção Os economistas. São Paulo: Círculo do Livro Ltda,1996.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. O manifesto do Partido Comunista. São Paulo. Editora Boitempo, 1ªed. 1998.

MACHADO, Lucília Regina de Souza. Ensino Médio e técnico com currículos integrados: propostas de ação didática para uma relação não fantasiosa. In: JAQUELINE MOLL & Colaboradores. (Org.). Educação Profissional e tecnológica no Brasil contemporâneo: Desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre, RS: ARTMED, 2009, p.80-95.

MOURA, Dante. Ensino Médio e educação profissional nos anos 2000: movimentos contraditórios. In: _____ (Org.) Produção de conhecimento, políticas públicas e formação docente em educação profissional. Campinas/SP: Mercado das letras, 2013.

PISTRAK. Fundamentos da Escola do Trabalho. São Paulo: Expressão Popular, 2000.

RAMOS, Marise. Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado. In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise. Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. São Paul: Cortez, 2005.

SAVIANI, Dermeval. O choque teórico da politecnia. Educação, Trabalho e Saúde, Rio de Janeiro: EPSJV/FIOCRUZ, v. 1, p. 131-152, 2003.




DOI: https://doi.org/10.15628/rbept.2015.3560

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

RBEPTISSN 2447-1801 (Eletrônico)

Indexação: Latindex - DOAJIresie - Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa - BBE – Bibliografia Brasileira de Educação – (Brasil-Cibec/Inep/MEC)  - ERIH PLUS – European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences - Sistema eletrônico de editoração de revistas do IBICT - OasisBr - Portal de Periódicos CAPES/MEC - Diadorim - Sumários.org - LivRe - Catálogo de Periódicos de Livre Acesso - CrossRef -  Google Scholar - WorldCat - Airiti Library - MIAR - Information Matrix for the Analysis of Journals - International Institute of Organized Research (I2OR) - LatinREV - Red Latinoamericana de Revistas Académicas en Ciencias Sociales y Humanidades - Publons - Citefactor - Scientific Indexing Services (SIS) 

Siga a RBEPT: