EDUCAÇÃO PROFISSIONAL A DISTÂNCIA: HISTÓRICO, ANÁLISE E TENDÊNCIAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2013.3477

Palavras-chave:

Educação a distância, trabalho, toyotismo.

Resumo

Este estudo tem a finalidade de analisar e discutir as possibilidades da educação a distância na educação profissional, face o caráter de desenvolvimento da educação a distância em função de cursos de qualificação para o trabalho. Perpassando pela historicidade da educação profissional, dos modos de produção capitalistas fordista e toyotista e do modelo atual de educação on-line, verifica-se que a educação a distância permite a formação de um aluno flexível, polivalente, a um custo reduzido, gerando economias de escala para as escolas, para uma indústria flexível, exigente e moderna. Ainda, haverá uma tendência de substituição do ensino presencial pelo Blended Learning, através de vídeo-aulas e objetos de aprendizagem on-line, precarizando o trabalho docente, despolitizando os estudantes, submissos ao ideário capitalista de polivalência e qualidade.

Palavras-chave: Educação a distância, trabalho, toyotismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ALVES, Lucineia. Educação a distância: conceitos e histórias no Brasil e no mundo. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância. V. 10, p. 83-92. 2011.

ASSIS, Marta Maria da Silva; PADILHA, Anna Maria Lunardi. Pedagogia da Cooperação: a Cartilha Toyotista na Educação. Revista Linhas, v. 5, n. 2. Piracicaba, 2004. Disponível em: < http://www.periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/viewFile/1221/1035 > Acesso em: 30 março de 2013.

BRASIL. Decreto nº 5.154 de 23 de julho de 2004: Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências. Diário Oficial da União, 26 de Julho de 2004.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação profissional e capitalismo dependente: o enigma da falta e sobra de profissionais qualificados. Trabalho, Educação e Saúde, v.5, n.3, p.521-536. Novembro de 2007.

FUTATA, Marli Delmonico de Araújo. Breve análise sobre o toyotismo: modelo japonês de produção. Revista espaço acadêmico, Nº 47, Abril de 2005. Disponível em: <http://www.espacoacademico.com.br/047/47cfutata.htm> Acesso em 18/09/2012.

GADOTTI, Moacir. Educação e poder: introdução à pedagogia do conflito. Editora Cortez. São Paulo, 1982.

GADOTTI, Moacir. Trabalho e educação numa perspectiva emancipatória. II fórum mundial de educação profissional e tecnológica. Florianópolis. Junho de 2012. Disponível em: < http://2sitefmept.ifsc.edu.br/ > Acesso em: 02 de dezembro de 2012.

HJELTNES, Tor Atle. HANSSON, Borje. Cost effectiveness and cost efficiency in e-learning. Faculdade de Tecnologia da Informação e Aprendizagem on-line da Universidade de Sor-Trondelag. Noruega, 2005.

KUENZER, Acacia Zeneida. Reforma da educação profissional ou ajuste ao regime de acumulação flexível? Trabalho, Educação e Saúde, v.5, n.3, p.491-508. Novembro de 2007.

LAPA, Andrea; PRETTO, Nelson de Luca. Educação a Distância e Precarização do Trabalho Docente. Em Aberto, Brasília, n.84, novembro de 2010.

MATTAR, João. Guia de Educação a Distância. Cengage Learning: São Paulo, 2011.

OHNO, Taiichi. O sistema Toyota de produção: além da produção em larga escala. 1 ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

O'LOONEY, John. Redesigning the work of education. The Phi Delta Kappan, 1993. v. 74, n. 5, p. 375-381. Disponível em: <http://www.jstor.org/ > Acesso em: 09 de junho de 2013.

PASSOS, Carlos Roberto Martins; NOGAMI, Otto. Princípios de Economia. 5 ed. Cengage Learning, São Paulo, 2011.

SLACK, Nigel, et al. Administração da produção. 3. ed. Editora Atlas. São Paulo, 2009.

STÊNICO, Joselaine Andréia de Godoy; SILVA, Joyce Mary Adam de Paula. Educação Profissional Brasileira: análises, discussões e tendências. Revista Espacios, v. 35, n. 12, p. 1-8, 2014.

Downloads

Publicado

2016-04-04

Como Citar

MACEDO, M. G. M. de. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL A DISTÂNCIA: HISTÓRICO, ANÁLISE E TENDÊNCIAS. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 6, p. 2–8, 2016. DOI: 10.15628/rbept.2013.3477. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/3477. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS