Concepções dos docentes de um curso técnico integrado ao ensino médio do IFSP sobre a integração curricular

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2022.11642

Palavras-chave:

ensino médio integrado, formação integrada, educação profissional

Resumo

O ensino médio integrado pode propiciar ao estudante a educação básica e a formação profissional e, quando articuladas com ciência, cultura, tecnologia e política, a formação se torna completa e emancipadora. Investigou-se, por meio de entrevistas semiestruturadas, quais são as concepções que os docentes do curso Técnico em Alimentos Integrado ao Ensino Médio do IFSP Barretos possuem sobre a formação integrada, questionando aos participantes sobre as propostas que conhecem, suas perspectivas e as dificuldades para efetivar a integração curricular com os princípios da formação humana. De forma geral, relataram que é preciso formação docente sobre os princípios e possibilidades para que possam ter condições de implementar o currículo integrado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Alessandra Vetorelli Pereira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP)

Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos e Mestra em Educação Profissional e Tecnológica pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo. Desde 2015, técnica de laboratório de biologia no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Câmpus Barretos.

Márcio José dos Reis, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP)

Márcio J. dos Reis, graduado em Bacharelado e Licenciatura em Química, Mestre e Doutor em Ciências, pela Universidade de São Paulo. Desde 2015, professor no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Câmpus Sertãozinho.

Rodrigo Yamakami Camilo, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP)

Graduado em Bacharelado e Licenciatura em Ciências Biológicas, Mestre e Doutor em Ciências, pela Universidade Federal de São Carlos. Desde 2012, professor no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Câmpus Barretos.

Referências

ARAUJO, Adilson, C.; SILVA, Claudio, N. Ensino Médio Integrado: uma formação humana, para uma sociedade mais humana. In: ARAUJO, C. A.; SILVA, C.N.N. Ensino Médio Integrado no Brasil: Fundamentos, Práticas e Desafios (Orgs.). Brasília, Ed. IFB, 2017.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 29 dez. 2008.

CIAVATTA, Maria. A formação integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. In: FRIGOTTO, G.; RAMOS, M.; CIAVATTA, M. (Org.). Ensino Médio Integrado: concepção e contradições. São Paulo: Ed. Cortez, 2005. p. 83-105.

CORRÊA, Hugo Emmanuel da Rosa; FIORUCCI, Rodolfo.; PAIXÃO, Sergio Vale da (Org.). Currículo Inovador: Experiências didáticas no IFPR Jacarezinho. Curitiba: Editora IFPR, 2018.

FERRETI, Celso João. Problemas institucionais e pedagógicos na implantação da reforma curricular da educação profissional técnica de nível médio no IFSP. 2011. Em Educ. Soc., Campinas, v. 32, n. 116, p. 789-806, jul.-set. 2011. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-73302011000300010&script=sci_abstract&tlng=pt acesso em 20-10-2020.

FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise (Org.). Ensino Médio integrado: concepções e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A relação da educação profissional e tecnológica com a universalização da educação básica. In: MOLL, Jaqueline. Educação profissional e tecnológica no Brasil contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre: Artmed, 2010.

KULLER, José Antonio; MORAES, Francisco de. Experiências nacionais e internacionais de currículo integrado de Ensino Médio. Em REGATIERI, Marilza & CASTRO, Jane Margareth (orgs.) Currículo integrado para o Ensino Médio: das normas à prática transformadora. Brasília: Unesco, 2013.

MINAYO, M.C. de S. et al. Pesquisa social: Teoria, Método e Criatividade. 21ª Edição. Petrópolis: Editora Vozes, 2002.

MORAES, Fransciso de; Kuller, José Antônio. Currículos Integrados no Ensino Médio e na Educação Profissional: Desafios, Experiências e Propostas. São Paulo, Editora Senac São Paulo, 2016.

PIUNTI, Juliana.; SOUZA, Altamiro, X., HORTA, Patrícia. Integração Curricular Organizada por “Células” em “Trilhas Formativas”: Uma Experiência de Criação Colaborativa. In: ARAUJO, C. A.; SILVA, C.N.N. Ensino Médio Integrado no Brasil: Fundamentos, Práticas e Desafios (Orgs.). Brasília, Ed. IFB, 2017.

RAMOS, Marise Nogueira. História e política da educação profissional. Coleção formação pedagógica; v. 5. Curitiba, Instituto Federal do Paraná, 2014.

RAMOS, Marise Nogueira. Concepção do Ensino Médio integrado. Em: Concepção de Ensino Médio Integrado à Educação Profissional. Secretaria de Educação do Estado do Paraná, 2008.

SOBRINHO, Sidinei Cruz. Diretrizes Institucionais e a perspectiva da integração curricular no IF Farroupilha. Em: Ensino Médio Integrado no Brasil: Fundamentos, Práticas e Desafios. Adilson Cesar Araújo e Cláudio Nei Nascimento da Silva (orgs.) - Brasília: Ed. IFB, 2017.

Downloads

Publicado

11/02/2022

Como Citar

PEREIRA, A. V.; DOS REIS, M. J.; CAMILO, R. Y. Concepções dos docentes de um curso técnico integrado ao ensino médio do IFSP sobre a integração curricular. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 22, p. e11642, 2022. DOI: 10.15628/rbept.2022.11642. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/11642. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.