UM EXCURSO SOBRE AS CATEGORIAS EDUCAÇÃO E TRABALHO NO PENSAMENTO DE ISTVÁN MÉSZÁROS: CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2020.9827

Palavras-chave:

Educação. Trabalho. Educação Profissional.

Resumo

A Educação Profissional situa-se na convergência entre os eixos educação e trabalho. Tal convergência não prescinde de aportes teóricos robustos e posicionados politicamente. Neste sentido, o presente trabalho, de natureza bibliográfica propõe uma reflexão sobre a incidência de fenômenos econômicos e produtivos na educação, considerando o pensamento de István Mészáros, com ênfase no exposto em seu Educação para Além do Capital. O estudo das categorias educação e trabalho nesta obra revela ser impossível uma ação verdadeiramente democrática em uma sociedade que domina hierarquicamente o trabalho e tem regras sobre os sistemas educativos que são impostas por personificações do capital. Apenas uma educação com compromisso revolucionário pode romper com a ordem social vigente e superar a reprodução social e econômica, o que se dará com a reestruturação social, reformulação do ensino, das práticas educativas – que estão imbricadas à dimensão ontológica do trabalho e, por fim, da “própria maneira de ser” dos humanos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Loryne Viana Oliveira, Insituto Federal de Brasília

Doutoranda em Política Científica e Tecnológica pela Unicamp. Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica pelo Instituto Federal de Goiás. Licenciatura em Filosofia pela Universidade de Brasília. Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB, desde 2014, atualmente em exercício no Campus Estrutural.

Referências

ANTUNES, R. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 1999.

BRAVERMAN, H. Trabalho e Capital Monopolista: a degradação do trabalho no séc. XX. Rio de Janeiro: Zahar, 1980.

FLEURY, A.; VARGAS, N. Organização do Trabalho. São Paulo: Atlas, 1983.

FREIRE, P. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

FREIRE, P. Política e educação: ensaios. São Paulo: Cortez, 2001.

GRAMSCI, A. A formação dos intelectuais. Rio de Janeiro: Achiamé, 2013.

LUKÁCS. G. The Ontology of Social Being: Labour. Londres: Merlin Press, 1980.

MARX, K. Manuscritos econômico-filosóficos. São Paulo: Boitempo, 2010.

MARX, K. O Capital. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

MÉSZÁROS, I. A educação para além do capital. São Paulo: Boitempo, 2005.

MÉSZÁROS, I. A teoria da alienação em Marx. São Paulo: Boitempo, 2006.

MÉSZÁROS, I. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. São Paulo: Boitempo, 2011.

MORGAN, G. Imagens da Organização. São Paulo: Atlas, 1995.

SAVIANI, D. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, v. 12, n. 34, p. 152-165, abr. 2007. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n34/a12v1234.pdf>. Acesso em: 01 jun. 2020. VÁZQUEZ, A.S. Filosofia da Práxis. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

Downloads

Publicado

27/06/2020

Como Citar

OLIVEIRA, L. V. UM EXCURSO SOBRE AS CATEGORIAS EDUCAÇÃO E TRABALHO NO PENSAMENTO DE ISTVÁN MÉSZÁROS: CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 2, n. 19, p. e9827, 2020. DOI: 10.15628/rbept.2020.9827. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/9827. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.