EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: POSSIBILIDADES PARA OS CURSOS DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL – IFMS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2020.9660

Palavras-chave:

Educação Física. Educação Profissional. Ensino Médio Integrado. Cultura Corporal de Movimento.

Resumo

O presente artigo foi desenvolvido a partir das experiências como professor nos Institutos Federais de Educação pelos quais passamos. O principal objetivo é discutir as possibilidades do ensino da Educação Física Escolar dentro dos currículos dos cursos de Ensino Médio Integrado no Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS). A pesquisa é de natureza qualitativa e descritiva, sob a ótica dos Projetos Pedagógicos dos cursos desta modalidade na instituição pesquisada, além de produções científicas correlatas. Observamos que a Cultura Corporal de Movimento fundamenta a disciplina Educação Física nos currículos do IFMS, esta que ainda carece de uma estruturação epistemológica quando se trata da Educação Física voltada para cursos de Ensino Médio Integrado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Tiago Amaral Silva, Instituto Federal do Paraná - IFPR

Licenciado em Educação Física - UEG 2007; Especialista em Educação; Especialista em Educação Física Escolar; Mestre em Educação - UNIOESTE (2015).

Referências

BOSCATTO, J. D.; DARIDO, S. C. A educação física no ensino médio integrado à educação profissional e tecnológica: percepções curriculares. Revista Pensar a Prática, Goiânia, v. 20, n.1, jan/mar. 2017.

BRASIL. Casa Civil. Decreto nº 5.154 de 23 de julho de 2004. Brasília: publicada em 23 de julho de 2004. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5154.htm. Acesso em: 23 fev. 2020.

BRASIL. Casa Civil. Lei nº 11.892 de 29 de dezembro de 2008. Brasília: publicada em 29 de dezembro 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11892.htm. Acesso em: 23 fev. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 870, de 16 de julho de 2008. Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. Brasília: Ministério da Educação, 2008b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/novembro-2017-pdf/77451-cnct-3a-edicao-pdf-1/file. Acesso em: 23 fev. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução nº 06 de setembro de 2012. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio. Brasília: Ministério da Educação, 2012. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=11663-rceb006-12-pdf&category_slug=setembro-2012-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 23 fev. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: Ministério da Educação, 1961. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1960-1969/lei-4024-20-dezembro-1961-353722-normaatualizada-pl.html . Acesso em: 23 fev. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 5.692, de 11 de agosto de 1971. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: Ministério da Educação, 1971. Disponível em: https://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/128525/lei-de-diretrizes-e-base-de-1971-lei-5692-71 . Acesso em: 23 fev. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: Ministério da Educação, 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Plataforma Nilo Peçanha. Base de dados 2017. Brasília: Ministério da Educação, 2017. Disponível em: plataformanilopecanha.org. Acesso em: 15 de ago. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Curricular Comum do Ensino Médio (BNCC). Brasília: Ministério da Educação, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/ . Acesso em: 23 fev. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. INEP. Censo escolar 2019. Brasília: Ministério da Educação, 2019. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/indicadores-educacionais. Acesso em: 23 fev. 2020.

CARVALHO, R. M. A. A cultura corporal como concepção que organiza a educação física e caracteriza o escolar. Revista Teias, Rio de Janeiro, v. 18, n. 49, abr/jun. 2017. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistateias/article/viewFile/24933/20965 . Acesso em: 16 mar. 2020.

CIAVATTA, M. A formação integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. In.: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. (Orgs.). Ensino médio integrado: concepções e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

DAOLIO, J. Educação Física Brasileira: Autores e atores da década de 1980. Campinas: Papirus, 1998.

DARIDO, S. C.; RANGEL, I. C. A. Educação Física na escola: Implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.

FERREIRA, E. B.; GARCIA, S. R. O. O ensino médio integrado à educação profissional: um projeto em construção nos estados do Espírito Santo e do Paraná. In.: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. (Orgs.). Ensino médio integrado: concepções e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. (Orgs.). Ensino médio integrado: concepções e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

FRIGOTTO, G. Concepções e mudanças no mundo do trabalho e o ensino médio. In.: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. (Orgs.). Ensino médio integrado: concepções e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

IFMS. Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul. Projeto Pedagógico de Curso. PPC do curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrado em Agricultura do campus Naviraí. Naviraí - MS, 2017. Disponível em: http://www.ifms.edu.br/campi/campus-navirai/cursos/integrado/agricultura. Acesso em: 27 ago. 2018.

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. 6. ed. Ijuí: UNIJUÍ, 2004.

LOPES, J. P. M. O componente curricular de arte/música na educação profissional: a visão do docente a respeito do currículo dos cursos técnicos integrados ao ensino médio dos institutos federais. Tese (tese doutorado em música) - Programa de Pós-Graduação em Música do Centro de Letras e Artes – UNIRIO. Rio de Janeiro, p. 54, 2018.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MARTINS, J. A pesquisa qualitativa. In.: FAZENDA, I. (Org.). Metodologia da pesquisa educacional. 12. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

MARX, K. O capital: crítica da economia política. Livro I: O processo de produção do capital. Tradução de Rubens Enderle. São Paulo: Boitempo, 2013.

OLIVEIRA, V. M. O que é Educação Física. 19. ed. São Paulo: Brasiliense, 2011.

RAMOS, M. Concepção do ensino médio integrado. In: SEED-PR. Concepção de ensino médio integrado à educação profissional. Curitiba, 2008. Disponível em: https://tecnicadmiwj.files.wordpress.com/2008/09/

texto-concepcao-do-ensino-medio-integrado-marise-ramos1.pdf. Acesso em: 12 jun. 2018.

SOARES, C. L. Educação física no Brasil: raízes europeias e Brasil. 3. ed. Campinas: Autores associados, 2004.

SOARES, C. L. et al. Metodologia do ensino da educação física. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

Downloads

Publicado

30/05/2020

Como Citar

SILVA, T. A. EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: POSSIBILIDADES PARA OS CURSOS DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL – IFMS. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 2, n. 19, p. e9660, 2020. DOI: 10.15628/rbept.2020.9660. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/9660. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS