A PRÁTICA PROFISSIONAL DO CURSO TÉCNICO EM ALIMENTOS DA UEMA: POTENCIALIZANDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

Ilka Márcia Ribeiro de Souza Serra, Eliza Flora Muniz Araujo

Resumo


As novas tecnologias e a internet a cada dia abrem novas possibilidades e desafios pedagógicos para o processo ensino-aprendizagem. Hoje é possível socializar o desenvolvimento da Prática Profissional num Ambiente Virtual de Aprendizagem de forma colaborativa.A Prática Profissional vivenciada no Curso Técnico em Alimentos da Universidade Estadual do Maranhão se apresenta como um componente desafiador e facilitador da aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de habilidades, fazendo com que os trabalhadores possam enfrentar cada vez mais situações profissionais dinâmicas e complexas.  O objetivo principal desta pesquisa foi identificar a aplicabilidade das estratégias metodológicas adotadas na Prática Profissional, incluindo o uso das ferramentas tecnológicas para a eficácia do processo ensino-aprendizagem, e, consequentemente, potencializar a vivência da prática com vistas a atuação eficiente do aprendiz no mundo do trabalho. O estudo realizado utilizou metodologia de natureza quali-quantitativa com alunos e tutores do Curso Técnico em Alimentos, ofertado na modalidade a distância, na forma subsequente.  Os resultados apresentados tanto por parte dos alunos quanto dos tutores, apontaram a importância do Ambiente Virtual de Aprendizagem como uma ferramenta inovadora, que propicia a interação das pessoas não apenas em um ambiente físico, mas também on-line, contribuindo dessa forma para o fortalecimento das relações interpessoais. 



Palavras-chave


Educação a Distância, Ambiente Virtual de Aprendizagem, Prática Profissional, Recursos Tecnológicos.

Texto completo:

PDF

Referências


ARETIO, Lorenzo Garcia. Educación a distancia hoy. Madrid: UNED, 1994.

BATES, Tony. Educar na Era Digital: design, ensino e aprendizagem. Tradução de Teaching in a Digital Age: guidelines for designing teaching and learning de Anthony Willian (Tony) Bates. Artesanato Educacional: São Paulo, 2016 (Coleção Tecnologia Educacional).

BERNARDINO, H.S. A tutoria na EaD: os papéis, as competências e a relevância do tutor. Paidéi@ - Revista Científica de Educação a Distância. v. 2, n. 4, jul. 2011. Disponível em < https://www.researchgate.net/publication/293824876 >. Acesso em: 22 dez. 2017.

BITTAR, M. A abordagem instrumental para o estudo da integração da tecnologia na prática pedagógica do professor de matemática. Educar em Revista. Curitiba, v.1, p.157 – 171, 2011.

BELINE, Willian; SALVI, Rosana Figueiredo. EAD e Software Livre - desafios para a transformação social. In: CIQEAD - Congresso Internacional de Qualidade em EAD, São Leopoldo, 2005.

CANDAU, V. M. A Didática em Questão. Editora Vozes: Petrópolis, 2012.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R. da. Metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas, SP: Papirus, 2003.

MORAN. José Manuel. Os novos espaços de atuação do professor com as tecnologias. Texto publicado nos anais do 12º Endipe – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino, in ROMANOWSKI, Joana Paulin et al (Orgs). Conhecimento local e conhecimento universal: Diversidade, mídias e tecnologias na educação. vol 2, Curitiba, Champagnat, 2004, páginas 245-253. Disponível em: < http://www.ufrgs.br/nucleoead/documentos/moranOsnovos.htm> Acesso em: 20 mai. 2016.

OLIVEIRA, E. G. Educação a distância na transição pragmática. Campinas, SP: Papirus, 2006. Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico).

PACHECO, E. M.; MORIGI, V. (Org.). Ensino Técnico, Formação Profissional e Cidadania: a revolução da Educação Profissional e Tecnológica no Brasil. Porto Alegre: Tekne, 2012.

PRETI, O. Produção de material didático impresso: orientações técnicas e pedagógicas. Cuiabá: UAB/UFMT, 2010.

SANTOS, Edméa. Educação online para além da EAD: um fenômeno da cibercultura. In: SILVA, Marco; PESCE, Lucila; ZUIN, Antônio (ORGs). Educação Online: cenário, formação e questões didático-metodológicas. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2010.

SANTOS, Júlio. Mudanças Fundamentais na Educação. In: BATES (TONY) A.W. (Org). Educar na era digital: design, ensino e aprendizagem. São Paulo: Artesanato Educacional, 2016.

SOARES, E. M. D. S; VALENTINI, C. B.; RECH, J. Convivência e aprendizagem em ambientes virtuais: uma reflexão a partir da biologia do conhecer. Educação e Revista. v. 27, n. 3.Belo Horizonte dez.2011. Disponível em < http://dx.doi.org/10.1590/S0102-46982011000300003 >. Acesso em: 22 dez. 2017.

TORI, Romero. Educação sem distância: as tecnologias interativas na redução de distâncias em ensino e aprendizagem. 2. ed. São Paulo: Artesanato Educacional, 2017.

UEMA. Referenciais para os Cursos Técnicos da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA: Rede e-Tec Brasil (Manual). Maranhão -São Luís: UEMA, 2013.




DOI: https://doi.org/10.15628/rbept.2018.7016

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

RBEPTISSN 2447-1801 (Eletrônico)

Indexação: Latindex - DOAJIresie - Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa - BBE – Bibliografia Brasileira de Educação – (Brasil-Cibec/Inep/MEC)  - ERIH PLUS – European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences - Sistema eletrônico de editoração de revistas do IBICT - OasisBr - Portal de Periódicos CAPES/MEC - Diadorim - Sumários.org - LivRe - Catálogo de Periódicos de Livre Acesso - CrossRef -  Google Scholar - WorldCat - Airiti Library - MIAR - Information Matrix for the Analysis of Journals - International Institute of Organized Research (I2OR) - LatinREV - Red Latinoamericana de Revistas Académicas en Ciencias Sociales y Humanidades - Publons - Citefactor - Scientific Indexing Services (SIS) 

Siga a RBEPT: