LICENCIATURAS NOS INSTITUTOS FEDERAIS: ASPECTOS PARA DISCUSSÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2016.3493

Palavras-chave:

formação docente, educação profissional, ensino médio integrado.

Resumo

Este texto apresenta resultados parciais de estudo sobre os cursos de licenciatura em Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. O estudo tem por objetivo compreender aspectos desses cursos quanto à condição de se eles contemplam ou não a docência para o ensino médio integrado, ou seja, na educação profissional integrada ao ensino médio. Além disso, aborda-se a natureza da oferta em questão, ou seja, se ela privilegia a docência das disciplinas acadêmicas ou das disciplinas técnicas. Os resultados parciais já obtidos, pela análise dos projetos político-pedagógicos de cursos dos Institutos Federais de Minas Gerais, sinalizam que, a despeito da oferta de ensino integrado nos Institutos e de alguns dos projetos mencionarem a intenção de formar professores para atuarem no integrado, os currículos analisados não contemplariam essa formação. Corrobora-se ainda o fato de que essas instituições continuam privilegiando as licenciaturas para as disciplinas científicas, apesar de serem instituições prioritariamente de educação profissional. Confirma-se, também, a continuidade da não exigência de requisitos legais de formação docente para atuação nas disciplinas técnicas da educação profissional de nível médio, mesmo considerando que essa modalidade de ensino situa-se no âmbito da educação básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Bruna Mendes Oliveira, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Licenciada em Ciências Biológicas (2009) pelo Instituto Federal do Norte de Minas Gerais.

Mestranda em Educação Tecnológica pelo CEFET-MG.

Maria Rita Neto Sales Oliveira, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Professora titular aposentada da UFMG e professora titular do CEFET-MG (Departamento de Pós-Graduação; área Educação Tecnológica).

Referências

ARAÚJO, R. M. L.; RODRIGUES, D. S.; SILVA, G. P. Ensino integrado como projeto político de transformação social. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v.23, n.1, p.161-186, jan./abril 2014.

BRASIL. Lei n. 9.394/1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: MEC/SEF, 1996. Disponível em < http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/ldb.pdf> Acesso em 20 out. 2014.

BRASIL. CNE/CP. Resolução CNE/CP n. 1/2002. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília: MEC, 2002. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_02.pdf> Acesso em 26 dez. 2014.

_______. Decreto n. 5.154/2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências. Brasília: MEC, 2004a. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5154.htm> Acesso em 12 dez. 2014.

BRASIL. MEC/SETEC. Proposta em discussão: políticas para a educação profissional e tecnológica. Brasília: MEC/SETEC, 2004b.

BRASIL. Lei n. 11.892/2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Brasília: MEC, 2008a. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato20072010/2008/lei/l11892.htm> Acesso em 08 jan. 2013.

_______. Lei n. 11.741/2008. Altera dispositivos da Lei n. 9.394/1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para redimensionar, institucionalizar e integrar as ações da educação profissional. Brasília: MEC, 2008b. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11741.htm> Acesso em: 20 out. 2014.

BRASIL. CNE/CP. Resolução CNE/CP n. 2/2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Brasília: MEC, 2015. Disponível em < http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=17719-res-cne-cp-002-03072015&category_slug=julho-2015-pdf&Itemid=30192> Acesso em 22 jul. 2015.

CIAVATTA, M. A formação integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e identidade. In: FRIGOTTO, G; CIAVATTA; M.; RAMOS, M. (Orgs.) Ensino médio integrado: concepções e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012, p.83- 106.

_______. O Ensino integrado, a politecnia e a educação omnilateral. Por que lutamos? Revista Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v.23, n.1, p.187-205, jan./abril 2014.

FRIGOTTO, G; CIAVATTA, M; RAMOS, M. A gênese do Decreto n. 5.154/2004: um debate no contexto da democracia restrita. In: FRIGOTTO, G; CIAVATTA; M.; RAMOS, M. (Orgs.) Ensino médio integrado: concepções e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012, p.21-56.

LIMA, F. B. G. A formação de professores nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia: um estudo da concepção política. 2012. 282f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília-DF, 2012.

LIMA, F. B. G.; SILVA, K. A. C. P. C. As licenciaturas nos Institutos Federais: concepções e pressupostos. In: ENCONTRO ESTADUAL DE DIDÁTICA E PRÁTICA DE ENSINO, 4, 2011, Goiânia. Anais do IV Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino. Disponível em <http://www.ceped.ueg.br/anais/ivedipe/pdfs/didatica/co/40-164-2-SP.pdf> Acesso em 20 de junho de 2011.

MACHADO, L. R. S. Diferenciais inovadores na formação de professores para a educação profissional. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, Brasília, v.1, n.1, p.8-22, jun. 2008.

MOURA, D. H. A formação docente para a educação profissional tecnológica. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, Brasília, v.1, n.1, p.23-28, jun. 2008.

OLIVEIRA, B. M. Evasão nos cursos de licenciatura do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais – Campus Salinas. 2013. 99f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas) – Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, Salinas-MG, 2013.

OLIVEIRA, M. R. N.; BURNIER, S. Perfil das licenciaturas nos institutos federais de educação, ciência e tecnologia. In: CUNHA, D. M. et al. (Orgs.). Formação/profissionalização de professores e formação profissional e tecnológica: fundamentos e reflexões contemporâneas. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2013, p.145-166.

PENA, G. A. C. Docência na educação profissional e tecnológica: conhecimentos, práticas e desafios de professores de cursos técnicos na rede federal. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte - MG, 2014.

RAMOS, M. Concepção de ensino médio integrado. 2008. Disponível em: <http://www.nre.seed.pr.gov.br/assischateaubriand/arquivos/File/curriculo_integrado.pdf> Acesso em 03 set. 2013.

_______. Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado. In: FRIGOTTO, G; CIAVATTA; M.; RAMOS, M. (Orgs.). Ensino médio integrado: concepções e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012, p.107-128.

RAMOS, M. Filosofia da práxis e práticas pedagógicas de formação de trabalhadores. Revista Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v.23, n.1, p.207-218, jan./abril 2014.

SAVIANI, D. O choque teórico da politecnica. Trabalho, educação e saúde, Rio de Janeiro, v.1, n.1, p.131-152, 2003.

Downloads

Publicado

15/06/2016

Como Citar

OLIVEIRA, B. M.; OLIVEIRA, M. R. N. S. LICENCIATURAS NOS INSTITUTOS FEDERAIS: ASPECTOS PARA DISCUSSÃO. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 1, n. 10, p. 22–33, 2016. DOI: 10.15628/rbept.2016.3493. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/3493. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.