Um repensar sobre a formação do técnico de Enfermagem

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/rbept.2021.10559

Palavras-chave:

Técnico em Enfermagem, Formação Profissional em Saúde, Qualificação Profissional em Saúde.

Resumo

Trata-se de revisão narrativa acerca da formação, aperfeiçoamento do Técnico de enfermagem (TE) com base na Política Nacional de Educação Permanente e demais dispositivos normativos. E os pontos identificados foram: o perfil do TE para cenário atual e futuro; breve levantamento legislativo e histórico; reavaliação das referenciais curriculares; relações e processos didáticos de ensino e aprendizagem e fiscalização das instituições de ensino e concedentes de estágio. Superar os novos desafios, encontrando soluções para velhos problemas relacionados a qualidade dos itinerários formativos pode ser alcançado através de severa fiscalização e cooperação técnica entre secretarias de educação e conselhos de Enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Úrsula Pérsia Paulo dos Santos, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - Cefet/RJ

Mestranda do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional e Sistemas Produtivos – CEFET/RJ. Especialista em Enfermagem em Saúde do Adolescente – HUPE/UERJ. Bacharel em enfermagem - FEN/UERJ. Professora do CEFET/RJ (Curso de Enfermagem)

Júlio César Santos da Silva, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - Cefet/RJ

Doutor em Enfermagem – UFRJ. Mestre em Enfermagem – UFRJ. Especialização em Enfermagem em Emergência – UFF. Enfermeiro. Professor do CEFET/RJ (Curso de Enfermagem)

Cristiane Rosa Magalhães, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - Cefet/RJ

Doutora em Neuroimuologia - UFF. Mestre em Neuroimuologia  - UFF.  Bacharel e Licenciatura Enfermagem - UFF.  Professora do CEFET/RJ (Curso de Enfermagem). 

José André Villas Boas Mello, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - Cefet/RJ

Doutor em Engenharia de Transportes – UFRJ. Mestre em Engenharia de Produção – UFRJ. Bacharel em Ciências econômicas. Professor do CEFET/RJ.

Fernanda Zerbinato Bispo Velasco, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - Cefet/RJ

Mestre em Educação Profissional pela EPSJV/FIOCRUZ. Bacharelado e licenciatura em Enfermagem - UFF.  Professora do CEFET/RJ (Curso Técnico de Enfermagem)

Marcela dos Santos Ferreira, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - Cefet/RJ

Mestre em Educação Profissional pela EPSJV/FIOCRUZ. Bacharel em Enfermagem - UFF.  Professora do CEFET/RJ (Curso Técnico de Enfermagem)

Referências

ALMEIDA, Marco Antonio Bettine de; GUTIERREZ, Gustavo Luis; MARQUES, Renato. Qualidade de vida: definição, conceitos e interfaces com outras áreas de pesquisa. São Paulo: EACH/USP, 2012. Disponível em: http://each.uspnet.usp.br/edicoes-each/qualidade_vida.pdf. Acesso em: 02 maio 2021.

ARAÚJO, Ana Carla Aquino de; VASCONCELOS, Selene Cordeiro; PALITOT, Esther Bastos. Qualidade de vida em idosos com psoríase: revisão integrativa. In: Congresso Internacional de Envelhecimento Humano: Envelhecimento Humano no Século XXI: atuações efetivas na promoção da saúde e políticas sociais, 6, 2019, Paraíba. Anais eletrônicos [...]. Paraíba: Editora Realize, 2019. Disponível em: https://editorarealize.com.br/revistas/cieh/trabalhos/TRABALHO_EV125_MD1_SA2_ID691_26052019201029.pdf. Acesso em: 01 maio 2021.

BERTOTTI, Mirian De Oliveira; SIMÕES, Robson Fonseca. Pacto pelo ensino médio e currículo: reflexões a partir dos cadernos de formação e relatório final do PNEM Rondônia. Revista Produção e Desenvolvimento, Rio de Janeiro, v. 2, n. 2, p. 1-10, maio/ago. 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/329241055_Pacto_pelo_ensino_medio_e_curriculo_reflexoes_a_partir_dos_cadernos_de_formacao_e_relatorio_final_do_PNEM_Rondonia/fulltext/5c6870c192851c1c9de5b7a9/Pacto-pelo-ensino-medio-e-curriculo-reflexoes-a-partir-dos-cadernos-de-formacao-e-relatorio-final-do-PNEM-Rondonia.pdf. Acesso em: 02 maio 2021.

BRASIL. Decreto nº 9.810, de 30 de maio de 2019. Institui a Política Nacional de Desenvolvimento Regional. Diário Oficial da União: seção 1, edição extra, Brasília, DF, ano 157, n. 103-A, p. 6. 30 maio 2019. Disponível em: https://www.in.gov.br/web/dou/-/decreto-n-9810-de-30-de-maio-de-2019-148360000. Acesso em: 02 maio 2021.

BRASIL. Lei nº 5.905/73, de 12 de julho de 1973. Dispõe sobre a criação dos Conselhos Federal e Regionais de Enfermagem e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 133, n. 1, p. 6825, 13 jul. 1973. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L5905.htm. Acesso 14 set. 2019.

BRASIL. Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986. Dispõe sobre a regulamentação do exercício da Enfermagem e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 124, n. 119, p. 9275-9279, 26 jun.1986. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7498.htm. Acesso em: 2 maio 2021.

BRASIL. Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 128, n. 182, p. 1055-1059, 20 set. 1990. Disponível em: Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8080.htm. Acesso em: 2 maio 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica Educação profissional. Referenciais curriculares da educação profissional de nível técnico – área profissionais: saúde. Brasília: Ministério da Educação, 2000a. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/saud.pdf. Acesso em: 02 maio 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica Educação profissional. Referenciais curriculares da educação profissional de nível técnico – Introdução. Brasília: Ministério da Educação, 2000b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/introduc.pdf. Acesso em: 02 maio 2021.

BRASIL. Portaria nº 198/GM/MS, de 13 de fevereiro de 2004. Institui a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde como estratégia do Sistema Único de Saúde para a formação e o desenvolvimento de trabalhadores para o setor e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 141, n. 32, p. 37-41, 13 fev. 2004. Disponível em: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/1832.pdf. Acesso em: 02 maio 2021.

BRASIL. Portaria nº 1.996, de 20 de agosto de 2007. Dispõe sobre as diretrizes para a implementação da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 144, n. 162, p. 34-38, 20 ago. 2007. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2007/prt1996_20_08_2007.html. Acesso em: 02 maio 2021.

BRASIL. DATASUS – Departamento de Informática do SUS. Informações de Saúde (TABNET). CNES - Recursos Humanos - Profissionais - Indivíduos - Segundo CBO 2002 – Brasil. 2021 Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?cnes/cnv/prid02br.def. Acesso em: 01 maio 2021.

CAMARGO, Rosangela Andrade Aukar de et al. A. Avaliação da formação do técnico de enfermagem por enfermeiros da prática hospitalar. Revista Mineira de Enfermagem, Belo Horizonte, v. 19, n. 4, p. 951-957, out./dez. 2015. Disponível em: http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/1052. Acesso em 06 out. 2019.

CARVALHO, Claudia Regina Rosal et al. Desenvolvimento regional e a distribuição dos serviços públicos de saúde em Goiás por municípios sede. Desenvolvimento Regional em debate, [s. l.], v. 8, n. 1, p. 142-163, mar. 2018. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6717272. Acesso em: 06 out. 2019.

CHECOM, Daiane de Carvalho; GOMES, Geni Col. A influência da dança na melhoria da Qualidade de vida do idoso. Revista UNINGÁ Review, [S.l.], v. 24, n. 2, p. 72-77, nov. 2015. Disponível em: http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/1703. Acesso em: 06 out. 2019.

CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM. Código de ética dos profissionais de enfermagem. Anexo. Brasília, DF: 2007. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/wp-content/uploads/2012/03/resolucao_311_anexo.pdf. Acesso em: 09 ago. 2019.

CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM. Manual de Fiscalização do COFEN/ Conselhos Regionais. Brasília, DF: 2011. Disponível em: http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/1703. Acesso em: 02 maio 2021.

CORDEIRO, Alexander Magno et al. Revisão sistemática: uma revisão narrativa. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Rio de Janeiro, v. 34, n. 6, p. 428-431, dez. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912007000600012&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 01 maio 2021.

CORDEIRO, Alexander Magno et al. Revisão sistemática: uma revisão narrativa. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Rio de Janeiro, v. 34, n. 6, p. 428-431, nov./dez. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912007000600012. Acesso em 2 maio 2021.

DIAZ-VILLAVICENCIO, Guillermo. Educational Evaluation of the Federal University of Latin American Integration, Brazil. Revista Produção e Desenvolvimento, Rio de Janeiro, v. 6, abr. 2020. Disponível em: https://revistas.cefet-rj.br/index.php/producaoedesenvolvimento/article/view/433/313. Acesso em: 02 maio 2021.

ESTRELA, Débora Maria Alves. Formação Técnica em Enfermagem: conquistas e desafios. Portal da enfermagem, 2011. Disponível em: https://www.portaldaenfermagem.com.br/entrevistas_read.asp?id=57. Acesso: 01 ago. 2019.

FARO, André; PEREIRA, Marcos. Medidas do Estresse: Uma Revisão Narrativa. Psicologia Saúde & Doenças, [Lisboa], v. 14, n. 1, p. 101-124, 2013. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862013000100007&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 09 ago. 2019.

FERREIRA, Gímerson Erick et al. Intervenções comunitárias em enfermagem: intersetorialidade, formação empreendedora e desenvolvimento regional em saúde. Redes, Santa Cruz do Sul, v. 23, n. 3, p. 317-335, set. 2018. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/redes/article/view/12182. Acesso em: 01 maio 2021.

FREIRE, P. Entrevista com Paulo Freire: a educação neste fim de século. In: GADOTTI, M. Convite à leitura de Paulo Freire. São Paulo: Scipione, 2004.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. Nota técnica: a pandemia de Covid-19 e os(as) profissionais de saúde pública no Brasil - 4ª Fase. Rio de Janeiro, p. 32. 2021. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/sites/portal.fiocruz.br/files/documentos/a-pandemia-de-covid-19-e-os-profissionais-de-saude-publica-no-brasil_fase-4.pdf. Acesso em: 2 maio 2021.

GONÇALVES, Norma Leão. Técnico de enfermagem: estudo de funções em hospitais e clínicas particulares. Revista. Brasileira de Enfermagem., Brasília, v. 32, n. 2, p. 172-182, 1979. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71671979000200172&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 02 maio 2021.

GUMIERO, Rafael Gonçalves; TIGRE, Ana Maria Lopes. Evaluation of policies for regional development: Unifesspa actions for social inclusion and empowerment in Pará Amazônia. Revista Produção e Desenvolvimento, Rio de Janeiro, v. 6, jan./dez. 2020. Disponível em: https://revistas.cefet-rj.br/index.php/producaoedesenvolvimento/article/view/474/336. Acesso em: 02 maio 2021.

KOBAYASHI, Rika M.; LEITE, Maria Madalena Januário. Formação de competências administrativas do técnico de enfermagem. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 12, n. 2, p. 221-227, abr. 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692004000200011&lng=en&nrm=iso Acesso em: 01 maio 2021.

KURCGANT, Paulina. As teorias de administração e os serviços de enfermagem. In: KURCGANT, Paulina (Org). Administração em enfermagem. São Paulo: EPU, 1991. p. 3-13.

LOPES, Marcia Caires Bestilleiro. Relação entre o Questionário de Função Visual Infantil e as medidas psicofísicas de acuidade visual e visão de cores em crianças com deficiência. 2014. Tese de doutorado (Doutorado em Neurociências e Comportamento) - Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47135/tde-17032015-121437/en.php Acesso em: 02 maio 2021.

MASSACHUSETTS DEPARTMENT OF HIGHER EDUCATION. Nurse of the Future: Nursing Core Competencies 2016. Disponível em: http://www.mass.edu/nahi/documents/nofrncompetencies_updated_march2016.pdf. Acesso em: 10 ago. 2019.

MELO, Cristina. Divisão social do trabalho e Enfermagem. São Paulo, Cortez, 1986.

NORONHA, Daniele Durães et al. Qualidade de vida relacionada à saúde entre adultos e fatores associados: um estudo de base populacional. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 21, n. 2, p. 463-474, fev. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232017002401353&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 6 out. 2019.

OGUISSO, Taka. Considerações sobre a legislação do ensino e do exercício do técnico de enfermagem e do auxiliar de enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 30, n. 2, p. 168-174, 1977. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71671977000200168&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 14 ago. 2019.

OLCHIK, Maira Rozenfeld et al. O impacto do uso de prótese dentária na qualidade de vida de adultos e idosos. Revista Kairós Gerontologia, [s. l.], v. 16, n. 5, p.107-121, set. 2013. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/kairos/article/view/18639/13828. Acesso em: 06 out. 2019.

OPAS/OMS. Organização Panamaericana de Saúde/Organização Mundial de saúde. Indicadores de saúde: elementos conceituais e práticos. 2019. Disponível em: https://www.paho.org/hq/index.php?option=com_docman&view=download&category_slug=health-analysis-metrics-evidence-9907&alias=45251-indicadores-saude-elementos-conceituais-e-praticos-251&Itemid=270&lang=pt. Acesso em: 6 out. 2019.

REIS, Denizi Oliveira; ARAÚJO, Eliane Cardoso de; CECÍLIO, Luiz Carlos de Oliveira. Políticas Públicas de Saúde no Brasil: SUS e pactos pela Saúde. São Paulo: UNIFESP, 2010. Disponível em: https://www.unasus.unifesp.br/biblioteca_virtual/esf/1/modulo_politico_gestor/Unidade_4.pdf. Acesso em: 02 maio 2021.

ROTHBARTH, Solange; WOLFF, Lillian Daisy Gonçalves; PERES, Aida Maris. O desenvolvimento de competências gerenciais do enfermeiro na perspectiva de docentes de disciplinas de Administração aplicada à Enfermagem. Texto contexto - Enfermagem, Florianópolis, v. 18, n. 2, p. 321-329, jun. 2009 Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072009000200016&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 09 ago. 2019.

ROTHER, Edna Terezinha. Revisão sistemática X revisão narrativa. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 20, n. 2, p. v-vi, Jun. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002007000200001&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 01 maio 2021.

SCHOLL, Carolina Coelho et al. Qualidade de vida no Transtorno Obsessivo-Compulsivo: um estudo com usuários da Atenção Básica. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 4, p. 1353-1360, abr. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232017002401353&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 6 out. 2019.

SILVA, Juliana; ARAÚJO, Letícia; XAVIER, Marcos; AMARAL, Bernardete. Envelhecimento e qualidade de vida: os idosos nos Passos da dança de salão. Revista Saúde Física & Mental, Rio de Janeiro, v. 6, n. 2, p. 43-57, jul./dez. 2018. Disponível em: https://revista.uniabeu.edu.br/index.php/SFM/article/view/3580/2445. Acesso em: 06 out. 2019.

SILVA, José Afonso da. Curso de Direito Constitucional Positivo. 32. ed. rev. e atual. São Paulo: Malheiros Editores, 2009.

WHO. World Health Organization. WHOQOL-BREF: introduction, administration, scoring and generic version of the assessment. Field Trial Version. Social Science & Medicine, Geneva v. 41, n. 10, p. 1403-409, nov. 1995. Disponível em: https://www.who.int/mental_health/media/en/76.pdf. Acesso em: 1 set. 2019.

WHO. World Health Organization. Constitution of the World Health Organization. 1946. Basic Documents, Forty-fifth edition, Supplement, 2006. Disponível em: https://www.who.int/governance/eb/who_constitution_en.pdf. Acesso em: 1 set. 2019.

WHOQOL Group. Study protocol for the World Health Organization project to develop a Quality of Life assessment instrument (WHOQOL). Quality of Life Research, [s. l.], v. 2, n. 2, p 153-159, abr. 1993. Disponível em: https://link-springer-com.ez108.periodicos.capes.gov.br/content/pdf/10.1007%2FBF00435734.pdf. Acesso em: 27 ago. 2019.

ZANETTI, Tânia Maria. Os direitos sociais garantia de dignidade do ser humano. Conteúdo Jurídico, Brasilia - DF: 01 maio 2021. Disponivel em: https://conteudojuridico.com.br/consulta/Artigos/36848/os-direitos-sociais-garantia-de-dignidade-do-ser-humano. Acesso em: 01 maio 2021.

Downloads

Publicado

23/08/2021

Como Citar

SANTOS, Úrsula Pérsia Paulo dos; SILVA, Júlio César Santos da; MAGALHÃES, Cristiane Rosa; MELLO, José André Villas Boas; VELASCO, Fernanda Zerbinato Bispo; FERREIRA, Marcela dos Santos. Um repensar sobre a formação do técnico de Enfermagem. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S. l.], v. 2, n. 21, p. e10559, 2021. DOI: 10.15628/rbept.2021.10559. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/10559. Acesso em: 29 maio. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.