Paulo Freire e o currículo de química do ESG de Moçambique: breves reflexões acerca dos documentos disponibilizados pelo INDE/MEC

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2016.2380

Palavras-chave:

Ensino Secundário, Currículo, Paulo Freire

Resumo

O presente artigo foi formulado a partir de um estudo bibliográfico acerca do currículo da disciplina de química do Ensino Secundário Geral de Moçambique e de outros documentos orientadores do mesmo que são disponibilizados aos professores do país. E com base em alguns trabalhos de Paulo Freire sendo o principal utilizado, a Pedagogia do Oprimido, buscamos identificar e estabelecer algumas concordâncias entre as ideias do educador brasileiro com os documentos disponibilizados pelo INDE/MEC. Foi possível a identificação de três importantes concordâncias que estão intrinsecamente relacionadas à utilização de temas geradores, a articulação entre os saberes populares e os saberes científicos e uma visão de ensino centrada no aluno onde o mesmo atua como cidadão ativo do seu processo de aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Lucas Pereira Gandra, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul

Técnico em Análise e Produção de Açúcar em Álcool com ênfase em Química pelo Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. Graduado em Licenciatura Plena em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS), foi aluno de Iniciação Científica PIBIC-CNPq por 3 anos e aluno de Iniciação à Docência PIBID-CAPES. Professor de Física e Química da Fundação Educacional de Coxim (FEC). Professor de Física e Matemática da Escola Estadual Viriato Bandeira (E.E.V.B). Professor de Matemática e Física do Centro de Educação Profissional, Ensino Fundamental e Médio Santa Teresa. Membro do Grupo de Pesquisa TAQUARI: Estudos e Pesquisas em Ensino, Tecnologias e Desenvolvimento Regional, do IFMS. Atua principalmente nos seguintes temas: Modelagem para o Ensino de Química e Ensino de Química na Educação Profissional

Karoline Borges de Medeiros, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - câmpus Natal Central

Acadêmica da Licenciatura em Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - câmpus Natal Central Aluna de Inicação à Docência do PIBID/CAPES. e Membro do Círculo de Reflexões em Paulo Freire

José Mateus do Nascimento, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - câmpus Natal Central

Pedagogo, possui Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2006). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em História da Educação, História Social da Infância e passa a atuar em pesquisas relacionadas às práticas pedagógicas e a formação docente no NUPED (Núcleo de Pesquisa em Educação) do IFRN - Campus Natal Central. É Vice-Coordenador do PPGEP - Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional do IFRN. Coopera com o Grupo de Estudos Fundamentos da Educação e Práticas Culturais (CE -UFRN) e também colabora como vice-lider do GEPeeeS - Grupo de Estudos e Pesquisas Educação, Etnias e Economia Solidária (UFPB - CCAE - Campus IV).

Referências

BEISIEGEL, C. de R. Paulo Freire. s/n. Fundação Joaquim Nabuco. Recife. Editora Massangana, pp. 13-14. 2010.

CASTRO, C. da C. C. Bloco pedagógico de alfabetização: possibilidades e entraves desta política em duas escolas da rede municipal de Juiz de Fora. Dissertação (mestrado acadêmico) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Educação/CAEd. Programa de Pós-Graduação em Educação, 2014. 115 p.

COSTA, A. S. F.; AKKAR, A.; SILVA, R. V. S. Educação Básica no Brasil: políticas públicas e qualidade. Revista Práxis Educacional. Vitória da Conquista. V. 7, n 11. P. 73 – 93, 2011.

FREIRE, P. Cartas à Guiné-Bissau: registros de uma experiência em processo. 2ª Ed. Rio de Janeiro. Editora: Paz e Terra. 173 p. 1978.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 11ª Ed. Rio de Janeiro. Editora: Paz e Terra. 107p. 1987.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia. 25ª Ed. São Paulo. Editora: Paz e Terra. 54p. 1996.

FREIRE, P. FAUNDEZ, A. Por uma pedagogia da pergunta. Revisão Técnica e Tradução do texto de Antonio Faundez: Heitor Ferreira da Costa. 4ª Ed. Rio de Janeiro. Editora: Paz e Terra. 84p. 1998.

INSTITUTO PAULO FREIRE. Paulo Freire. Disponível em: www.paulofreire.org/institucional/fundadores/paulo-freire. Acesso em: 10. set. 2013.

MOÇAMBIQUE. Ministério da Educação e Cultura e Instituto Nacional do Desenvolvimento da Educação. Plano Curricular do Ensino Secundário Geral (PCESG) – Documento Orientador, Objectivos, Política, Estrutura, Planos de Estudos e Estratégias de Implementação. MEC/INDE. 104p, 2007.

MOÇAMBIQUE. Instituto Nacional do Desenvolvimento da Educação e Ministério da Educação. Química, Programa da 8ª Classe. INDE/MEC. 41p, 2010a.

MOÇAMBIQUE. Instituto Nacional do Desenvolvimento da Educação e Ministério da Educação. Química, Programa da 9ª Classe. INDE/MEC. 47p, 2010b.

MOÇAMBIQUE. Instituto Nacional do Desenvolvimento da Educação e Ministério da Educação. Química, Programa da 10ª Classe. INDE/MEC. 48p, 2010c.

MOÇAMBIQUE. Instituto Nacional do Desenvolvimento da Educação e Ministério da Educação. Química, Programa da 11ª Classe. INDE/MEC. 43p, 2010d.

MOÇAMBIQUE. Instituto Nacional do Desenvolvimento da Educação e Ministério da Educação. Química, Programa da 12ª Classe. INDE/MEC. 52p, 2010e.

MOÇAMBIQUE. Ministério da Educação e Cultura. Ensino Secundário Geral. Disponível em: www.mec.gov.mz/EDUCA/Pages/Ensino-Secundário-Geral.aspx. Acesso em: 11. set. 2013a.

MOÇAMBIQUE. Instituto Nacional do Desenvolvimento da Educação. Responsabilidade do Departamento de Planificação e Desenvolvimento Curricular. Disponível em: www.inde.gov.mz/. Acesso em: 11. Set. 2013b.

MORAES, S. C, de. Legado de Paulo Freire em São Tomé e Príncipe – África. Relato de Experiência Internacional. Disponível em:

http://www.cereja.org.br/arquivos_upload/Salete%20Campos%20de%20Moraes_out 2005.pdf. Acesso em: 12. Set. 2013.

NANDJA, Débora. Educação de Adultos em Moçambique: Uma Cronologia de Factos, de 1964 a 2002. P. 5 Departamento de Educação de Adultos, Universidade Eduardo Mondlane. Disponível em: Acesso em 12/09/2013.

SCOCUGLIA, A. C. A progressão do pensamento político-pedagógico de Paulo Feire. Paulo Freire y la agenda de la educación latinoamericana en el siglo XXI. In TORRES, C. A. (Org.). Editora: Buenos Aires. CLACSO, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales. P. 326. 2001.

TORRES, C. A. A voz do biógrafo latino-americano: Uma biografia intelectual . In GADOTTI, M.(Org). Paulo Freire: Uma biobliografia. Editora Cortez. São Paulo. P.129. 1996.

VIEIRA, M. A. L. Educação de adultos, analfabetismo e pobreza em Moçambique. 2006. 179p.

Tese de Doutorado em Educação. UNIMEP. Piracicaba. 2006.

Downloads

Publicado

23/06/2016

Como Citar

Gandra, L. P., Medeiros, K. B. de, & Nascimento, J. M. do. (2016). Paulo Freire e o currículo de química do ESG de Moçambique: breves reflexões acerca dos documentos disponibilizados pelo INDE/MEC. HOLOS, 3, 137–149. https://doi.org/10.15628/holos.2016.2380

Edição

Seção

ARTIGOS