IDENTIDADES JUVENIS E EXPERIÊNCIA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO

Autores

  • Rosemeire Reis UFAL
  • Emanuelle Souza
  • Jean Mac Cole Tavares Santos UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2015.3189

Palavras-chave:

identidades, juventudes, escola, ensino médio

Resumo

O presente artigo trata das relações entre identidades juvenis e a experiência escolar das juventudes do Ensino Médio a partir de relatos de jovens sobre as suas representações em relação a experiência escolar e a vivência das diversas condições juvenis. Assim, analisamos, primeiro, em que sentido as experiências da escola se relacionam com as construções identitárias desses jovens, e, segundo, tendo essa questão como foco, problematizar as relações entre a experiência escolar e a construção identitária vivenciada dentro do cenário de dificuldades que apresenta a escola pública de Ensino Médio em Alagoas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Jean Mac Cole Tavares Santos, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

DOUTOR EM EDUCAÇÃO. PROFESSOR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UERN - POSEDUC

Referências

ABRAMO, Helena, Wendel. Condição Juvenil no Brasil Contemporâneo. In: ABRAMO, H. W.; BRANCO, P. P. M. (Orgs.). Retratos da Juventude Brasileira: análises de uma pesquisa nacional. São Paulo: Instituto Cidadania/Fundação Perseu Abramo, 2005. p. 37-72.

CARRANO, Paulo Cesar Rodrigues; MARTINS, Carlos Henrique dos Santos. A escola diante das culturas juvenis: reconhecer para dialogar. Educação, Santa Maria, v. 36, n. 1, p. 43-56, jan./abr. 2011.

DAYRELL, Juarez. A escola faz as juventudes? Reflexões em torno da socialização juvenil. Educ. Soc., Campinas, vol. 28, n. 100 - Especial, p. 1105-1128, out. 2007.

________. A escola como espaço sócio-cultural. In: DAYRELL, Juarez. (Org.). Múltiplos olhares sobre educação e cultura. Belo Horizonte: UFMG, 1996. p. 136-178.

DUBAR, Claude. A crise das identidades: a interpretação de uma mutação. São Paulo: Edusp, 2009.

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções de nosso tempo. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 22, n. 2, p. 15-46, jul/dez, 1997.

_________. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2011.

PAIS, José Machado. Culturas juvenis. Lisboa, 2003.

REIS, Rosemeire. Experiência escolar de jovens/alunos do ensino médio: os sentidos atribuídos à escola e aos estudos. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 03, p. 637-652, jul./set. 2012

SILVA, Tomaz Tadeu da. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes, 2005.

SPOSITO, Marília Pontes. Indagações sobre as relações entre juventude e a escola no Brasil. Revista de Estudios sobre Juventud, México, ano 9, n. 22, p. 201-227, jan/jun. 2005.

WELLER, Wivian. Grupos de discussão na pesquisa com adolescentes e jovens: aportes teórico-metodológicos e análise de uma experiência com o método. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.32, n.2, p. 241-260, maio/ago. 2006.

ZALLUAR, Aluar. Gangues, galeras e quadrilhas: globalização, juventude e violência. In: Vianna, H. (Org.). Galeras cariocas. Rio de Janeiro: UFRJ, 2003.

Downloads

Publicado

2015-08-03

Como Citar

Reis, R., Souza, E., & Santos, J. M. C. T. (2015). IDENTIDADES JUVENIS E EXPERIÊNCIA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO. HOLOS, 4, 3–17. https://doi.org/10.15628/holos.2015.3189

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)