O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO COMO FERRAMENTA PARA A GESTÃO ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO FILANTRÓPICA DA BAHIA/BA

Ahiram Brunni Cartaxo de Castro, Lydia Maria Pinto Brito, Rosineide Silva dos Santos, Jedídja Hadassa de Santana Varela

Resumo


O cenário de constantes mudanças que ocorre nas organizações tem exigido uma gestão ágil e inteligente na qual o planejamento estratégico é crucial como ferramenta de adaptabilidade. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa é verificar como ocorre o planejamento estratégico em uma instituição de ensino filantrópica do Estado da Bahia na percepção de seus gestores chave. Optou-se por um estudo de caso e de campo, de abordagem quantitativo-descritiva. Utilizou-se de questionário e análise documental e os dados coletados foram analisados através de planilhas eletrônicas. Os resultados sinalizam que o planejamento ocorre conforme as definições teóricas da área de gestão escolar e administração, porém, tem-se um paradoxo, pois a instituição pesquisada não pratica planejamento estratégico, mas pratica plano de ação, que tem como
foco as tarefas, atividades e objetivos detalhados para o curto prazo. Nesse caso, levantou-se um questionamento na pesquisa: planos de ação de curto prazo em instituições de ensino conseguem refletir a capacitação dos cidadãos que atuarão na realidade social no futuro?


Palavras-chave


Gestão escolar; Gestão estratégica; Planejamento Estratégico

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, E. R.; BRONDANI, G. Planejamento Estratégico Organizacional. Revista Eletrônica de Contabilidade, Vol. 1(2), Dez-Fev, UFSM, 2004.

BOLOGNA, José Ernesto. Qual o segredo do sucesso de um gestor? Revista Nova Escola, São Paulo SP, n. 188, p. 26-28, dez., 2005.

BRYSON, J. Strategic Planning for Public and Nonprofit Organizations (rev. edn), San Francisco, CA: Jossey Bass, 1995.

CHIAVENATO, Idalberto. Teoria Geral da Administração. 7. Ed. Rev. e Atual. – Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

__________________. Administração nos novos tempos. 2ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho R. de. Planejamento Estratégico: conceitos, metodologias e práticas. 24. Ed. São Paulo: Atlas, 2007.

Fundação José Carvalho. Disponível em: . Acesso em: 18 de Setembro de 2014.

GIL, A. Carlos. Método e técnicas de pesquisa social. 5. Ed. São Paulo: Atlas, 2006.

GODOY, Valdir A.; ROSA, Marcelo R. BARBOSA, Flávio L. O planejamento estratégico como ferramenta para a gestão educacional no processo decisório dentro das IES. Revista Científica, Vol. 3, nº 3, p. 77-89, 2011.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização de Gestão da Escola, 4. Ed. Goiânia: Alternativa, 2001.

LÜCK, H. Gestão Escolar e a Formação de Gestores. Brasília: Ed. Azeredo, 2000.

______. A aplicação do planejamento estratégico na escola. Revista Gestão em Rede, n. 19, Abr, p. 8-16, 2000.

MAXIMINIANO, Antonio C. A. Introdução à Administração. 4. Ed. São Paulo: Atlas, 1995.

MENEZES, Ebenezer T. de; SANTOS, Thais H. dos. Gestão escolar (verbete). Dicionário Interativo da Educação Brasileiro - EducarBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2002. Disponível em: http:// www.educabrasil.com.br/eb/dic/dicionario.aspid=37, Acesso em: 28 de Setembro de 2014.

MONTEIRO, Raquel A. Planejamento estratégico como instrumento de gestão escolar: análise na escola de ensino médio e profissional Florestan Fernandes em Acaraú-CE. Campina Grande: Realize Editora, 2012.

NÓBREGA, C. L. O Plano de Desenvolvimento da Escola (PDE) numa perspectiva de governo democrático e popular: uma análise da experiência na Rede de Ensino do Recife – PE. 2005.

Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife. Disponível em:

ATO_DA_NOBREGA.pdf>. Acesso em: 20 de Dezembro de 2014.

PARASURAMAN, A. Marketing research. New York: Addison-Wesley Publishing Co, 1991.

PERFEITO, Cátia D. F. Planejamento Estratégico como Instrumento de Gestão Escolar. Revista Educação Brasileira. Brasília, v. 29, n. 58 e 59, p. 49-61, jan./dez. 2007.

RENNÓ, Rodrigo. Administração Geral para concursos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

SAPORITI, Rodrigo. Seja um Gestor Educacional. Revista Profissão Mestre. Curitiba-PR, v. 3, n. 35, p. 20-22, Agosto. 2002.

SOBRAL, Filipe; PECI, Alketa. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. 2. Ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2013.

SCHEMERHORN JR., J. R. Management. 9. Ed. Hoboken: Wiley & Sons, 2008.

TACHIZAWA, Takeshy; ANDRADE, Rui Otávio B. de. Gestão de Instituições de Ensino. 4. Ed. Ver. e Ampl. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006.

TRIGUEIRO, Francisco M. C.; MARQUES, Neiva de A. Teoria da Administração I. 2. Ed. Reimp. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração, UFSC, 2012.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 11. Ed. São Paulo: Atlas, 2007.

YIN, Robert K. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. 4. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2015.2675



 

HOLOS IN THE WORLD