FORMAÇÃO E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DE ALFABETIZADORES NO CONTEXTO DE PESQUISA

Sandra Raquel Almeida, Maria Aparecida Penso

Resumo


Trata-se de uma revisão sistemática sobre a formação docente e prática pedagógica de professores alfabetizadores correspondendo ao período de 2010 a 1017. Foram utilizadas como base de dados o Portal Capes e BVS. Inclui-se neste estudo oito artigos sendo seis localizados no Portal Capes e dois no Portal BVS. Seu objetivo foi fazer um levantamento das pesquisas sobre a formação e práticas pedagógicas de professores alfabetizadores na intenção de conhecer os avanços e lacunas a serem preenchidas neste campo do conhecimento. Detectou-se uma tendência de perspectivas teóricas sócia histórica com prevalência na teoria da linguagem de Bakhtin e o reconhecimento da necessidade de incluir aspectos da subjetividade nas pesquisas e formação de alfabetizadores. No entanto, a implicação do professor alfabetizador com o estudante proveniente de contextos de adversidade revela um campo ainda não investigado, o que sinaliza a necessidade de pesquisas empíricas que tenham esta temática como objeto de estudo.

 


Palavras-chave


Formação docente, Alfabetização, Pratica pedagógica, Professor alfabetizador.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Ludmila Thomé de. (2010). Personagens e enredos de práticas pedagógicas na cena da formação docente. Educ. Soc., Campinas, vol. 31, n. 110, pp. 179-197, Jan./Mar.

BELMIRO, Celia Abicalil; MACHADO, Maria Zélia Versiani; BAPTISTA; Mônica Correia. (2015) Tertúlia literária: construindo caminhos para a formação literária de professores alfabetizadores na universidade. Perspectiva, Florianópolis, v. 33, n. 1, pp. 97- 117, Jan./Abr.

BROTTO, Ivete Janice de Oliveira; SZYMANSKI, Maria Lidia Sica. (2013). Reflections about the Voices Contributing to the Constitution of the Literacy Teacher’s Professional Subjectivity. Bakhtiniana, São Paulo, v. 8, n. 1, pp. 235-254, Jan./Jun.

GARCIA, Wallisten Passos; PAN, Miriam Aparecida Graciano de Souza. (2015). Sentidos da leitura e escrita para professoras alfabetizadoras: implicações nas práticas educativas. Psic. da Ed., São Paulo, v. 40, pp. 3-14, 1º sem.

NOGUEIRA, Eliane Greice Davanço; MELIM, Ana Paula Gaspar. (2013). Vozes reveladas e reveladoras nas narrativas sobre a formação do professor alfabetizador no pibid. Interfaces da Educ., Paranaíba, v.4, n.11, pp.98-112.

RELATÓRIO EDUCAÇÃO PARA TODOS NO BRASIL 2000-2015 (2014). Disponível em: .

SAVELI, Esméria de Lourdes. (2010). Ecologia de saberes: o diálogo entre a universidade e a alfabetização de adultos. Lectura y vida, pp. 68-77, mar.

SIGWALT, Carmen Sá Brito; GUIMARÃES, Sandra Regina Kirchner. (2012). Distintas Perspectivas do Processo de Ensino-Aprendizagem da Língua Escrita e a Formação do Alfabetizador. Interação Psicol., Curitiba, v. 16, n. 2, pp. 327-337, Jul./Dez.

ZIBETTI, Marli Lúcia Tonatto; SOUZA Marilene Proença Rebello de. (2010). A dimensão criadora no trabalho docente: subsídios para a formação de professores alfabetizadores. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.36, n.2, pp. 459-473, Maio/Ago.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2019.6896



 

HOLOS IN THE WORLD