A IMPLEMENTAÇÃO DE POLÍTICA PÚBLICA EDUCACIONAL: UM ESTUDO DO PROGRAMA NACIONAL DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL (PROINFO) NA FORMAÇÃO DOCENTE EM CARAÚBAS-RN

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2017.5273

Palavras-chave:

Política pública educacional, ProInfo, Formação docente, Tecnologia da Informação, Comunicação (TIC)

Resumo

O estudo discute o Programa Nacional de Tecnologia educacional (ProInfo), o qual atua na pretensão de promover o uso pedagógico das tecnologias da informação e comunicação (TIC) no espaço escolar. Tem por objetivo analisar o processo de implementação da do ProInfo no município de Caraúbas/RN. Caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa de caráter bibliográfico e empírico. Seu embasamento teórico está centrado nas concepções de políticas públicas, em Rua (2012) e Frey (2000), bem como no Decreto nº 6.300, de 12 de dezembro de 2007, que dispõe sobre o ProInfo. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com profissionais da educação, para conhecer o processo de implementação do ProInfo nas escolas desse município, Esta pesquisa possibilitou-nos perceber que a democratização desses recursos, durante a atuação do programa na localidade, foi insuficiente para atender a demanda do ensino. Entende-se que a ineficácia do programa na sua descontinuidade, dificulta o apoio gerado para a formação docente envolvendo as tecnologias educacionais. No entanto, a partir da literatura e entrevistas que o uso das tecnologias no âmbito pedagógico, apesar de tênue, contribui para que os sujeitos se articulem nas dinâmicas sociais contemporâneas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Lenin Cavalcanti Brito Guerra, IFRN

Doutor e Mestre em Administração pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PPGA/UFRN) na área de Políticas e Gestão Pública, especialista em Formação Docente para o Ensino Superior pelo Centro Universitário UniFacex (2006) e graduado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2003). Atualmente é professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), lotado no Campus Natal Central, atuando nos Cursos Superiores de Tecnologia em Gestão Pública e Comércio Exterior.

Maquézia Emília Morais

Mestrado em Educação pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Brasil(2016); Professora do Faculdades Integradas de Patos, Brasil; Mestrado em Educação pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Brasil(2016); Professora do Faculdades Integradas de Patos, Brasil.

Referências

Almeida, M. E. B. (2003, julho). Educação a Distância na internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Educação e Pesquisa, São Paulo, 29(2), p. 327-340.

Brasil. Presidência da República. (2007). Casa Civil, Subchefia para Assuntos Jurídicos. Decreto nº 6.300, de 12 de dezembro de 2007. Dispõe sobre o Programa Nacional de Tecnologia Educacional – ProInfo. Recuperado em 25 out, 2015, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2007/Decreto/D6300

Candau, V. M. (2000). A didática em questão (19a ed.). Petrópolis: Vozes.

Charlot, B. (2000). Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed.

Darós, L. L., & Pereira, A. S. (2009, julho). Análise das normas brasileiras de contabilidade aplicadas ao setor público – NBCASP: Mudanças e desafios para a contabilidade pública. Anais do Congresso USP Controladoria e Contabilidade, São Paulo, SP, Brasil, 9. Recuperado de http://www.congressousp.fipecafi.org/web/artigos92009/467.pdf

Delors, J. (2000). Educação: um tesouro a descobrir (4a ed.). São Paulo: Cortez; Brasília: MEC; UNESCO.

Freire, P. (2005). Pedagogia do oprimido (46 ed.). Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

Frey, K. (2000, junho). Políticas públicas: um debate conceitual e reflexões referentes à prática da análise de políticas públicas no Brasil. Planejamento e políticas públicas, 21 (sn).

Gerhardt, T. E. & Silveira, D. T. (2009). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS.

Gil, A. C. (2007). Como elaborar projetos de pesquisa. (4. ed.). São Paulo: Atlas.

Imbernón, F. (2002). Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez.

Kenski, V. M. (2003). Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. (3a. ed.). Campinas: Papirus.

Kenski, V. M. (1997, setembro). Novas tecnologias: o redimensionamento do espaço e do tempo e os impactos no trabalho docente. Anais da Reunião Anual da ANPed, Caxambu, MG, Brasil, 20.

Lima, L. L. & D'ascenzi, L. (1993, dezembro). Implementação de políticas públicas: perspectivas analíticas. Rev. Sociologia. Política, Curitiba, 21(48), p. 101-110.

Marconi, M. A. & Lakatos, E. M. (2010). Fundamentos de Metodologia Científica. (7a ed.) São Paulo: Atlas.

Minayo, M. C. S. & Gomes, Suely F. D. R. (2011). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. (30a ed.). Petrópolis: Vozes.

Nóvoa, A. (2007). Desafios do trabalho do professor no mundo contemporâneo [Palestra] SINPRO-SP – Sindicatos dos professores de São Paulo. Recuperado em 17 setembro, 2016, de http://www.sinprosp.org.br/arquivos/novoa/livreto_novoa.pdf

Oliveira, A. F., Pizzio, A. & França, G. (2010). Fronteiras da Educação: desigualdades, tecnologias e políticas. Editora da PUC Goiás.

Rua, M. G. (2012). Políticas públicas. (2a. ed.) Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração/UFSC.

Secchi, L. (2013). Políticas públicas: conceitos, esquemas de análise, casos práticos. (2a. ed.) São Paulo: Cengage Learning.

Silva, P. L. B. & Melo, M. A. B. (2000). O processo de implementação de políticas públicas no Brasil: características e determinantes da avaliação de programas e projeto. Campinas: Caderno NEPP/UNICAMP. Recuperado em 08 agosto, 2016, de http://governancaegestao.files.wordpress.com/2008/05/teresa-aula_22.pdf.

SOUZA, C. (2003, julho). Políticas públicas: questões temáticas e de pesquisa. Caderno CRH, Salvador, 39.

TORNAGHI, A. J. C., Prado, M. E. B. B., & Almeida, M. E. B. (2010). Tecnologias na educação: ensinando e aprendendo com as TIC: guia do cursista. (2. ed.). Brasília: Secretaria de Educação a Distância.

Downloads

Publicado

2017-08-29

Como Citar

Guerra, L. C. B., & Morais, M. E. (2017). A IMPLEMENTAÇÃO DE POLÍTICA PÚBLICA EDUCACIONAL: UM ESTUDO DO PROGRAMA NACIONAL DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL (PROINFO) NA FORMAÇÃO DOCENTE EM CARAÚBAS-RN. HOLOS, 2, 301–316. https://doi.org/10.15628/holos.2017.5273

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)