ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DE FATORES DE VULNERABILIDADE SOCIOAMBIENTAL SOBRE O PERFIL DE CASOS DE COVID-19 NO MUNICÍPIO DE NATAL/RN

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2023.15827

Palavras-chave:

COVID-19, Pandemic, Socio-environmental Vulnerability, Environmental Health Matrix.

Resumo

O objetivo do estudo foi descrever como as condições socioambientais presentes nos distintos bairros da cidade de Natal/RN podem ter influenciado no perfil de casos positivos e óbitos decorrentes da doença. Foi realizado um estudo descritivo e analítico seguindo a tipologia analítica territorial baseada na Matriz de Saúde Ambiental Força Motriz-Pressão-Situação-Exposição-Efeito-Ação (DPSEEA) para identificar a heterogeneidade de condições encontradas no município estudado. Os resultados encontrados descreveram que as áreas com melhores indicadores socioeconômicos e ambientais apresentaram maiores taxas de incidência da COVID-19 enquanto as áreas com maior vulnerabilidade social registraram maiores taxas de mortalidade para a doença. Portanto, este estudo descreve como as diferenças socioambientais podem ter influenciado na propagação da doença no município de Natal/RN, reforçando as iniquidades em saúde existentes, como fatores de vulnerabilidade frente a uma situação emergente de saúde pública como tem sido a pandemia de COVID-19.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sheyla Varela Lucena, Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologias do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2006), mestrado em Bioquímica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2010) e doutorado em Ciências Biológicas com ênfase em Biologia Molecular pela Universidade Federal de São Paulo (2015). É professora do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Campus Cuiabá Cel. Octayde Jorge da Silva e membro do Grupo Sistemas embarcados para agricultura de precisão e Planejamento Energético do IFMT. Foi Chefe do Departamento de Ensino (2016 - 2017) e Diretora Geral Pró Tempore (2017 - 2018) do IFMT, Campus Avançado Diamantino. Atualmente está em Cooperação Técnica no Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Campus Natal Central, atuando como Docente Permanente e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Mestrado Profissional em Uso Sustentável dos Recursos Naturais (PPgUSRN/IFRN). É bolsista de produtividade DIPEQ/CNAT/IFRN, pesquisadora do Núcleo de Estudos de Saneamento Básico (NESB) e do Núcleo de Pesquisa em Recursos Naturais e Ensino de Ciências e Matemática do IFRN

Elaine D. BANDEIRA, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Mestra em Ciências Ambientais pelo Programa de Pós-graduação de Uso Sustentável de Recursos Naturais (PPgUSRN) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (2023). Possui especialização em Gestão Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN/ Escola Agrícola de Jundiaí-EAJ), como também graduação em Tecnologia em Gestão Ambiental pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (2021) e graduação em licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Potiguar (2010). Além disso, é pesquisadora do Núcleo de Estudos de Saneamento Básico (NESB) e pós-graduanda a nível de especialização em Educação Ambiental e Geografia do Semi-Árido (2024) pelo IFRN. Atualmente, é servidora pública da Unidade de Vigilância de Zoonoses- UVZ da Prefeitura de Natal, exercendo a função de Agente de Combate às Endemias.

Julio A. NAVONI, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UFRN)

Possui graduação em Bioquímica pela Universidad Nacional del Litoral (2002), Especialista em Toxicología Categoría III, outorgado pela Asociación Bioquímica Argentina (2009), e doutorado em Farmácia e Bioquímica- Área Toxicologia - Universidad de Buenos Aires (2012). Foi professor da Cátedra de Toxicologia e Química Legal (FFyB-UBA) (2003-2018), colaborador no Curso de Graduação em Farmácia/UFRN (2016-2019) e professor visitante no Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Uso Sustentável dos Recursos Naturais PPgUSRN/IFRN (2018-2022). Atua como professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UFRN) e do Curso de Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente, Associação Plena em Rede (DDMA/UFRN). Além disso, é Vice-coordenador da Rede Radônio no Rio Grande do Norte (RnRN) e do Laboratório de Radioatividade Natural do Rio Grande do Norte (LARANA). E membro da Asociación Toxicologica Argentina e Sócio Fundador da Sociedad Iberoamericana de Salud Ambiental (SIBSA) e membro da Red de Toxicología de América Latina y el Caribe (RETOXLAC). Tem ampla experiência nas áreas de Bioquímica, Toxicologia e Química analítica, com ênfase em contaminação ambiental e avaliação do risco.

Jairo R. SOUZA, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Mestre em Ciências Ambientais pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. Atualmente, trabalha como professor efetivo, em regime de Dedicação Exclusiva, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. Participa do Grupo de Pesquisa Mineral.

Dayse C. S. CUNHA, Instituto de Medicina Tropical do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Biomedicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2008), mestrado em Bioquímica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2010) e doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Molecular) pela Universidade Federal de São Paulo (2016) na modalidade sanduíche com estágio de 23 meses na instituição estrangeira Albert Einstein College of Medicine of Yeshiva University. Tem experiência na área de Bioquímica, Biologia Molecular e Genética. Atualmente é pesquisadora no Instituto de Medicina Tropical do Rio Grande do Norte e seus estudos estão relacionados as leishmanioses, hanseníase e COVID-19.

Referências

ABES. (2020). Saneamento X Saúde. Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES. https://abes-es.org.br/brasil-registra-40-mil-internacoes-por-falta-de-saneamento-nos-primeiros-tres-meses-do-ano-gastos-chegam-a-r-16-milhoes/.

Adhikari, S. P., Meng, S., Wu, Y. J., Mao, Y. P., Ye, R. X., Wang, Q. Z., Sun, C., Sylvia, S., Rozelle, S., Raat, H., & Zhou, H. (2020). Epidemiology, causes, clinical manifestation and diagnosis, prevention and control of coronavirus disease (COVID-19) during the early outbreak period: A scoping review. In Infectious Diseases of Poverty (Vol. 9, Issue 1). BioMed Central Ltd. https://doi.org/10.1186/s40249-020-00646-x.

Aguiar, S. (2020). COVID-19: A doença dos espaços de fluxos. Geographia, 22(48), 51–74. https://orcid.org/0000-0001-9041-268X.

Alshanqeeti, S., & Bhargava, A. (2022). COVID-19 Rebound After Paxlovid Treatment: A Case Series and Review of Literature. Cureus. https://doi.org/10.7759/cureus.26239

Alves, H. P. F. (2013). Análise da vulnerabilidade socioambiental em Cubatão-SP por meio da integração de dados sociodemográficos e ambientais em escala intraurbana. R. Bras. Est. Pop, 2, 349–366. https://doi.org/http://dx.doi.org/10.1590/S0102-30982013000200002

Alves, M. R; Souza, R. A. G, Caló, R. S. (2021). Poor sanitation and transmission of COVID-19 in Brazil. São Paulo. Medical Journal, v.139, n.1, p.72-6.

Aquino, D. S. (2020). Influência do acesso a saneamento básico na incidência e na mortalidade por COVID-19. Revista Thema, 18, 319–331. https://doi.org/10.15536/thema.v18.especial.2020.319-331.1798.

Azevedo Ferreira, D., Bernardo da Silva, W., Pontes da Silva, A., Araújo Eloy, M., Vilar Cordeiro, L., & Patrício de Andrade Júnior, F. (2020). EPIDEMIOLOGY OF SEVERE ACUTE RESPIRATORY SYNDROME (SARS) CAUSED BY COVID-19 IN THE STATE OF BAHIA. HOLOS, 5, 1–11. https://doi.org/10.15628/holos.2020.10979

Barbosa, I. R., Gonçalves, R. C. B., & Santana, R. L. (2019). Social vulnerability map for the municipality of Natal (Northeast Brazil) at a census sector level. Journal of Human Growth and Development, 29(1), 48–56. https://doi.org/10.7322/jhgd.157749.

Brasil, M. DA S. (2011). Saúde ambiental: guia básico para construção de indicadores. Saúde ambiental: guia básico para construção de indicadores.

Brasil (2022). Ministério da Saúde.Brasil recebe primeiro lote de medicamento para tratamento da Covid-19. https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/2022/setembro/brasil-recebe-primeiro-lote-de-medicamento-para-tratamento-da-covid-19. Acesso em 10 jan 2023.

Calmon, T. V. L. (2020). As condições objetivas para o enfrentamento ao COVID-19: abismo social brasileiro, o racismo, e as perspectivas de desenvolvimento social como determinantes. NAU Social, 11(20), 131-136.

Carvalho, Marília Sá; Pina, Maria de Fátima Sá; Santos, Simone Maria dos. (2000). Conceitos básicos de sistemas de informação geográfica e cartografia aplicadas a saúde. Basic concepts of systems of geographical information and applied cartography the health. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde. 122 p. ilus, mapas, tab. ISBN 85 87943 01 4.

Capodeferro, M. W., & Smiderle, J. J. (2020). A resposta do setor de saneamento no Brasil à COVID-19. Revista de Administração Pública, 54(4), 1022–1036. https://doi.org/10.1590/0034-761220200324

Carvalho, J. A., Teixeira, S. R. F., Carvalho, M. P., Vieira, V., & Alves, F. A. (2009). Doenças Emergentes: uma Análise Sobre a Relação do Homem com o seu Ambiente Emerging Illnesses: an analysis about the relation humans have with Environment. Revista Práxis, 1, 19–23.

Costa, R. F. R., & Costa, G. C. (2016). Pobres no campo, ricos na cidade? Uma análise multidimensional da pobreza. Revista de Economia e Sociologia Rural, 54(3), 537–560. https://doi.org/10.1590/1234-56781806-94790540308.

Corvalán, C.; Briggs, D.; Zielhuis, G. (2000). Decision – Making in environmental health from evidence to action. Geneva: World Health Organization.

Chan, J. F. W. et al. (2020). A familial cluster of pneumonia associated with the 2019 novel coronavirus indicating person-to-person transmission: a study of a family cluster. The Lancet, v. 395, n. 10223, p. 514–523.

Croda, J. H. R.; Garcia, L. P. (2020). Resposta imediata da Vigilância em Saúde à epidemia da COVID-19. Epidemiologia e servicos de saude : revista do Sistema Unico de Saude do Brasil, v. 29, n. 1, p. e2020002.

De Castro-Nunes, P., & Ribeiro, G. da R. (2022). Health equity and vulnerability in the access to COVID-19 vaccines. Revista Panamericana de Salud Publica/Pan American Journal of Public Health, 46. https://doi.org/10.26633/RPSP.2022.31

Donde, O. O., Atoni, E., Muia, A. W., & Yillia, P. T. (2021). COVID-19 pandemic: Water, sanitation and hygiene (WASH) as a critical control measure remains a major challenge in low-income countries. In Water Research (Vol. 191). Elsevier Ltd. https://doi.org/10.1016/j.watres.2020.116793.

Einloft, A. B. N., Moreira, T. R., Wakimoto, M. D., Franceschini, S. do C. C., Cotta, R. M. M., & da Costa, G. D. (2021). Data quality and arbovirus infection associated factors in pregnant and non-pregnant women of childbearing age in Brazil: A surveillance database analysis. One Health, 12. https://doi.org/10.1016/j.onehlt.2021.100244.

Farias, M. N., & Leite, J. D. (2021). Social vulnerability and Covid-19: Considerations based on social occupational therapy. Brazilian Journal of Occupational Therapy, 29. https://doi.org/10.1590/2526-8910.CTOEN2099

Figueiredo Santos, J. A. (2020). Covid-19, causas fundamentais,classe social e território. Trabalho, Educação e Saúde, 18(3). https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00280

Fraser, N. (2006). Da redistribuição ao reconhecimento? Dilemas da justiça numa era “pós-socialista.” Cadernos de Campo, 231–239. https://doi.org/10.11606

Giatti, L., Ribeiro, R. A., Nava, A. F. D., & Gutberlet, J. (2021). Complexidades e omissões emergentes: contrastes entre os contextos socioecológicos das doenças infecciosas, da pesquisa e da política no Brasil. Genetics and Molecular Biology, 1(Special).

Guimarães, R. B., de Castro Catão, R., da Silva Martinuci, O., Pugliesi, E. A., & Matsumoto, P. S. S. (2020). O raciocinio geografico e as chaves de leitura da Covid-19 no territorio brasileiro. Estudos Avancados, 34(99), 119–140. https://doi.org/10.1590/S0103-4014.2020.3499.008.

Giacobelli, Leandro e GUIMARÃES JR, Paulo R. (2020). Dinâmicas de contágio. Como epidemias se espalham por um país continental? Guimarães Lab, s/d. Disponível em: <https://guimaraeslabbr.weebly.com/voos.html>. Acesso em: 14 abr. 2020.

Guo YR, Cao QD, Hong ZS, Tan YY, Chen SD, Jin HJ, et al. (2020). The origin, transmission and clinical therapies on coronavirus disease 2019 (COVID-19) outbreak – an update on the status. Military Medical Research; 7:11.

Huang, X., Wei, F., Hu, L., Wen, L., Chen, K. (2020). Epidemiology and clinical characteristics of COVID-19. Arch. Iran. Med., 23 (4), p. 268-271.

Kampf, G. et al. (2020). Persistence of coronaviruses on inanimate surfaces and their inactivation with biocidal agents. Journal of Hospital Infection, v. 104, n. 3, p. 246–251.

Lemos DRQ, D'Angelo SM, Farias LABG, Almeida MM, Gomes RG, Pinto GP, et al. (2020). Health system collapse 45 days after the detection of COVID-19 in Ceará, Northeast Brazil: a preliminary analysis. Rev Soc Bras Med Trop; 53:e20200354.

Lima, N. T.; BUSS, P. M.; PAES-SOUSA, R. (2020). COVID-19 pandemic: A health and humanitarian crisis. Cadernos de Saude Publica, v. 36, n. 7.

Lopes de Paiva, I. V., Dantas de Assunção, M. V., Medeiros, M., Alves de Souza Paes, D. C., & Rabelo Moreira, L. N. (2021). THE INFLUENCE OF PASSENGER TRAFFIC IN BRAZILIAN AIRPORTS ON INCREASED CASES OF COVID-19. HOLOS, 4, 1–23. https://doi.org/10.15628/holos.2020.11281

Lu, R., Zhao, X., Li, J., Niu, P., Yang, B., Wu, H., et al. (2020). Genomic characterisation and epidemiology of 2019 novel coronavirus: implications for virus origins and receptor binding. Lancet 395, 565–574. doi: 10.1016/S0140-6736(20)30251-8.

Mahase E. (2021). Covid-19: Pfizer's paxlovid is 89% effective in patients at risk of serious illness, company reports. PubMed. BMJ. Nov 08;375:n2713.

Maria N C, Slovic A D. (2018). Aplicação da matriz FPSEEA de saúde ambiental para a macrometrópole paulista: subsídios para o planejamento e gestão socioambiental regional. Guaju 4(1): 126–145. http://dx.doi.org/10.5380/guaju.v4i1.58642.

Maria, N. C.; Medeiros-Sousa, A. R.; Slovic, A. D. (2019). An Environmental Health Typology as a Contributor to Sustainable Regional Urban Planning: The Case of the Metropolitan Region of São Paulo (MRSP). Sustainability, v. 11, n. 20, p. 5800, jan.

Matos, K. F., Silva, E. L. P., & Borges Neto, I. O. (2021). Covid-19 e vulnerabilidades socioambientais no brasil: uma análise preliminar. Anais Do XIV ENANPEGE.

Ministério da Saúde. (2022). Painel Covid-19 no Brasil. Secretarias Estaduais de Saúde. Disponível em: <https://qsprod.saude.gov.br/extensions/covid-19_html/covid-19_html.html>. Acesso em 10 dez. 2022.

Moser, C. (1998). The asset vulnerability framework: reassessing urban poverty reduction strategies. World Development, v. 26, n.

Nogueira, André L. et al. (2020). Estimativa da subnotificação de casos da covid-19 no estado de Santa Catarina Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina. Disponível em: https://noticias.paginas.ufsc.br/files/2020/05/aqui.pdf Acesso em: 04 jan. 2023.

Noronha K. V. M., Guedes GR, Turra CM, Andrade MV, Botega L, Nogueira D, et al. (2020). Pandemia por COVID-19 no Brasil: análise da demanda e da oferta de leitos hospitalares e equipamentos de ventilação assistida segundo diferentes cenários. Cad Saúde Pública 2020; 36:e00115320.

Noronha, K. V. M., Guedes, G. R., Turra, C. M., Andrade, M. V., Botega, L., Nogueira, D., Calazans, J. A., Carvalho, L., Servo, L., Ferreira, M. F., & Ferreira, M. F. (2020). The COVID-19 pandemic in Brazil: Analysis of supply and demand of hospital and ICU beds and mechanical ventilators under different scenarios. Cadernos de Saude Publica, 36(6). https://doi.org/10.1590/0102-311x00115320.

Oliveira, T. M., & Araújo, A. C. O. (2020). Consequências da subnotificação dos casos de COVID-19 para a saúde pública no Brasil. InterAmerican Journal of Medicine and Health, 3. https://doi.org/10.31005/iajmh.v3i0.150.

Orellana, J. D. Y., da Cunha, G. M., Marrero, L., Horta, B. L., & da Costa Leite, I. (2020). Explosion in mortality in the Amazonian epicenter of the COVID-19 epidemic. Cadernos de Saude Publica, 36(7). https://doi.org/10.1590/0102-311X00120020

Orellana, J. D. Y., da Cunha, G. M., Marrero, L., Moreira, R. I., da Costa Leite, I., & Horta, B. L. (2021). Excess deaths during the COVID-19 pandemic: underreporting and regional inequalities in Brazil. Cadernos de Saude Publica, 37(1). https://doi.org/10.1590/0102-311X00259120.

Pinheiro L. Testes para Covid-19: entenda a situação no Brasil e tire dúvidas sobre os exames diagnósticos. 2020 [cited 2020 Apr 16]. Available from: https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/04/08/testes-para-covid-19-entenda-a-situacao-no-brasil-e-tire-duvidas-sobre-os-exames-diagnosticos.ghtml.

Pires, L. N., Carvalho, L., Xavier, L. L. (2020). COVID-19 e desigualdade: a distribuição dos fatores de risco no Brasil. Experiment Findings. https://doi.org/10.13140/RG.2.2.27014.73282.» https://doi.org/https://doi.org/10.13140/RG.2.2.27014.73282.

Pires, R. R. C. (2020). Os efeitos sobre grupos sociais e territórios vulnerabilizados das medidas de enfrentamento à crise sanitária da COVID-19: propostas para o aperfeiçoamento da ação pública Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA. Recuperado em 1 de maio de 2020, de http://www.ipea.gov.br/portal/publicacoes » http://www.ipea.gov.br/portal/publicacoes.

Phillips D. Brazil coronavirus: medics fear official tally ignores ‘a mountain of deaths’. The Guardian [cited 2020 Apr 20]. Available from: https://www.theguardian.com/global-development/2020/apr/04/medics-in-brazil-fear-official-coronavirus-tally-ignores-a-mountain-of-deaths.

Portella, S. luiz dias, José Manuel Mendes, Pedro Santos, Malú Grave, & Ichihara, M. Y. T. (2021). Metodologias para Índices de Vulnerabilidades Socioambientais, Dinâmicas de contágio da COVID 19 e Índice Brasileiro de Privação em Saúde. Ciência & Trópico, 45(2). https://doi.org/10.33148/cetropicov45n2(2021)art4.

Prado, M. F., De Paula Antunes, B. B., Dos Santos Lourenço Bastos, L., Peres, I. T., De Araújo Batista Da Silva, A., Dantas, L. F., Baião, F. A., Maçaira, P., Hamacher, S., & Bozza, F. A. (2020). Analysis of COVID-19 under-reporting in Brazil. Revista Brasileira de Terapia Intensiva, 32(2), 224–228. https://doi.org/10.5935/0103-507X.20200030.

Ribas, R. P. (2007). Vulnerabilidade à pobreza no Brasil: medindo risco e condicionalidade a partir da função de consumo das famílias. IPEA - Pesquisa e Planejamento Econômico, 37(2).

Ribeiro, H., Lima, V. M., & Waldman, E. A. (2020). In the COVID-19 pandemic in Brazil, do brown lives matter? Lancet Glob Health, 8(976–977). https://doi.org/10.1016/See.

Rothenberg, R.; Stauber, C.; Weaver, S.; Dai, D.; Prasad, A.; Kano, M. (2015). Urban health indicators and indices--Current status. BMC Pub. Heal., 15, 494.

Saiani, C. C. S., & Toneto Júnior, R. (2010). Evolução do acesso a serviços de saneamento básico no Brasil (1970 a 2004). Economia e Sociedade, 19, 79–106.

Sobral, A.; De Freitas, CM. (2010). Modelo de organização de indicadores para operacionalização dos determinantes socioambientais da saúde. Sau. e Soc., 19, 35–47.

Souza, C. D. F., Machado, M. F., & Do Carmo, R. F. (2020). Human development, social vulnerability and COVID-19 in Brazil: A study of the social determinants of health. Infectious Diseases of Poverty, 9(1). https://doi.org/10.1186/s40249-020-00743-x.

Souza, L. P. S. E. et al. (2020). Presença Do Novo Coronavírus (Sars-Cov-2) Nos Esgotos Sanitários: Apontamentos Para Ações Complementares De Vigilância À Saúde Em Tempos De Pandemia. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, V. 8, N. 3, P. 132–138.

Souza & Souza et al. (2020). Presença do novo coronavírus (SARS-CoV-2) nos esgotos sanitários: apontamentos para ações complementares de vigilância à saúde em tempos de pandemia. Vigilância Sanitária em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, v. 8, n. 3, p. 132–138.

Stauber, C.; Adams, E.A.; Rothenberg, R.; Dai, D.; Luo, R.; Weaver, S.R.; Prasad, A.; Kano, M.; Heath, J. (2018). Measuring the Impact of Environment on the Health of Large Cities. Int. J. Environ. Res. Publ. Heal., 15, 1216.

Stedile et al. (2018). A aplicação do modelo FPSEEA no gerenciamento de resíduos de serviço de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 23, n. 11, p. 3683–3694, nov.

Trindade, E. L., & Fortes, I. G. (2021). Gripe Espanhola e SARS-CoV-2: cem anos de diferença que nos igualam. Revista Eletrônica Acervo Científico, 28, e7758. https://doi.org/10.25248/reac.e7758.2021.

Yan, R., Zhang, Y., Li, Y., Xia, L., Guo, Y., Zhou, Q. (2020). Structural basis for the recognition of SARS-CoV-2 by full-length human ACE2. Science 367, 1444–1448. doi: 10.1126/science.abb2762.

Yeo, C.; Kaushal, S.; Yeo, D. Enteric involvement of coronaviruses: is faecal–oral transmission of SARS-CoV-2 possible? The Lancet Gastroenterology and Hepatology, v. 5, n. 4, p. 335–337, 2020.

Walls, A. C. et al. (2020). Structure, function, and antigenicity of the SARS-CoV-2 spike glycoprotein. Cell 181, 281–292.e6.

Watson, K. (2020). Coronavirus: ‘Undocumented explosion’ spreads around Brazil. April 16. BBC [cited 2020 Apr 20]. Available from: https://www.bbc.com/news/world-latin-america-52307339.

Who. (2020). Water, sanitation, hygiene, and waste management for SARS-CoV-2, the virus that causes COVID-19. Interim guidance, n. 29 July, p. 1–11.

Zheng, Q.; Ma, P.; Wang, M.; Cheng, Y.; Zhou, M.; Ye, L.; Feng, Z.; Zhang, C. (2023). Efficacy and safety of paxlovid for COVID-19: A meta-analysis. J. Infect.; online ahead of print.

Zhu, N., Zhang, D., Wang, W., Li, X., Yang, B., Song, J., et al. (2020). A Novel Coronavirus from Patients with Pneumonia in China 2019. N. Engl. J. Med. 382, 727–733. doi: 10.1056/NEJMoa2001017.

Publicado

27/12/2023

Como Citar

Lucena, S. V., BANDEIRA, E. D., NAVONI, J. A., SOUZA, J. R., & CUNHA, D. C. S. (2023). ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DE FATORES DE VULNERABILIDADE SOCIOAMBIENTAL SOBRE O PERFIL DE CASOS DE COVID-19 NO MUNICÍPIO DE NATAL/RN. HOLOS, 8(39). https://doi.org/10.15628/holos.2023.15827

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.