A PEDAGOGIA HISTÓRICO-CRÍTICA COMO SUBSÍDIO TEÓRICO PRÁTICO PARA UMA EDUCAÇÃO TRANSFORMADORA NO CAMPO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2021.13177

Palavras-chave:

Educação no campo, Pedagogia histórico-crítica, Formação humana.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo discutir a educação do campo trazendo elementos teórico-metodológicos de base marxista que podem servir como subsídio para a elaboração de uma proposta pedagógica a partir da perspectiva contra-hegemônica de educação escolar. Este trabalho parte de um estudo teórico à luz da pedagogia histórico-crítica tendo como horizonte a proposição de uma educação transformadora para os filhos dos trabalhadores do campo. É fruto de uma pesquisa de doutorado que tinha como objetivo analisar as concepções pedagógicas que se materializam na prática dos professores das escolas multisseriadas, tendo como referência a pedagogia histórico-crítica e de uma pesquisa de pós-doutorado sobre o trabalho de professores das escolas multisseriadas rurais no interior do estado de São Paulo. Com base nesses pressupostos, surge a seguinte problematização: de que forma a pedagogia histórico-crítica pode contribuir com uma proposta pedagógica para uma educação no campo? Para organização metodológica do trabalho, optou-se por uma abordagem qualitativa, a partir da análise bibliográfica dos escritos de Karl Marx (2003, 2005 e 2016) e dos interlocutores da Pedagogia Histórico-crítica, com destaque para Saviani (2008, 2009, 2011, 2013 e 2017) e Duarte (2011, 2014, 2015, 2016 e 2017). Conclui-se que a Pedagogia Histórico-crítica, traz, em seu bojo, um método para a compreensão da realidade nas suas múltiplas determinações e nisso se inclui as relações sociais no campo e a educação escolar ofertada aos estudantes que vivem na zona rural. Como Pedagogia pressupõe uma teoria e uma prática pedagógica que visa a formação humana em suas múltiplas dimensões com o intuito de transformação social. Deste modo, o estudo desta teoria possibilitou associar às práticas coletivas do campo para a construção do conhecimento por meio de leituras, indagações, diálogos e debates a respeito da aquisição dos bens culturais e materiais para uma educação transformadora no campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Cristina dos Santos, Universidade Federal de São Carlos

Professora associada do Departamento de Educação e do Programa de pós graduação em Educação da UFSCAr.

Klivia de Cassia Silva Nunes, Universidade Federal de Uberlândia

Licenciada em Pedagogia pelo Centro Universitário Luterano de Palmas (2000). Mestra em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (2008) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2018). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Uberlândia. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação no Campo. Atua nos seguintes temas: Políticas Públicas para Educação, Teorias Pedagógicas, Formação de Professores e Práticas Educacionais.

Referências

Caldart, R. S. (2012). Pedagogia do movimento. In Caldart, R. S., Pereira, I. B., Alentejano, P. & Frigotto, G. (Orgs.). Dicionário da Educação do Campo. Expressão Popular.

Caldart, R. S. (2015). Educação no MST e Projeto Educativo Socialista: convicções e desafios de luta e construção. II Encontro Nacional de Educadoras e Educadores da Reforma Agrária. MST.

Duarte, N. (2011). Vigotski e o “aprender a aprender”: críticas às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. 5. ed. Autores Associados.

Duarte, N. (2014). A pedagogia histórico-crítica no âmbito da história da educação brasileira. In: Pinheiro, A. C. F., Cury, C. E. & Ananias, M. (Orgs.). História da educação brasileira: experiências e peculiaridades. (pp. 29-50). UFPB. http://boletimef.org/biblioteca/3087/A-pedagogia-historico-critica-na-historia-da-educacao

Duarte, N. (2015). A importância da concepção de mundo para a educação escolar: porque a pedagogia histórico-crítica não endossa o silêncio de Wittgenstein. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, 7(1), 8-25. https://doi.org/10.9771/gmed.v7i1.12808

Duarte, N. (2016). Os conhecimentos escolares e a ressureição dos mortos: contribuição à teoria histórico-crítica do currículo. Autores Associados.

Duarte, N. (2017). Educação escolar e formação humana omnilateral na perspectiva da pedagogia histórico-crítica. In Lombardi, J. C. (Org.). Crise capitalista e educação brasileira. Navegando Publicações.

Lavoura, T. N., & Martins, L. M. (2017). A dialética do ensino e da aprendizagem na atividade pedagógica histórico-crítica. [Dossiê]. Interface (Botucatu). http://www.scielo.br/pdf/icse/2017nahead/1807-5762-icse-1807-576220160917. Acesso em: 13 fev. 2018.

Marx, K. (2003). Contribuição à crítica da economia política. Trad. M. H. B. Alves. Martins Fonte.

Marx, K., & Engels, F. (2005). A ideologia alemã: Feuerbach - A contraposição entre as cosmovisões materialista e idealista. Trad. F. Müller. Martin Claret.

Marx, K. (2016). O capital: a crítica da economia política: Livro 1: o processo de produção do capital. Trad. R. Enderle. Boitempo.

Nunes, K. de C. S., & Santos, M. C. dos. (2021b). Educação no Campo e a Pedagogia Histórico-Crítica: reflexões teórico-metodológicas sobre o processo educativo. Revista Educação e Políticas em Debate, 10(2), 750-768.

Nunes, K. de C. S., & Santos, M. C. dos. (2018). Escolas multisseriadas e a pedagogia histórico-crítica: início de uma reflexão. Educação: Teoria e Prática, v. 28, n. 58, 408-425.

Orso, P. J. (2016). Pedagogia histórico-crítica no campo. In Bassa, J. D., Santos Neto, J. L. & Bezerra, M. C. S. (Orgs.), Pedagogia histórico-crítica e educação no campo: história, desafios e perspectivas atuais. Pedro e João Editores e Navegando.

Santos, M. C. dos. (2021). Escolas multisseriadas rurais paulistas: organização do ensino e trabalho educativo. In Santos, M. C. & Santos Neto, J. L. (Orgs.). Formação de professores para escolas rurais no estado de São Paulo: o ensino em salas multisseriadas. (pp. 45-66). Pedro & João Editores.

Santos, M. C. dos. & Nunes, K. de C. S. (2021a). Currículo e saber objetivo na organização do ensino nas salas multisseriadas. Revista Exitus,11(1).

Santos, C. F. (2016). Formação humana e práticas educativas escolares no campo: reflexões à luz da pedagogia histórico crítica. In Bassa, J. D., Santos Neto, J. L. & Bezerra, M. C. S. (Orgs.). Pedagogia histórico-crítica e educação no campo: história, desafios e perspectivas atuais. Pedro e João Editores e Navegando.

Saviani, D. (2007a). Escola e democracia. 39. ed. Cortez e Autores Associados.

Saviani, D. (2007b). Trabalho e Educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação, v. 12 n. 34 jan./abr. http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n34/a12v1234.pdf.

Saviani, D. (2008a). Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Autores Associados.

Saviani, D. (2008b). A pedagogia no Brasil: história e teoria. Autores Associados.

Saviani, D. (2008c). Teorias pedagógicas contra-hegemônicas no Brasil. Ideação: Revista do Centro de Educação e Letras da Unioeste - Campus de Foz do Iguaçu, v. 10, n. 2.

Saviani, D. (2009). Modo de produção e a pedagogia histórico-crítica. Entrevista (Por Maria de Fátima Rodrigues Pereira e Elza Margarida de Mendonça Peixoto). Germinal: Marxismo e Educação em Debate, v. 1, n. 1, 110-116.

Saviani, D. (2011a). Educação e transformação social na escola e nos movimentos populares. Aula 15 - Vídeo Conferência. Universidade Estadual de Campinas. https://www.fe.unicamp.br/ead/fe/2011_2Sem_FE192_A.html. Acesso em: 08 jul. 2016.

Saviani, D. (2013a). Escola e democracia: para além da “teoria da curvatura da vara. Revista Germinal: Marxismo e Educação em Debate, v. 5, n. 2, 227-239.

Saviani, D. (2016a). A pedagogia histórico-crítica na educação do campo. In Bassa, J. D., Santos Neto, J. L. & Bezerra, M. C. S. (Orgs.). Pedagogia histórico-crítica e educação no campo: história, desafios e perspectivas atuais. Pedro e João Editores e Navegando.

Saviani, D. (2017). A crise estrutural do capitalismo e seus impactos na educação pública brasileira. In J. C. Lombardi (Org.). Crise capitalista e educação brasileira. Navegando Publicações.

Sapelli, M. L. S. (2013). Escola do Campo - espaço de disputa e de contradição: análise da proposta pedagógica das escolas itinerantes do Paraná e do Colégio Imperatriz Dona Leopoldina. [Tese de Doutorado em Educação]. Universidade Federal de Santa Catarina.

Downloads

Publicado

2021-12-07

Como Citar

dos Santos, M. C., & Silva Nunes, K. de C. (2021). A PEDAGOGIA HISTÓRICO-CRÍTICA COMO SUBSÍDIO TEÓRICO PRÁTICO PARA UMA EDUCAÇÃO TRANSFORMADORA NO CAMPO. HOLOS, 8, 1–14. https://doi.org/10.15628/holos.2021.13177

Edição

Seção

Dossiê - Pedagogia Histórico-crítica: ciência, currículo e didática