DESIGN COLABORATIVO NA PROTOTIPAÇÃO DE UM APLICATIVO MÓVEL PARA O ENSINO NA SAÚDE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2021.11990

Palavras-chave:

Aprendizagem colaborativa, Aplicativo móvel, Ensino na Saúde, Prática docente

Resumo

O presente estudo tem como objetivo analisar a criação de um protótipo para o ensino hematológico no curso de medicina durante o isolamento físico, ocasionado pela pandemia de Covid-19. A abordagem metodológica é qualitativa de natureza exploratória, consistindo em um estudo de caso. Os resultados indicam que as estudantes envolvidas no projeto de IC puderam desfrutar de um elevado grau de colaboração, visto que o Figma cria uma rede compartilhada, socialmente interativa. Essa ação possibilitou ação participativa, coletiva e a construção de significados. Além disso, observou-se a necessidade de investir em tecnologias que auxiliem a aprendizagem dos alunos e que ampliem possibilidades de construção do conhecimento. Em outros termos, é possível desenvolver estratégias de ensino com essas tecnologias, disponibilizando diferentes contextos de aprendizagem. Assim, o artigo demonstra, de forma prática, como elaborar outros recursos pedagógicos que podem auxiliar no processo educativo, não somente na saúde, mas em todas as áreas do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Karla Angélica Silva do Nascimento, Centro Universitário Christus - Unichristus

Doutora em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará; Mestra em Educação (Formação de Professores) pela Universidade Estadual do Ceará e graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Ceará. Atualmente é professora do Núcleo de Educação a Distância e do Mestrado Profissional de Ensino na Saúde e Tecnologias educacionais da Unichristus.

Lia Machado Fiuza Fialho, Universidade Estadual do Ceará

Professora doutora do Centro de Educação da Universidade Estadual do Ceará, Professora Permanente do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE/UECE). Líder do Grupo de Pesquisa Práticas Educativas Memórias e Oralidades - PEMO. Editora da revista Educação & Formação do PPGE/UECE. Pesquisadora produtividade CNPQ.

Deodato Narciso de Oliveira Castro Neto, Centro Universitário Christus - Unichristus

Mestrando do curso de Mestrado Profissional em Ensino na Saúde e Tecnologias Educacionais - MESted do Centro Universitário Christus - Unichristus. Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF.

Beatrice Araújo Duarte, Centro Universitário Christus - Unichristus

Graduanda em Medicina pelo Centro Universitário Christus - Unichristus desde 2019.

Lia Poti Gomes Cordeiro, Centro Universitário Christus - Unichristus

Graduanda em Medicina pelo Centro Universitário Christus - Unichristus desde 2019.

Referências

Arruda, J., & Siqueira, L. M. (2020). Metodologias Ativas, Ensino Híbrido e os Artefatos Digitais: sala de aula em tempos de pandemia. Práticas Educativas, Memórias E Oralidades - Rev. Pemo, 3(1), e314292. https://doi.org/10.47149/pemo.v3i1.4292

Bezerra, N., Veloso, A., & Ribeiro, E. (2021). Ressignificando a prática docente: experiências em tempos de pandemia. Práticas Educativas, Memórias E Oralidades - Rev. Pemo, 3(2), 323917. https://doi.org/10.47149/pemo.v2i3.3917

Braga, J. (2014). Objetos de Aprendizagem Volume 1: introdução e fundamentos. Santo André: Editora da UFABC.

Brandenburg, C., Silva Maciel, J., Baron, M., Costa, B., Fialho, L., & Silva, J. (2020). Cartilha educação e saúde no combate a pandemia da (covid-19). Práticas Educativas, Memórias E Oralidades - Rev. Pemo, 2(2), 1-35. https://doi.org/10.47149/pemo.v2i2.3670

Fonseca, G. (2019). As tecnologias de informação e comunicação na formação inicial de professores do 1º ciclo do ensino básico – fatores constrangedores invocados pelos formadores para o uso das tecnologias. Educação & Formação, 4(2), 3-23. https://doi.org/10.25053/redufor.v4i11.254.

Freire, P. (1985). Pedagogia do Oprimido. 14ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 218p.

Leão, S. S., Fialho, L. M. F., & de Sousa, F. G. A. (2020). Limites e Possibilidades da Educação a Distância na Formação de Licenciados em Letras/Espanhol. Linguagens, Educação e Sociedade, (44), 140-158.

Loureiro, L. C., Santos, C. V., Souza, S. M. S. D., Esteves, M. D. S., da Silva Costa, D., & Vizzoni, A. G. (2014). Diagnóstico Diferencial das Anemias Microcíticas. Revista de Trabalhos Acadêmicos-Campus Niterói. Recuperado de http://www.revista.universo.edu.br/index.php?journal=1reta2&page=article&op=viewArticle&path%5B%5D=1237

MARTINS, C. A.; FIALHO, L. M. F. & SANTANA, J. R. (2014). Práticas Educativas Digitais: uma história, uma perspectiva. 1. ed. Fortaleza: UFC. v. 1. 211p.

Moran, J. M. (2012). Tablets para todos conseguirão mudar a escola. In: Novas Tecnologias e Mediação. 21ª ed. Editora Papirus, 2012, p.30-35.

Nascimento, K. A. S. (2019). Panorama das publicações científicas nacionais e internacionais sobre a aprendizagem móvel e a prática colaborativa. Educação & Formação, 4(3), 207-229. https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/3342.

Nascimento, K. A. S., & Fialho, L. M. F. (2020). Integração das Tecnologias Móveis em Aulas de Cursos Superiores da Área da Saúde. EaD Em Foco, 10(1). https://doi.org/10.18264/eadf.v10i1.989.

Nascimento, K. A. S., Castro Neto, D., & Telles, J. (2021). The virtualization of Health Education in times of COVID-19. Reflexão e Ação, 29(1), 08-19. doi: https://doi.org/10.17058/rea.v29i1.15748.

Ozório, F. J., Cavalcante, P., Muniz, Q. H., Gomes, R., & Paim, I. (2020). Políticas públicas para o atendimento educacional especializado em Fortaleza durante a pandemia. Práticas Educativas, Memórias E Oralidades - Rev. Pemo, 3(1), e313864. https://doi.org/10.47149/pemo.v3i1.3864

Soares, L. de V., & Colares, M. L. I. S. (2020). Avaliação educacional ou política de resultados? Educação & Formação, 5(3), e2951. https://doi.org/10.25053/redufor.v5i15set/dez.2951.

Soares, M. (2019). Formação permanente de professores: um estudo inspirado em Paulo Freire com docentes dos anos iniciais do ensino fundamental. Educação & Formação, 5(1), 151-171. https://doi.org/10.25053/redufor.v5i13.1271.

Therrien, J., Azevedo, M. R., & Lacerda, C. (2017). A racionalidade pedagógica nos processos de mediação à produção de sentidos e de aprendizagem aos saberes. Educação & Formação, 2(3), 186-199. https://doi.org/10.25053/edufor.v2i6.2374.

Triguero, I. M. (2018). Gamificación y tecnologías como recursos y estrategias innovadores para la enseñanza y aprendizaje de la historia. Educação & Formação, 3(2), 3-16. https://doi.org/10.25053/redufor.v3i8.267.

Traxler, J. (2017). Mobile learning: The philosophical challenges, Problems and implications of Defining and theorising. Progressio, 39(1), 17-33. https://doi.org/10.25159/0256-8853/1785.

Santana, J. R.; Fialho, L. M. F.; Brandenburg, C. & Santos, F. F. U. J. (Org.). (2014). Educação e Saúde: um olhar interdisciplinar. 1. ed. Fortaleza: Edições UFC. v. 1. 218p.

Santos, D. C., Fialho, L. M. F., & Sousa, F. G. A. (2020). Tutoria em Educação a Distância. Revista De Educação Da Universidade Federal Do Vale Do São Francisco, 10(21), 397-425. Recuperado de https://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/1003.

Santos, M. A., Ferreira, H., & Simões, L. (2019). Formação de professor e profissionalismo: Reflexões acerca da avaliação externa. Educação & Formação, 4(2), 161-178. https://doi.org/10.25053/redufor.v4i11.896.

Santaella, L. (2014). Comunicação ubíqua: repercussões na cultura e na educação. Pia Sociedade de São Paulo-Editora Paulus.

Unesco. (2020). COVID-19 Impacto na Educação. Disponível em: https://en.unesco.org/covid19/educationresponse.

Downloads

Publicado

18/06/2021

Como Citar

Nascimento, K. A. S. do, Fialho, L. M. F., Castro Neto, D. N. de O., Duarte, B. A., & Cordeiro, L. P. G. (2021). DESIGN COLABORATIVO NA PROTOTIPAÇÃO DE UM APLICATIVO MÓVEL PARA O ENSINO NA SAÚDE. HOLOS, 2, 1–14. https://doi.org/10.15628/holos.2021.11990

Edição

Seção

Dossiê - Políticas educacionais: experiências significativas no Brasil e na Espanha

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)