UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: POR UMA CULTURA DE ACOLHIMENTO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2022.12188

Palavras-chave:

Unidade de Saúde da Família, Universidade, Acolhimento, Educação Popular

Resumo

Este texto tematiza ações de acolhimento desenvolvidas no Sistema Único de Saúde consolidadas na interação com a Universidade Federal. Relatar e analisar o desenvolvimento de duas ações de acolhimento inter-relacionadas, a Horta Agroecológica e o Cantinho do Chá, realizadas em parceria entre a Unidade de Saúde da Família Integrada Grotão, e dois projetos de extensão universitária da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), localizados na cidade de João Pessoa, Paraíba. A experiência deriva da imersão por um período de três meses nas ações de acolhimento junto aos profissionais e usuários da Unidade e aos docentes e discentes da UFPB. Ambas as ações compõem o leque das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde e foram implementadas segundo pressupostos da Educação Popular, os quais potencializaram o acolhimento na medida em que favoreceram a troca de saberes, o trabalho coletivo, a escuta, a aproximação entre usuários e profissionais, o encontro para sentar, conversar, saborear e acalmar. As iniciativas constituíram-se em exemplos exitosos, que integram instituições, ações, conhecimentos e relações pessoais, comunitárias e profissionais.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Elizara Carolina Marin, Universidade Federal da Paraíba

Possui graduação em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria (1988), mestrado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1996), doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2006), doutorado Sanduíche pela Universidade Autônoma de Barcelona (2005), Pós-doutorado (Estágio Sênior no Exterior) na Università degli Studi di Roma "La Sapienza" (2015-2016), Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação Física (nível de mestrado) da UFSM (período 2011-2013), colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UFPel ( 2009-2018), Presidente da Associação Pan-americana de Jogos e Esportes Autóctones e Tradicionais (2017-2019), professora (Associado 4) da Universidade Federal  da Paraíba. Atua principalmente nos seguintes temas: educação física; lazer; jogo; formação de professores

André Luís Bonifácio de Carvalho, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasilia (2016), Mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (2004), possui Residencia em Medicina Preventiva e Social pela UFPB(1990) e graduação em Fisioterapia pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Professor Adjunto 2 da Universidade Federal da Paraíba-DPS-CCM, tendo sido Secretário Municipal de Saúde de Campina Grande - PB (2002-2004), e no período de 2005 a 2016 ocupou cargos de gestão e direção no Ministério da Saúde Tem experiência na área de Saúde Coletiva, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão do sus, regionalização, articulação interfederativa , planejamento, monitoramento e avaliação.

Maria do Carmo de Amorim, Unidade de Saúde da Família Integrada Grotão, João Pessoa

Graduação em Agroecologia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Campus Sousa. Membro do grupo de pesquisa, agroecologia no Semiárido. Voluntária do Núcleo de Estudos em Agricultura Ecológica do Sertão Paraibano NAESP desenvolvendo atividades em projetos de extensão. Agroecóloga da Unidade de Saúde da Família Integrada Grotão.

Maria do Socorro Trindade Morais, Universidade Federal da Paraíba

Pesquisadora e Docente de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal da Paraíba. Líder do Grupo de Pesquisa em Práticas Integrativas e Complementares em Saúde. Docente do Departamento de Promoção da Saúde do Centro de Ciências Médicas (DPS/CCM/UFPB). Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde da Família, Saúde Comunitária, Educação Popular em saúde. Práticas Integrativas e Complementares. Possui Doutorado em Educação, na linha de Educação Popular, Mestrado em Enfermagem, Especialização em Saúde da Família e Graduação em Enfermagem todos pela Universidade Federal da Paraíba.

Referências

Almeida, A.G.C., & Amorim, M.C. (2017). Horta agroecológica em uma Unidade de Saúde da Família: resgatando saberes, sentidos e costumes das plantas medicinais. Anais do CONGREPICS, out., 12-17. http://editorarealize.com.br/revistas/congrepics/anais.php?idtrabalho=307.

Araújo, L.M. (2007). A Produção do Espaço Intra-Urbano e as Ocupações Irregulares no Conjunto Mangabeira, João Pessoa-PB. Revista OKARA: Geografia em debate. 1(1), 118-120.

Amorim, M.C. (2016a). A Extensão Rural como Prática de Educação não Formal no Assentamento Nova Vida, Município de Aparecida-PB [Monografia de Especialização em Educação do Campo e Desenvolvimento Sustentável, Universidade Federal Rural de Pernambuco].

Amorim, M.C. (2016b). Impactos da Lei de Ater no Estado da Paraíba: uma análise a partir das Chamadas Públicas de Ater de 2010-2014 [Dissertação de Mestrado, Universidade Federal Rural de Pernambuco].

Brandão, C. R. (1985). Repensando a Pesquisa Participante. Brasiliense.

Carvalho, A.L.B., Braga, L. R. A., Silva, D. F., Araujo, J. B. F., Amorim, M. C., & Magalhaes, M. J. O. (2020). Vivências de acolhimento na unidade de saúde da família: a experiência do cantinho do chá na UBS do Grotão, João Pessoa PB. Saúde em Redes, 6, (1), 205-217. http://revista.redeunida.org.br/ojs/index.php/rede-unida/article/view/2516. DOI: https://doi.org/10.18310/2446-4813.2020v6n1p205-217

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília. https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/518231/CF88_Livro_EC91_2016.pdf

Cruz, P.J.S.C., Prado, E. V., Sarmento, D. S., Carneiro, D. G. B., Costa, L. J. A., Vasconcelos, E. M., Araújo, R. S., Alencar, I. C., Almeida, A. M. M., Sousa, L. M. P., Botelho, B. O., & Falcão, E. F. (2019). Mapeamento de experiências de extensão popular nas universidades públicas brasileiras: um estudo descritivo em escala nacional. Revista Conexão, 15(1), 7-16. https://revistas2.uepg.br/index.php/conexao/article/view/12547/209209210494. DOI: https://doi.org/10.5212/Rev.Conexao.v.15.i1.0001

FORPROEX. Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileiras. (2012). Política Nacional de Extensão universitária. Gráfica da UFRGS.

Humaniza SUS: Documento base para gestores e trabalhadores do SUS. (2010). (4. Ed). Série B. Textos Básicos de Saúde. Ministério da Saúde.

Humaniza SUS: Política Nacional de Humanização: a humanização como eixo norteador das práticas de atenção e gestão em todas as instâncias do SUS. (2004). Série B. Textos Básicos de Saúde. Ministério da Saúde. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/humanizasus_2004.pdf

IBGE. (2010). Censo Demográfico da População 2010. IBGE. https://censo2010.ibge.gov.br/.

Kennedy, S.H. (2016). O futuro da alimentação humana. [Documentário]. Abramorama.

Lacerda, D.A.L. (2017). Programa “Mais Saúde na Comunidade”: ação interdisciplinar de práticas integrais de cuidado em saúde da família, saúde do trabalhador e inclusão da pessoa com deficiência. UFPB. https://sigaa.ufpb.br/sigaa/public/docente/extensao.jsf?siape=6337319.

Lei 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Brasília.

Lima, F.C.S. (2012). Preservação e recuperação da nascente do Rio Cuiá-João Pessoa-PB. [Monografia de Especialização em Geografia e Território: Planejamento Urbano, Rural e Ambiental, Universidade Estadual da Paraíba]. DSpace UEPB. http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/bitstream/123456789/1604/1/PDF%20-%20Fernanda%20Cristina%20Silva%20de%20Lima.pdf.

Luz, M.T. (2005). Cultura contemporânea e medicinas alternativas: novos paradigmas em saúde no fim do século XX. PHYSIS: Revista de Saúde Coletiva, 15(supl), 145-176. https://www.scielo.br/pdf/physis/v15s0/v15s0a08.pdf. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-73312005000300008

Maia, D., & Xavier, K. (2020). O Brasil das várias pandemias. Folha de São Paulo. https://temas.folha.uol.com.br/o-brasil-das-varias-pandemias/joao-pessoa/ubs-na-periferia-de-joao-pessoa-concorre-a-premio-por-metodo-de-monitoramento-de-covid-19.shtml.

Maia, D.S. (2000). Tempos lentos na cidade: permanências e transformações dos costumes rurais em João Pessoa. [Tese de Doutorado em Geografia Humana, Universidade de São Paulo].

Maia, D.S. (2014). Habitação popular e o processo de periferização e de fragmentação urbana: uma análise sobre as cidades de João Pessoa-PB e Campina Grande-PB. Anais do XV Encontro Nacional da ANPUR. ANPUR.

Melo, C.F. (2009). Avaliação da estratégia saúde da família a partir das crenças de seus profissionais [Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Paraíba].

Palito, J.V.L. (2014). A produção espacial, a partir das relações socioeconômicas no “circuito inferior” da economia urbana, no Bairro do Grotão, João Pessoa (PB). [Dissertação de Mestrado, Centro de Ciências Exatas e da Natureza, Universidade Federal da Paraíba].

Política Nacional de Atenção Básica. (2006). Série A. Normas e Manuais Técnicos. Série Pactos pela Saúde. Ministério da Saúde.

Portaria nº 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Brasília. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html.

Prefeitura de João Pessoa. Secretaria de Saúde. (2020). https://www.joaopessoa.pb.gov.br/secretaria/sms/

Rede Globo. (2018). Paraíba Rural mostra uma horta medicinal no bairro do Grotão, em João Pessoa. Paraíba Rural [matéria televisiva]. Rede Globo. http://g1.globo.com/pb/paraiba/bom-dia-pb/videos/t/edicoes/v/paraiba-rural-mostra-uma-horta-medicinal-no-bairro-do-grotao-em-joao-pessoa/7210256/

Reis, A.L.Q. (2010) Índice de Sustentabilidade Aplicada a Bacia do Rio Cuiá-João Pessoa (PB) [Dissertação de Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente, Ciências Exatas e da Natureza, Universidade Federal da Paraíba].

Moura, S. G., Sá, C.M.C.P, Braga, L.A.V., Dias, M.D., & Ferreira Filha, M.O. (2013) Experiência da Implantação do Acolhimento em uma Unidade de Saúde da Família. Revista de Enfermagem UFPE, 7(esp.), 5029-5034.

Silva, A.D. (2018). Produção de alimentos na cidade: uma estratégia para o desenvolvimento local sustentável a partir de experiências em João Pessoa-PB. [Dissertação de Mestrado Engenharia Civil e Ambiental, Universidade Federal da Paraíba].

Sousa, C.A.F, Campos, J.C.B., & Oliveira, B.M. (2016) Impactos ambientais urbanos: um estudo de caso no bairro do grotão, em João Pessoa-PB, Brasil. Revista Científica ANAP Brasil, 9(16). https://www.amigosdanatureza.org.br/publicacoes/index.php/anap_brasil/article/view/1438. DOI: https://doi.org/10.17271/1984324091620161438

Souza Júnior, X.S.S. (2008). A Participação dos movimentos sociais urbanos na produção do espaço de João Pessoa-PB. [Tese de Doutorado, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista].

Teixeira, R.R. (2003). O acolhimento num serviço de saúde entendido como uma rede de conversações. In: Pinheiro R, Mattos RA (Org.), Construção da integralidade: cotidiano, saberes e práticas em saúde. IMS, UERJ, Abrasco. pp. 89-111.

Vasconcelos, E.M. (2008). A educação popular na atenção primária à saúde. Rev. APS, 11 (3), 344-345.

Vasconcelos, E.M. (2004). Educação popular: de uma prática alternativa a uma estratégia de gestão participativa das políticas de saúde. Physis, 14(1), 67-83. https://doi.org/10.1590/S0103-73312004000100005. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-73312004000100005

Vasconcelos, E.M., Cruz, P.J.S.C., & Prado, E.V. (2016). A contribuição da Educação Popular para a formação profissional em saúde. Interface (Botucatu), 20(59), 835-838. https://doi.org/10.1590/1807-57622016.0767. DOI: https://doi.org/10.1590/1807-57622016.0767

Downloads

Publicado

28/12/2022

Como Citar

Marin, E. C., Carvalho, A. L. B. de, Amorim, M. do C. de, & Morais, M. do S. T. (2022). UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: POR UMA CULTURA DE ACOLHIMENTO. HOLOS, 6. https://doi.org/10.15628/holos.2022.12188

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.