INOVAÇÕES EM PROCESSOS DE TECNOLOGIA: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE CONTABILIDADE DA CIDADE DO NATAL/RN

Luana Pereira Dantas de Paula, Miler Franco Danjour, Bruno Campelo Medeiros, Miguel Eduardo Moreno Añez

Resumo


O presente estudo tem como objetivo geral analisar os benefícios das inovações em processos, através do uso do sistema de informação e da tecnologia da informação. Quanto aos procedimentos metodológicos, foi realizado um estudo de caso único, em uma empresa de contabilidade, através de estudo qualitativo, por meio da análise de conteúdo, e quantitativo, com estatística descritiva. Para a obtenção dos dados, foi utilizado o questionário fechado, denominado de radar da inovação, baseado em Bachmann e Destefani (2008) e uma entrevista semiestruturada, tendo, como base, o estudo de Rezende (1999). Os resultados encontrados estão de acordo com a literatura existente, quantificando um número significativo de benefícios que a inovação de processos, através dos sistemas de informação e da tecnologia da informação, traz para uma organização. Além disso, os resultados demonstram que a empresa, objeto de estudo, apresenta um alto grau de inovação em processos, medida através do radar da inovação e este destaque é resultado do número de benefícios que são alcançados através da tecnologia da informação. Logo, a necessidade das empresas contábeis inovarem em processos é de suma importância para o crescimento e a sustentabilidade das empresas. As mudanças estão acontecendo de uma maneira rápida, sendo necessário que as organizações acompanhem este cenário e se adaptem a esta realidade, realizando inovações, principalmente nos processos das empresas.

Palavras-chave


Inovação; Inovação em processos; Escritório de Contabilidade

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, A. C. et al. Políticas de segurança em sistemas de informação contábil: um estudo em cooperativas de crédito do estado de Minas Gerais. Revista Contemporânea de Contabilidade – Florianópolis, v.4 n.7, 125-143, jan-jun. 2007.

BACHMANN, D. L. E DESTEFANI, J. H. Metodologia para estimar o grau das inovações nas MPE: cultura do empreendedorismo e inovação. Curitiba: SEBRAE, 2008.

BEUREN, I. M. Evolução histórica da contabilidade de custos. Contabilidade Vista e Revista – Belo Horizonte, v. 5, n. 1, 61-66, fev. 1993.

BORGES, R. D. O. Tecnologia e Sistemas de Informação e Suas Influências na Gestão. IX SEGEC 2012 – Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia. 2012.

BURREL, G.; MORGAN, G. Sociological paradigms and organisational analysis: elements of the sociology of corporate life. Vermont: Ashgate, 1979.

BYRD, T. A.; TURNER, D. E. Measuring the flexibility of information technology infrastructure: exploratory analysis of a construct. Journal of Management Information Systems - Saddle River, v. 17, n.1, 167-208, jan-dez. 2000.

CONSELHO FEDERAL DE CONABILIDADE (CFC). Pesquisa perfil do profissional da contabilidade 2012/13. (2013). Disponível em: < http://portalcfc.org.br/wordpress/wp-content/uploads/2013/12/livro_perfil_2013_web2.pdf>. Acesso em: 09 set. 2014.

CORREIA, F. D. O sistema de informação para a contabilidade. [2013]. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2014.

FLICK. U. Introdução à pesquisa qualitativa. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

GRZESZEZESZYN, G. Contabilidade gerencial estratégica: conceito e caracterização. Revista Capital Científico – Guarapuava, v. 3, n.1, 09-27, jan-dez. 2005.

HENDERSON, J. C.; VENKATRAMAN, N. Strategic alignment: leveraging information technology for transforming organizations. IBM Systems Journal – New York, v. 32 n.1, 111-142, jan-dez. 1993.

KIRCHMER, M. Management of Process Excellence. In: VOM BROCKE, J.; ROSEMANN, M Org.). Handbook on business process management 2: strategic alignment, governance, people and culture. New York: Springer, 2010, p. 39-56.

LAUDON, K. C.; LAUDON, J. P. Sistemas de informação gerenciais: administrando a empresa digital. 5. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2004.

LEITE, F. T. Metodologia científica: métodos e técnicas de pesquisa. 2. ed. Aparecida, SP: Idéias & Letras, 2008.

LONGANEZI, T. Os sistemas de gestão da inovação e a capacidade inovadora das empresas. 2008. Tese (Doutorado) – Curso de Engenharia Química, Escola de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

MARION, J. C. A Profissão Contábil no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2014.

MENDONÇA, C. M. C. et al. Governança de tecnologia da informação: um estudo do processo decisório em organizações públicas e privadas. Revista de Administração Pública (RAP) – Rio de Janeiro, v. 47, n. 2, 443-468, mar-abr. 2013.

MICHAEL, M. H. Metodologia e pesquisa científica em ciências sociais. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

OCDE. Manual de Oslo: diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. 3. ed. Rio de Janeiro: FINEP, 2007.

PADOVEZE, C. L. Sistemas de informações contábeis: fundamentos e análise. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

PIERRY, L. I. Inovação como diferencial competitivo no mercado globalizado. Porto Alegre: [s.n.], 2001.

REIS, A. J.; SILVA, S. L. A história da contabilidade no Brasil. Disponível em: Acesso em: 22 set. 2014.

REZENDE, D. A. Engenharia de Software e Sistemas de Informação. 3. ed. Rio de Janeiro. Brasport, 2005.

REZENDE, D. A., ABREU, A. F., Tecnologia da Informação aplicada a sistemas de informação empresariais: o papel estratégico da informação e dos sistemas de informação nas empresas. São Paulo: Atlas, 2000.

SANTOS, M. C. D. Fundamentos do sistema de informação. [2012]. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2014.

SCHOLTISSEK. S. Excelência em Inovação: como criar mercados promissores nas áreas energéticas e de recursos naturais. Rio de Janeiro: Elsevier, 1959.

SOUZA, G. L. Gestão da difusão de inovações no mercado em micro e pequenas empresas brasileiras: estudo de uma vencedora do prêmio Finep de inovação. 144 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Núcleo de Pós-graduação em Administração da Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2011.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

ZWIRTES, A.; ALVES, T. W. Os Impactos Causados pela Inovação Tecnológica em Escritórios de Contabilidade do Rio Grande do Sul: uma Análise Fatorial. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade – Brasília, v. 8, n.1, 39-53, jan-mar. 2014.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2015.3200



 

HOLOS IN THE WORLD