SÍNTESE, IDENTIFICAÇÃO E QUANTIFICAÇÃO DE PARABENOS EM EDULCORANTES: UMA ABORDAGEM CONTEXTUALIZADA PARA O ENSINO DE QUÍMICA

Taís Arthur Corrêa, Raiane Maria Araujo Rodrigues, Lidervan de Paula Melo, Gustavo Henrique Gravatim Costa

Resumo


Tendo em vista a interdisciplinaridade do Curso Superior de Tecnologia em Alimentos, dar significado aos diferentes conteúdos que compõem o currículo é de extrema relevância para profissionais críticos que atuarão ativamente na sociedade. Neste sentido, aulas laboratoriais contextualizadas podem contribuir para a efetivação da aprendizagem, desenvolvendo no discente o espírito investigativo além de aproximar o conteúdo à vivência do aluno. Assim, propõe-se nesse trabalho um conjunto de aulas experimentais para as disciplinas de Química, contextualizada com a temática conservação de alimentos, que demonstre as etapas do desenvolvimento de um conservante sintético (metilparabeno), sua identificação e quantificação em edulcorantes artificiais, além de avaliar a estratégia junto aos estudantes.

 


Palavras-chave


Atividades Experimentais, Tecnologia em Alimentos, Parabenos, Conservantes Artificiais

Texto completo:

PDF

Referências


Agência Nacional de Vigilância Sanitária. (2007). Resolução RDC nº 5 de 15 de janeiro de 2007. Brasília: ANVISA. Recuperado em 16 de abril de 2020 de http://portal.anvisa.gov.br/documents/10181/2718376/RDC_05_2007_COMP.pdf/39e3737d-a1f5-49e6-84a1-c60f8475c1f7?version=1.0.

Bila, D. M.; Dezotti, M (2007). Desreguladores endócrinos no meio ambiente: efeitos e consequências. Química Nova, Rio de Janeiro, 30 (3), 661-666.

Fernandes, J. O. S.; Savino, G.; Amarante, A. C. G.; Souza, M, R.; Silva, G, R.; Cianciulli, M. E.; Corrêa, M. F. & Ferrarini, M (2013). Estudo das relações entre estrutura e atividade de parabenos: uma aula prática. Quimica Nova, 36 (6), 890-893.

Freire, P (1996). Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra.

Hoppe, A. C. & Pais, M. C. N. (2017). Avaliação da toxicidade de Parabenos em cosméticos. Revinter, 10 (3), 49-70.

Lazzari, D. D.; Martini, J. G.; Busana, J. A. (2015). Teaching in higher education in nursing: an integrative literature review. Revista Gaúcha de Enfermagem, 36 (3), 93-101.

LEÃO, M. F. (2014). Ensinar Química por meio de alimentos: possibilidades de promover alfabetização científica na educação de jovens e adultos. Dissertação (Mestrado em Ensino), Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, Rio Grande do Sul, Brasil.

Luca, A. G.; Santos, S. A.; Del Pino, J. C. & Pizatto, M. C. (2018). Experimentação contextualizada e interdisciplinar: uma proposta para o ensino de ciências. Revista Insignare Scientia, 1 (2), 1-21.

Oliveira, J. R. S. (2010). A perspectiva sócio histórica de Vygotsky e suas relações com a prática da experimentação no ensino de Química. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, 3 (3), 25-45.

Oliveira, J. R. S. (2010). Contribuições e abordagens das atividades experimentais no ensino de ciências: reunindo elementos para a prática docente. Acta Scientiae, 12 (1), 139- 156.

Oliveira, M.A. & Lima, E.M. (2008). Desenvolvimento e validação de metodologia por CLAE para determinação de metilparabeno e propilparabeno em cápsulas gelatinosas duras e transparentes. In: 48° Encontro Brasileiro de Química, 2008. Recuperado em 16 de abril de 2020 de http://www.abq.org.br/cbq/2008/trabalhos/4/4-314-4797.htm.

Petruci, J. F. S.; Cardoso, A. A. & Pereira, E. A. (2011). Desenvolvimento e validação de método analítico para determinação de benzoato, sorbato, metil e propilparabenos em produtos alimentícios utilizando a eletroforese capilar. Química Nova, 34 (7), 1177-1181.

Santos, D. M. & Nagashima, L. A. (2017). Potencialidades das atividades experimentais no ensino de Química. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, 8 (3), 94-108.

Sato, M. S. (2011). Aula de laboratório no ensino superior de Química. Dissertação (Mestrado em Ciências), Universidade de São Paulo, São Carlos, São Paulo, Brasil.

Wang, L.; Zhang , X.; Wang, Y. & Wang, W. (2006). Simultaneous determination of preservatives in soft drinks, yogurts and sauces by a novel solid-phase extraction element and thermal desorption-gas chromatography. Analytica Chimica Acta, 577(1), 62-67.

Witorsch, R. J. & Thomas J. A. (2010). Personal care products and endocrine disruption: A critical review of the literature. Critical Reviews in Toxicology, 40, 1-30.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2020.9945



 

HOLOS IN THE WORLD