SENTIDOS E COTORNOS DA INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO

Autores

  • Cláudia Battestin Universidade Comunitária Regional do Alto Uruguai e das Missões
  • Arnaldo Nogaro

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2016.3097

Palavras-chave:

inovação, educação, mudança

Resumo

O presente artigo resulta de pesquisa bibliográfica sobre o tema inovação e sua relação com a educação. O mesmo tem o objetivo de debater os possíveis sentidos e uso do conceito “inovação” na prática educativa. O conceito inovação é utilizado com diferentes sentidos por diferentes autores, sem uma atenção maior em precisar seu sentido. Inovar é o mesmo que novidade? Mudança? Usar tecnologias mais recentes? Trocar de paradigma? Como se pode ver, há necessidade de contextualizar, situar de onde se fala e dizer o que se deseja para que não se caia na divagação de sentidos e ausência de clareza sobre o que se trata.

.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Cláudia Battestin, Universidade Comunitária Regional do Alto Uruguai e das Missões

Programa de Pós Graduação em Educação

Campus URI Frederico Westphalen

Referências

REFERÊNCIAS

BLAKEMORE, S. e FRITH, U. O cérebro que aprende: lições para a educação. Portugal: Gradativa, 2009.

CANDIDO, J. P. Inovação na educação. Viva S/A. X São Paulo: Projeto Editora, ano 12, edição 152, jan, 2014.

CARBONELL, J. A aventura de inovar: a mudança na escola. Porto Alegre: Artmed, 2002.

CARDOSO, A. P. Educação e inovação. Millenium, nº 6, março de 2007. Disponível em: http://www.ipv.pt/millenium/Millenium_6.htm Acessado em janeiro de 2015.

CARVALHO, M. B. de A inovação tecnológica em educação e saúde: um caminho promissor. Disponível em: www.telessaude.uerj.br/resource/goldbook/pdf/41.pdf Acessado em 2015.

COSTA, M. da L. V. F. A promoção da inovação e mudança nas escolas de 1º Ciclo em agrupamento, no Coelho de Lourdes. Dissertação de Mestrado, 2008. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/.../1/Microsoft%20Word%20-%20Mestra. Acessado em 2015.

CUNHA, M. I. da Inovações pedagógicas: o desafio da reconfiguração de saberes na docência universitária. Cadernos de Pedagogia Universitária, número 6. São Paulo: USP, 2008.

ECHEVERRÍA, J. A escola contínua e o trabalho no espaço-tempo eletrônico. In: INBERNÓN, F. e JARANTA, B. Pensando o futuro da educação: uma escola para o século XXII. Porto Alegre: Penso, 2015.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Indignação. São Paulo: Unesp, 2000.

GUERRA, M. A. S. Adiantar-se ao futuro: agrupamentos de alunos. In: INBERNÓN, F. e JARANTA, B. Pensando o futuro da educação: uma escola para o século XXII. Porto Alegre: Penso, 2015.

IMBERNÓN, F. Inovar o ensino e a aprendizagem na universidade. São Paulo: Cortez, 2012.

LEITE, D.; GENRO, M. E. H.; BRAGA, A. M. e S. Inovações pedagógicas e demandas ao docente na universidade. In: Inovação e pedagogia universitária. Porto Alegre: UFRGS, 2011.

MESSINA, G. Mudança e inovação educacional: notas para reflexão. Cadernos de Pesquisa. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, nº 114, novembro de 2001.

MORA, F. Neuroeducação para ensinar e aprender melhor. Revista Pedagógica Pátio. Porto Alegre: Artmed, ano XVI, nº 61, Fev./Abril 2012.

MORALES, A. C. Innovación social: un ámbito de interés para los servicios sociales, Zerbit- zuan,núm. 45,2009. disponible en: http://www.zerbitzuan.net/documentos/ zerbitzuan/12.pdf

OLIVEIRA, G. G de Neurociências e os processos educativos: um saber necessário na formação de professores. Educação. São Leopoldo: Unisinos, 18 (1), jan./abril de 2014.

SACRISTÁN, J. G. Apresentação. Por que nos importamos com a educação no futuro. In: INBERNÓN, F. e JARANTA, B. Pensando o futuro da educação: uma escola para o século XXII. Porto Alegre: Penso, 2015.

SAVIANI, D. A Filosofia da Educação e o problema da inovação em educação. In: GARCIA, W.E. (Org.) Inovação educacional no Brasil. S. Paulo: Cortez, 1980.

TONUCCI, F. Os alunos na escola do amanhã. In: INBERNÓN, F. e JARANTA, B. Pensando o futuro da educação: uma escola para o século XXII. Porto Alegre: Penso, 2015.

XAVIER, A. C. Educação, tecnologia e inovação: o desafio da aprendizagem hipertextualizada na escola contemporânea. Revista (Con) Textos Linguísticos – Edição especial ABEHTE. Espírito Santo: UFES, v. 7, nº 8.1, 2013.

Downloads

Publicado

20/04/2016

Como Citar

Battestin, C., & Nogaro, A. (2016). SENTIDOS E COTORNOS DA INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO. HOLOS, 2, 357–372. https://doi.org/10.15628/holos.2016.3097

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.