AVALIAÇÃO DOS DOCENTES E FUTUROS DOCENTES, QUANTO AO CONHECIMENTO E UTILIZAÇÃO DE MÍDIAS INTERATIVAS NAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS

Danielle Marie Macedo Sousa, Isabel Virgolino Egídio

Resumo


O presente trabalho reflete sobre a importância da utilização das Mídias nas Práticas Pedagógicas. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, e conta com a aplicação do questionário como técnica de coleta de dados. Para tal, analisa os professores que lecionam em uma Escola Estadual de Ensino Fundamental, no município de Itaporanga, Paraíba e os alunos das Licenciaturas da Educação à Distância (EAD) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com Polo de Apoio Presencial no mesmo município, no que tange a competência tanto dos docentes que estão em exercício quanto aos futuros docentes (atuais discentes), na perspectiva do uso dos recursos midiáticos nas práticas Pedagógicas.

 


 


Palavras-chave


Tecnologia de Informação; Comunicação; Mídias Interativas; Práticas Pedagógicas

Texto completo:

PDF

Referências


ALARCÃO, I.(org.). Formação reflexiva de professores estratégias de supervisão. Porto: Porto Editora, 1996.

ARAÚJO, M. I. M. Uma abordagem sobre as tecnologias da informação e da comunicação na formação do professor. In: MERCADO, L; KULLOK, M. Formação de professores: política e profissionalização, Maceió, EDUFAL, 2004.

CERVO et al. Metodologia científica. São Paulo: Pearson Prentise Hall, 2007.

COSTA, M. C. V. Trabalho docente e profissionalismo. Porto alegre: Sulina, 1995.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

GIL, A.C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GONÇALVES, E. P. Conversas sobre iniciação a pesquisa cientifica. Campinas, SP: Editora Alínea, 2007.

HAETINGER, M.G. O Universo Criativo da Criança na educação, coleção Criar. v. 03. Rio Grande do Sul, 2005.

IBGE. Censo 2010. Brasília: IBGE, 2010. Disponível em: .

KALINKE, M. A. Para não ser um professor do século passado. Curitiba: Gráfica Expoente, 1999.

KENSKI, V. M. Educação e tecnologias: O novo ritmo da informação. Campinas, SP: Papirus, 2008.

MARTINS, M. C. Integração das mídias e práticas pedagógicas. In: VALENTE, J. A.; ALMEIDA, M. E. B. (Org.). Formação de educadores à distância e integração de mídias. São Paulo: Avercamp, 2007.

MORAN, J, M. A integração das tecnologias na educação. Disponível em: 01 abr de 2014.

OLIVEIRA, V. B. (Org.). Informática em psicopedagogia. São Paulo: Ed. SENAC, 1996.

SANT’ANNA, I.M.; SANT’ANNA, V. M. Recursos educacionais para o ensino: quando e por quê? Petrópolis: Vozes, 2004.

SARTORI, A. S. Educação superior à distância: gestão da aprendizagem e da produção de materiais didáticos impressos e on-line. Tubarão: Ed.: Unisul, 2005.

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-crítica: Primeiras Aproximações. 3. ed. São Paulo: Cortez, 1991.

STRAUB, S. L.W. Estratégias, desafios e perspectivas do uso da Informática na educação – realidade na escola pública. Cáceres: Ed. UNEMAT, 2009.

VALENTE, J. A. Computadores e conhecimento: repensando a educação. São Paulo: UNICAMP/NIED. 1998.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2016.2808



 

HOLOS IN THE WORLD