A EDUCAÇÃO ESCOLAR NA PERSPECTIVA DA PEDAGOGIA HISTÓRICO-CRÍTICA: PONTUAÇÕES TEÓRICAS

Autores

  • Maria Sousa Aguiar Universidade Federal do Oeste do Pará/Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Amazônia (PGEDA) da Rede EDUCANORTE, Polo Santarém-Pará, Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). https://orcid.org/0000-0001-5485-6072
  • Maria Lília Imbiriba Sousa Colares Universidade Federal do Oeste do Pará/Docente do Programa de Pós-graduação em Educação https://orcid.org/0000-0002-5915-6742

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2021.13140

Palavras-chave:

Educação escolar, Pedagogia histórico-crítica, Formação integral.

Resumo

O estudo analisa a educação escolar na perspectiva da Pedagogia histórico-crítica, destacando a função social da escola e a importância do saber elaborado no processo da formação integral do homem e da transformação da realidade social. Desenvolveu-se por meio de pesquisa bibliográfica, tendo como referenciais: Duarte (2016; 2017), Lombardi (2018; 2021), Martins (2018), Orso (2020), Saviani (2011; 2012; 2013; 2018; 2019; 2020), dentre outros. Revelou que a educação é inerente à sociedade e para a escola cumprir a sua função social e desvelar a face oculta da realidade não adianta somente democratizá-la, tornando-a acessível a toda a população. É preciso dar atenção ao saber que se desenvolve no interior desse espaço educativo. Portanto, frente às condições atuais da educação brasileira compreende-se como essencial uma prática educativa fundamentada pela teoria histórico-crítica, a qual concebe o homem imerso em um contexto histórico-social e como agente consciente e crítico de sua própria realidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Sousa Aguiar, Universidade Federal do Oeste do Pará/Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Amazônia (PGEDA) da Rede EDUCANORTE, Polo Santarém-Pará, Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa).

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Amazônia (PGEDA) da Rede EDUCANORTE, Polo Santarém-Pará, Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). Mestra em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Ufopa, Campus de Santarém-Pará. Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Técnica em Assuntos Educacionais da Ufopa. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Brasil/HISTEDR/Ufopa.

Maria Lília Imbiriba Sousa Colares, Universidade Federal do Oeste do Pará/Docente do Programa de Pós-graduação em Educação

Doutora e Pós-doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Docente do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Oeste do Pará-Ufopa. É Vice- coordenadora do Fórum de Editores de Periódicos de Educação das Regiões Norte e Nordeste. Bolsista do CNPq. Líder Adjunta do Grupo de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Brasil/HISTEDR/Ufopa.

Referências

Abrantes, A. A. (2018). Como ensinar? O método da pedagogia histórico-crítica e a aula como unidade concreta de relações sociais. In J. C. Pasqualini, L. A. Teixeira & M. M. Agudo. Pedagogia histórico-crítica: Legado e perspectivas. Uberlândia, MG: Navegando Publicações, 99-116. Recuperado em 12 de março de 2021, de: https://drive.google.com/drive/u/4/folders/1q2cVzXqfqOSX740hssuC6GHwd-3BOo83

Alves, F. C., & Fialho, L. M. F. (2019). CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: O QUE PENSAM OS PROFESSORES?. Práxis Educacional, 15(31), 251-272. https://doi.org/10.22481/praxis.v15i31.4672

Alves, F. C., Fialho, L. M. F. & Lima, M. S. L. (2018). Formação em pesquisa para professores da educação básica. Revista Tempos e Espaços em Educação, 11(27), 285-300. Recuperado em 16 de setembro de 2021, de https://seer.ufs.br/index.php/revtee/index

Brandenburg, C., Pereira, A. S. M., & Fialho, L. M. F. (2019). Práticas reflexivas do professor reflexivo: experiências metodológicas entre duas docentes do ensino superior. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, 1, 1-16. Recuperado em 12 de março de 2021, de: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3527

Colares, A. A. & Colares, M. L. I. S. (2013). As políticas educacionais e a formação de professores. In D. F. Jeffrey & L. E. Aguilar. Balanço da política Educacional Brasileira (1999-2009): Ações e programas. (1.ed.). Campinas, SP: Mercado das Letras.

Colares, A. A. (2011). História da educação na Amazônia. Questões de natureza teórico-metodológicas: Críticas e proposições. Revista HISTEDBR On-Line, 11(43e), 187-202. https://doi.org/10.20396/rho.v11i43e.8639960

Colares, A. A. (2020). Empresariamento da educação. In A. B. de Lima, F. S. Previtali & C. Lucena (Orgs.) Em defesa das políticas públicas. Uberlândia, MG: Navegando Publicações, 279-306. Recuperado em 2 de setembro de 2021, de https://56e818b2-2c0c-44d1-8359-cc162f8a5934.filesusr.com/ugd/35e7c6_516ecb95eff245e9bb554786df9d51f1.pdf

Colares, M. L. I. S., & Lima, G. S. N. (2021). A pedagogia histórico-crítica nos periódicos da região norte e nordeste: Interlocuções sistematizadas. Debates em Educação. 13(32), 374-395. https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n32p374-395

Colares, M. L. I. S., Soares, L. de V., & Cardozo, M. J. P. B. (2021). A gestão educacional como política: Proposições na escola pública. HOLOS, 37(2), 1-20. Recuperado em 28 de junho de 2021, de: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/12003

Duarte, N. (2016). Os conteúdos escolares e a ressurreição dos mortos: Contribuição à teoria histórico-crítica do currículo. Campinas, SP: Autores Associados.

Duarte, N. (2017). Educação escolar e formação humana omnilateral na perspectiva da pedagogia histórico-crítica. In J. C. Lombardi (Org.). Crise capitalista e educação brasileira. Uberlândia, MG: Navegando Publicações, 101-122.

Fialho, L. M. F., Sousa, F. G. A. & Freire, V. C. C. (2020). Formação continuada de professores: O que se publica no Norte e Nordeste?. Revista Exitus, X, 1-24. Recuperado em 16 de setembro de 2021, de http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1286

Florencio, L., Fialho, L., & Almeida, N. (2017). POLÍTICA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES: A INGERÊNCIA DOS ORGANISMOS INTERNACIONAIS NO BRASIL A PARTIR DA DÉCADA DE 1990. HOLOS, 5, 303-312. https://doi.org/10.15628/holos.2017.5757

Frigotto, G. (2012). Educação omnilateral. In R. S. Caldart et al. (Org.). Dicionário da educação do campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 267-274.

Goergen, P. (2021). Educação na atualidade: Novas perspectivas. Revista Exitus, 11(1), e020155. https://doi.org/10.24065/2237-9460.2021v11n1ID1565

Lombardi, J. C. (2018). Pedagogia histórico-crítica: Desafios para sua implementação. In J. C. Pasqualini, L. A. Teixeira & M. M. Agudo. Pedagogia histórico-crítica: Legado e perspectivas. Uberlândia, MG: Navegando Publicações, 169-190.

Lombardi, J. C. (2021). Marxismo e educação: A formação do trabalhador no século XXI. Palestra realizada na Aula de abertura do semestre letivo de 2020.2 do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (PPGEP/IFRN), em 08/02/2021, às 19h. Recuperado em 2 de abril de 2021, de: https://www.youtube.com/watch?v=5t9uxxAeN60&t=784s

Marsiglia, A. C. G., Martins, L. M., & Lavoura, T. N. (2019). Rumo à outra didática histórico-crítica: superando imediatismos, logicismos formais e outros reducionismos do método dialético. Revista HISTEDBR On-Line, 19, e019003. https://doi.org/10.20396/rho.v19i0.8653380

Martins, L. M. (2018). O que ensinar? O patrimônio cultural humano como conteúdo de ensino e a formação da concepção de mundo no aluno. In J. C. Pasqualini, L. A. Teixeira & M. M. Agudo. Pedagogia histórico-crítica: Legado e perspectivas. Uberlândia, MG: Navegando Publicações, 83-98. Recuperado em 12 de março de 2021, de: https://drive.google.com/drive/u/4/folders/1q2cVzXqfqOSX740hssuC6GHwd-3BOo83

Melo, A. A. S. (2004). A mundialização da educação: Consolidação do projeto neoliberal na América Latina, Brasil e Venezuela. Maceió: EDUFAL.

Orso, P. J. (2020). Um espectro ronda a educação e a escola pública. 1 ed. eletrônica. Uberlândia, MG: Navegando Publicações. Recuperado em 14 de abril de 2021, de: https://56e818b2-2c0c-44d1-8359cc162f8a5934.filesusr.com/ugd/35e7c6_c8ec52e852be49fcb703142d9061ac35.pdf

Santos, C. de L., Jr. (2018). A pedagogia histórico-crítica e o papel da escola e do professor: elementos para pensar a escola da transição. In J. C. Pasqualini, L. A. Teixeira & M. M. Agudo. Pedagogia histórico-crítica: Legado e perspectivas. Uberlândia, MG: Navegando Publicações, 49-64. Recuperado em 12 de março de 2021, de: https://drive.google.com/drive/u/4/folders/1q2cVzXqfqOSX740hssuC6GHwd-3BOo83

Saviani, D. (2011). Pedagogia histórico-crítica: Primeiras aproximações. (11. ed.). Campinas, SP: Autores Associados.

Saviani, D. (2012a). Escola e democracia. (42. ed.). Campinas, SP: Autores Associados.

Saviani, D. (2012b). Origem e desenvolvimento da pedagogia histórico-crítica. In COLÓQUIO INTERNACIONAL MARX E ENGELS, 7., 2012, Campinas. Anais... Campinas: CEMARX/UNICAMP, 1-15. Recuperado em 20 de maio 2021, de: https://www.ifch.unicamp.br/formulario_cemarx/selecao/2012/trabalhos/Demerval%20Saviani.pdf

Saviani, D. (2013). A pedagogia histórico-crítica, as lutas de classes e a educação escolar. Germinal: Marxismo e educação em debate, 5(2), 25-46. https://doi.org/10.9771/gmed.v5i2.9697

Saviani, D. (2018). Como avançar? Desafios teóricos e políticos da pedagogia histórico-crítica hoje. In J. C. Pasqualini, L. A. Teixeira & M. M. Agudo. Pedagogia histórico-crítica: Legado e perspectivas. Uberlândia, MG: Navegando Publicações, 235-255. Recuperado em 12 de março de 2021, de: https://drive.google.com/drive/u/4/folders/1q2cVzXqfqOSX740hssuC6GHwd-3BOo83

Saviani, D. (2019). Pedagogia histórico-crítica, quadragésimo ano: Novas aproximações. (1. ed.). Campinas, SP: Autores Associados.

Saviani, D. (2020). A pedagogia histórico-crítica. Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências, 3(2), 11-36. Recuperado em 9 de março de 2021, de: https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/1405

Saviani, D., & Duarte, N. (Orgs.). (2012). Pedagogia histórico-crítica e luta de classes na educação escolar. (1. ed.). Campinas, SP: Autores Associados.

Soares, L. de V., & Colares, M. L. I. S. (2020). Educação e tecnologias em tempos de pandemia no Brasil. Debates Em Educação, 12(28), 19-41. https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12n28p19-41.

Soares, M. P. do S. B. (2019). Formação permanente de professores: um estudo inspirado em Paulo Freire com docentes dos anos iniciais do ensino fundamental. Educ. Form., 5(13), 151–171. https://doi.org/10.25053/redufor.v5i13.1271

Taffarel, C. N. Z. (2012). Marxismo e educação: Contribuição ao debate sobre a teoria educacional e a transição. Revista HISTEDBR On-Line, 11(41e), 257-270. https://doi.org/10.20396/rho.v11i41e.8639908

Vasconcelos, J. G., Fialho, L. M. F. & Lopes, T. M. R. (2018). Educação e liberdade em Rousseau. Educação & Formação, 3(8), 210-223. https://doi.org/10.25053/redufor.v3i8.278

Downloads

Publicado

2021-12-07

Como Citar

Aguiar, M. S., & Colares, M. L. I. S. (2021). A EDUCAÇÃO ESCOLAR NA PERSPECTIVA DA PEDAGOGIA HISTÓRICO-CRÍTICA: PONTUAÇÕES TEÓRICAS. HOLOS, 8, 1–14. https://doi.org/10.15628/holos.2021.13140

Edição

Seção

Dossiê - Pedagogia Histórico-crítica: ciência, currículo e didática

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)