ESTUDOS SOBRE A HISTÓRIA DA FORMAÇÃO E PRÁTICA DOCENTE DE EDUCAÇÃO FÍSICA: O ESTADO DA QUESTÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2020.8565

Palavras-chave:

Estado da Questão, Educação Física, História, formação, prática docente

Resumo

Este artigo apresenta a construção do Estado da Questão (EQ) que objetivou analisar as produções científicas publicizadas relacionadas à história da Educação Física com ênfase na formação e prática docente. De modo mais específico, procuramos conhecer a forma como os pesquisadores têm desenvolvido seus estudos, evidenciar os objetivos, as fontes metodológicas e os resultados das pesquisas definidas como achados e, apontar as possíveis lacunas de conhecimentos em relação à temática de investigação. O mapeamento dos estudos foi realizado no portal de periódicos da Scientific Electronic Library Online (SciELO) e na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) nos meses de setembro e outubro de 2018, utilizando-se como principais descritores: formação, prática docente, Educação Física e história em algumas combinações. Constatamos a riqueza de olhares dos pesquisadores nos textos analisados, que nos permitiu conhecer diversas realidades e as maneiras como foram investigadas. Apontamos como principal lacuna a falta de estudos historiográficos da Educação Física que apresente como lócus municípios interioranos do Ceará. Por fim, consideramos que as reflexões e discussões contidas neste estudo, podem auxiliar os pesquisadores no desenvolvimento de suas pesquisas a partir do interesse em saber e realizar o EQ sobre seu objeto de investigação, para melhor conhecê-lo e delimitá-lo de forma mais incisiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Paulo Rogério de Lima, Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professor da Secretaria de Educação do Estado do Ceará (SEDUC)

Sílvia Maria Nóbrega-Therrein, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutora em Sociologia da Educação, pela Universidade de Salamanca, Espanha e Pós-Doutora em Educação pela Universidade de Valencia, Espanha. Professora Assistente da Universidade Estadual do Ceará do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Curso de graduação em Medicina. Líder do Grupo de Pesquisa Educação, História e Saúde Coletiva e Coordenadora do Laboratório- LEHSC.

Referências

ANDERÁOS, Margareth. A reorganização da formação profissional em Educação Física no Brasil: aspectos históricos significativos. 2005. 185 f. Tese (Doutorado em Educação Física). Faculdade de Educação Física – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

BOMBASSARO, Ticiane e VAZ, Alexandre Fernandez. Sobre a formação de professores para a disciplina Educação Física em Santa Catarina (1937-1945): ciência, controle e ludicidade na educação dos corpos. Educar, Editora UFPR, Curitiba, n. 33, p. 111-128, 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/er/n33/08.pdf. Acesso em: 14 set. 2018.

BOREL, Tatiana. Processos de formação e práticas docentes na constituição histórica da Educação física escolar no Espírito Santo, nas décadas de 1930 e 1940. 2012. 182 f. Dissertação (Mestrado em Educação) Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.

CAMPOS, Marcos Antônio Almeida. Histórias entrelaçadas: presença da dança na Escola de Educação Física da UFMG (1952-1977). 2007. 204 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2007.

COSTA, Luciene Henrique da; SANTOS, Marysol de Souza, GÓIS JUNIOR Edivaldo. O discurso médico e a Educação Física nas escolas (Brasil, século XIX). Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v28(2), p.273-82, abr-jun, 2014. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbefe/v28n2/1807-5509-rbefe-28-2-0273.pdf. Acesso em 14 set. 2018.

DIAS, Cleber. Momentos iniciais da Educação Física em Goiás (1917-1929). Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.28(1): 95-111, Jan-Mar; 2014. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbefe/v28n1/1807-5509-rbefe-28-01-00095.pdf. Acesso em 14 set. 2018.

GÓIS JÚNIOR, Edivaldo et. al. Estudo histórico sobre a formação profissional na Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (1980-1990). Motriz, Rio Claro, v.18, n.2, p.393-400, abr./jun. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/motriz/v18n2/v18n2a19.pdf. Acesso em 14 set. 2018.

GUIMARÃES, Mariza Alves. Um olhar sobre a história da organização curricular da educação física no colégio de aplicação da universidade federal de Sergipe (1959-1996). 2016. 159 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016.

LYRA, Vanessa Bellani; MAZO, Anice Zarpellon e BEGOSSI Tuany Defaveri. A educação física no currículo da formação de professores primários no Rio Grande do Sul (1877-1927). Revista Brasileira de Educação v. 23: p. 1-20, jul. 2018. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v23/1809-449X-rbedu-23-e230040.pdf. Acesso em 14 set. 2018.

MELO, Victor Andrade de. Escola Nacional de Educação Física e Desportos: Uma possível história. 1996. 199 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física). Faculdade de Educação Física – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1996.

MELO, Victor Andrade de e PERES, Fabio de Faria. O corpo da nação: Posicionamentos governamentais sobre a educação física no Brasil monárquico. História, Ciências, Saúde – Manguinhos. Rio de Janeiro, v.21, n.4, p.1131-1149, out./dez. 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/hcsm/v21n4/0104-5970-hcsm-21-4-1131.pdf. Acesso em 14 set. 2018.

Nóbrega-Therrien, S. M; Therrien, J. O estado da questão: aportes teóricos-metodológicos e relatos de sua produção em trabalhos científicos. In: Farias, I. S. de; Nunes, J. B. DE C.; Nóbrega-Therrien, S. M. Pesquisa científica para iniciantes: caminhando no labirinto. Fortaleza, EdUECE, 2010.

OLIVEIRA, Antônio Sérgio Francisco. Inezil Penna Marinho: História e Educação Física (1940 a 1958). 2012. 135 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física). Centro de Educação Física e Desportos – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.

OLIVEIRA, Marcus Aurélio Taborda de. Educação Física escolar e ditadura militar no Brasil (1968-1984): história e historiografia. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.28, n.1, p. 51-75, jan./jun. 2002. Disponível em http:/www.scielo.br/pdf/ep/v28n1/11655. pdf. Acesso em 14 set. 2018.

OLIVEIRA, Marcus Aurélio Tarborda de e CHAVES JÚNIOR, Sergio Roberto. Os espaços para a educação física no ensino secundário paranaense: um estudo comparativo entre os anos finais da ditadura varguista e os anos da ditadura militar brasileira pós 1964. Revista Educar, Curitiba, Editora UFPR, n. 33, p. 39-56, 2009. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/er/n33/04.pdf. Acesso em 14 set. 2018.

PÊGO, Pedro Lucas dos Santos. A história da graduação em Educação Física da UNESP de Bauru e memória da reestruturação curricular de 1990. 2016. 377 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Motricidade). Instituto de Biociências – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Bauru, 2016.

PIRES, Roberto Gondim. História da Educação Física na Bahia: O percurso da formação profissional. 2007. 154 f. Tese (Doutorado em Educação) Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2007.

REI, Bruno Duarte e LUDORF, Sílvia Maria Agatti. Educação Física escolar e ditadura militar no Brasil (1964-1985): balanço histórico e novas perspectivas. Revista Educação Física/UEM, v. 23, n. 3, p. 483-497, 3. trim. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/refuem/v23n3/15.pdf. Acesso em 14 set. 2018.

ROCHA, Ariza Maria. Educação Física Escolar: História da inserção e consolidação na capital cearense. 2008. 172 f. Tese (Doutorado em Educação Brasileira). Faculdade de Educação – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2008.

RODRIGUES, Júlio Ricardo de Barros. A Educação Física como disciplina escolar – Que história é essa?: A construção componente escolar Educação Física no Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Pernambuco no período de 1971 a 2001. 2009. 244 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.

SÁ, Elizabeth Figueiredo de. A educação dos corpos infantis no projeto mato-grossense de formação do cidadão republicano (1910-1930). Caderno Cedes, Campinas, v. 38, n. 104, p. 75-88, jan./abr., 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ccedes/v38n104/1678-7110-ccedes-38-104-75.pdf. Acesso em 14 set. 2018.

SILVA, Ribamar Nogueira da. Currículo escrito e a história da Educação Física no Brasil (1896-1945). 2016. 171 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba, 2016.

SOUSA, Eustáquia Salvadora de. Meninos, à Marcha! Meninas, à sombra! A história do ensino da Educação Física em Belo Horizonte (1897 - 1994). 1994. 266 f. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Educação – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1994.

VENTURA, Paulo Roberto Veloso. A Educação Física e sua constituição histórica: desvelando ocultamentos. 2010. 206 f. Tese ( Doutorado em Educação) Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2010.

Downloads

Publicado

16/12/2020

Como Citar

Lima, P. R. de, & Nóbrega-Therrein, S. M. (2020). ESTUDOS SOBRE A HISTÓRIA DA FORMAÇÃO E PRÁTICA DOCENTE DE EDUCAÇÃO FÍSICA: O ESTADO DA QUESTÃO. HOLOS, 6, 1–20. https://doi.org/10.15628/holos.2020.8565

Edição

Seção

ARTIGOS