A ATUAÇÃO DOS EGRESSOS DO CURSO DE OCEANOLOGIA DA FURG

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2020.7733

Palavras-chave:

Oceanografia, Ciências do Mar, Egressos

Resumo

O trabalho tem por objetivo analisar a evolução da inserção profissional dos egressos do curso de Oceanologia da Universidade Federal do Rio Grande – FURG no período 2001-2013, sua distribuição geográfica e as Grandes Áreas e Áreas de atuação junto aos setores público, privado e terceiro setor. Os levantamentos foram efetuados com o auxílio da Plataforma Lattes, das redes sociais LinkedIn e Facebook e do banco de dados da FURG, abrangendo o universo de graduados. Não há estudos antecedentes para as modalidades que compõem as Ciências do Mar. Os resultados mostram que as políticas públicas de pessoal e a situação econômica do país têm influência na quantidade relativa de egressos inseridos no mercado de trabalho. O setor público é o principal empregador. Em 2013, os egressos do curso de Oceanologia atuavam em 18 das 19 Grandes Áreas que integram o campo das Ciências do Mar, com destaque para Gestão Ambiental, Oceanografia Biológica e Recursos Pesqueiros, assim como em 51 das 57 Áreas, especialmente em Avaliação de Impactos Ambientais, Conservação de Recursos Naturais e Cultivo (Maricultura). A atuação dos egressos em Educação Ambiental revela a contradição entre a formação e o fazer profissional, uma vez que até recentemente o tema não era parte do currículo oficial do curso de Oceanologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Luiz Carlos Krug, Universidade Federal do Rio Grande

Doutor em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande - PPGEA/FURG. Docente do curso de Oceanologia do Instituto de Oceanografia da FURG - IOFURG. Coordenador do Comitê Executivo para a Formação de Recursos Humanos em Ciências do Mar - PPG-Mar.

Luís Fernando Minasi, Universidade Federal do Rio Grande

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor Titular do Instituto de Educação da FURG. Docente permanente do Programa de Pós-graduação em Educação Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande - PPGEA/FURG.

Cleuza Maria Sobral Dias, Universidade Federal do Rio Grande

Doutora em Educação pela Pontificia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Professora Titular do Instituto de Educação da FURG. Diretora da Estação de Apoio Antártico - ESANTAR.

Referências

Chaves, P. T. C., Krug, L. C., Guerra, N. C., Lessa, R. P. T., Pesce, C. P. (2007). Pesquisa e formação de recursos humanos em Ciências do Mar. Brasília: Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar – SECIRM. (livreto)

https://cienciasdomarbrasil.furg.br/images/livros/Livreto.pdf

Comitê Executivo para a Formação de Recursos Humanos em Ciências do Mar – PPG-Mar. (2015). Relatório de Atividades 2014 e Plano de Trabalho e Orçamento 2015. Brasília: Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar – SECIRM.

https://cienciasdomarbrasil.furg.br/images/relatorios/Relatorio2014a2014ePlanejamento2015.pdf

Gambardella, A. M. D., Ferreira, C. F. & Frutuoso, M. F. P. (2000). Situação profissional de egressos de um curso de Nutrição. Revista de Nutrição, v. 13 (1), 37-40.

https://www.scielo.br/j/rn/a/m6V4TySjS7kYRDPCDbLWb7H/?lang=pt&format=pdf

Krug, L. C. (2001). Desafios além da Academia: análise da situação profissional dos egressos do curso de Oceanologia da FURG. [Manuscrito não publicado]. Universidade Federal do Rio Grande.

Krug, L. C. (2009). O mercado de trabalho na área de Ciências do Mar: situação presente e perspectivas. [Manuscrito não publicado]. Universidade Federal do Rio Grande.

Krug, L. C. (Org.). (2012). Formação de recursos humanos em Ciências do Mar: estado da arte e plano nacional de trabalho 2012-2015. Pelotas: Ed. Textos.

https://cienciasdomarbrasil.furg.br/documentos/livros/18-livros/57-link-formacao-de-recursos-humanos-em-ciencias-do-mar

Krug, L. C., Minasi, L. F. & Dias, C. M. S. (2019). O Processo Histórico de Construção do Currículo do Curso de Oceanologia e a Presença da Educação Ambiental nos Cursos de Oceanografia do Brasil. Currículo Sem Fronteiras, v. 19 (2), 661-688.

http://www.curriculosemfronteiras.org/vol19iss2articles/krug-minasi-dias.pdf

Lei Complementar n° 140, de 8 de dezembro de 2011. Diário Oficial da União. (2011). Brasília, DF: Presidência da República. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/LCP/Lcp140.htm

Lei n° 11.760, de 01 agosto de 2008. Dispõe sobre o exercício da profissão de Oceanógrafo. Diário Oficial da União. (2008). Brasília, DF: Presidência da República.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007- 2010/2008/Lei/L11760.htm

Marques, A. C. T. L. (2017). Inserção profissional dos egressos de um curso de Licenciatura em Física. REEC: Revista Electrónica de Enseñanza de Las Ciencias, v. 16 (1), 1- 27.

http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen16/REEC_16_1_1_ex992.pdf

Marx, K. (2013). O Capital: crítica da economia política. Livro 1: O processo de produção do capital. Trad. Rubens Enderle. São Paulo: Boitempo.

Parecer CNE/CES n° 224, de 5 de junho de 2012. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior. (2012). Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Oceanografia, bacharelado, e dá outras providências. Brasília, DF.

http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=11634- pces224-12-pdf&category_slug=setembro-2012-df&Itemid=30192

Portaria n° 232, 14 de setembro de 2005. Marinha do Brasil. (2005). Cria o Comitê Executivo para a Consolidação e Ampliação dos Grupos de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências do Mar (PPG-Mar). Brasília: DF.

https://www.marinha.mil.br/secirm/sites/www.marinha.mil.br.secirm/files/port-232-2005.pdf

Resolução n° 01, de 24 de abril de 2012. Comissão Interministerial para os Recursos do Mar. (2012). Altera a denominação do Comitê Executivo para Formação de Recursos Humanos em Ciências do Mar – PPG-Mar. Brasília: DF. Disponível em:

https://www.marinha.mil.br/secirm/sites/www.marinha.mil.br.secirm/files/resolucao-1-2012.pdf

Ribeiro, P. F., Kato, M. & Raine, G. (2013). Mercado de trabalho e Relações Internacionais no Brasil: um estudo exploratório. Meridiano 47, v. 14 (135), 10-18.

Rodrigues, R. M., Conterno, S. de F. R. & Guedes, G. C. (2015). Formação na graduação em Enfermagem e impacto na atuação profissional na perspectiva de egressos. Interfaces da Educação, v. 6

Santos, C. E. dos & Sanna, M. C. (2003). Inserção dos egressos do curso de graduação em Enfermagem de uma universidade particular do Grande ABC no mercado de trabalho. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 56 (6), 630-633.

Souza, T. R. de & Gomes, C. L. (2010). Inserción profesional de los licenciados en Turismo: el caso de la Universidad Federal de Minas Gerais (Brasil) entre 2005 y 2007. Estudios y Perspectivas en Turismo, v. 19 (6), 1105-1116.

Downloads

Publicado

08/12/2021

Como Citar

Krug, L. C., Minasi, L. F., & Dias, C. M. S. (2021). A ATUAÇÃO DOS EGRESSOS DO CURSO DE OCEANOLOGIA DA FURG. HOLOS, 7, 1–18. https://doi.org/10.15628/holos.2020.7733

Edição

Seção

ARTIGOS