ARTICULAÇÃO DAS POLTÍCAS PÚBLICAS DE SÁUDE MENTAL E ECONOMIA SOLIDÁRIA – INICIATIVAS DE GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2018.5233

Palavras-chave:

Políticas Públicas, Saúde Mental, Trabalho

Resumo

Este estudo teve como objetivo identificar o número de inciativas de geração de trabalho/renda e empreendimentos econômicos e solidários para pessoas em sofrimento psíquico, com ênfase na região Nordeste e no estado do Ceará. A pesquisa foi realizada a partir de dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde, por meio do Cadastro de Inciativas de Inclusão Social pelo Trabalho, da Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas/DAPES/SAS/MS, Informativo Eletrônico de Dados sobre a Política Nacional de Saúde Mental – 2015. Constatou-se, de 2005 a 2013, um total de 1.008 experiências de geração de trabalho e renda em todas as regiões do Brasil, a região Nordeste apresentou 330 delas e o estado do Ceará desenvolveu 44 iniciativas. Essas ações são uma nova tecnologia no campo da reabilitação psicossocial e devem ser integradas à rede de atenção à saúde mental dos municípios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Francisca Bezerra de Oliveira, Universidade Federal do Cariri - bolsista PNPD. Universidade Federal de Campina Grande - professora titular.

Professora Titular da Universidade Federal de Campina Grande

Curso de Enfermagem / Campus Cajazeiras

Jose Ferreira Lima Júnior, Escola Técnica de Saúde de Cajazeiras do campus Cajazeiras da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)

Universidade Federal de Campina Grande
Centro de Formação de Professores
Escola Técnica de Saúde de Cajazeiras
Curso Técnico em Saúde Bucal

Francisco Mário de Sousa Silva, Universidade Federal do Cariri

Universidade Federal do Cariri; discente do
Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional Sustentável (PRODER)

Jeferson Antunes, Universidade Federal do Cariri

Universidade Federal do Cariri (UFCA); discente do
Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional Sustentável (PRODER)

Referências

Brasil. (2015). Saúde Mental em Dados – 12. Informativo eletrônico. Brasília, DF, Brasil. Recuperado em: http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2015/dezembro/15/Preven----o-em-Dados--2013-2015-.pdf Acesso em: 08 de outubro de 2016.

Brasil. (2005). Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Saúde mental e economia solidária: inclusão social pelo trabalho. Brasília: DF, Brasil.

Brasil. Lei Federal n. 10.216, de 06 de abril de 2001. Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental.

Carvalhaes, A. G. (2008). O lugar do trabalho solidário na reforma psiquiátrica brasileira. (Dissertação de Mestrado). Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil.

Faria, José Henrique de. (2017). Autogestão, economia solidária e organização coletivista de produção associada: em direção ao rigor conceitual. Cadernos EBAPE.BR, 15(3), 629-650. https://dx.doi.org/10.1590/1679-395157778

França Filho, G. (2002, dez.). O comércio justo: do mercado paralelo à participação na economia de mercado. Revista Produzir, Salvador, v. (12), 70-71.

Gigante, M. P. (2011). Perfil das oficinas de geração de trabalho e renda no âmbito da atenção psicossocial no Brasil. (Dissertação de Mestrado). Universidade Católica de Pelotas. Pelotas, RS, Brasil.

Gil, A. C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social. 6.ed.- São Paulo: Atlas.

Lussi, I. A. O. de.; Ricci, T. E.; Pereira, L. M. (2017) Fomento à iniciativas de economia solidária com usuários de álcool e outras drogas em situação de rua: relato de experiência. Tempus, actas de saúde colet, Brasília, 11(3), p. 259-272.

Moraes, Ramiz Candeloro Pedroso de, & Castro-Silva, Carlos Roberto de. (2016). Sentidos e Processos Psicossociais envolvidos na Inclusão pelo Trabalho na Saúde Mental. Psicologia: Ciência e Profissão, 36(3), 748-762. https://dx.doi.org/10.1590/1982-3703002372015

Morato, G. G., Lussi, I. A. O. (2015, set., dez.). Caracterização de iniciativas de geração de trabalho. Rev. Ter Ocup. Univ São Paulo. 26 (3), 336-344.

Oliveira, F. B. de. et al. (2015, jul., dez.). Reforma Psiquiátrica, economia solidária e inclusão social. Ciência e Sustentabilidade – CeS, v. 1, p. 96-107.

Oliveira, F. B. de; Lima Júnior, J. F.; Moreira, M. R. C. (2012). Saúde mental no contexto da saúde da família. In: Resgatando saberes e ressignificando práticas: interfaces no campo da saúde coletiva. (pp. 81-97). Campina Grande, PB: EdUFCG.

Oliveira, F. B. de. (2002). Construindo saberes e práticas em saúde mental. João Pessoa: Editora Univeristária/UFPB.

Santos, C. S. et al. (2016). Psicologia & Economia Solidária: Possíveis Intervenções. Diálogo, Canoas, n. 31, p. 47-57, abr.

Santiago, E. S. (2014). O trabalho como estratégia de atenção em saúde mental: cartografias do conceito trabalho nas políticas públicas de saúde. (Tese de Doutorado). Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista. Assis, SP, Brasil.

Silva, L. A. A. (2012). A construção de um projeto de extensão universitária no contexto das políticas públicas: saúde mental e economia solidária. (Tese de Doutorado). Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo. São Paulo, SP, Brasil.

Singer, P. (2005). Conferência de abertura: economia solidária e saúde mental. (1 ed.) In: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Saúde mental e economia solidária: inclusão social pelo trabalho. (pp. 11-12) Brasília, DF: Brasil.

Singer, P. (2002). Introdução à economia solidária. São Paulo: Fundação Perseu Abramo.

Veronese, Marilia Verissimo, Gaiger, Luiz Inácio, & Ferrarini, Adriane Vieira. (2017). SOBRE A DIVERSIDADE DE FORMATOS E ATORES SOCIAIS NO CAMPO DA ECONOMIA SOLIDÁRIA. Caderno CRH, 30(79), 89-104. https://dx.doi.org/10.1590/s0103-49792017000100006

Downloads

Publicado

2018-12-03

Como Citar

Oliveira, F. B. de, Candido Moreira, M. R., Lima Júnior, J. F., Nascimento, D. C. do, Silva, F. M. de S., & Antunes, J. (2018). ARTICULAÇÃO DAS POLTÍCAS PÚBLICAS DE SÁUDE MENTAL E ECONOMIA SOLIDÁRIA – INICIATIVAS DE GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA. HOLOS, 6, 130–140. https://doi.org/10.15628/holos.2018.5233

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)