FORMAÇÃO CONTINUADA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: INTERFACES COM O BRINCAR

Leticia Cavassana Soares, Valdete Côco, Silvana Ventorim

Resumo


Considerando a formação continuada em articulação com o trabalho educativo na Educação Infantil, pautado no eixo das interações e brincadeiras, neste texto apresentamos estudo bibliográfico que analisou produções acadêmicas sobre as temáticas da formação continuada e do brincar, situadas na primeira etapa da educação básica. Sustentados nos pressupostos teórico-metodológicos bakhtinianos, buscamos compreender como se configuram as pesquisas que associam a tríade referente à formação continuada, ao brincar e à Educação Infantil, selecionando trabalhos no Banco de Teses e Dissertações da CAPES, nos Grupos de trabalho 07 e 08 da ANPEd e no banco da SciELO. As análises do corpus de dados acenam para a necessidade de investimentos em ações de formação continuada que tematizem o brincar na interface com o trabalho educativo com as crianças, com a finalidade de culminar em práticas pedagógicas pautadas na brincadeira.


Palavras-chave


Educação Infantil; Formação continuada; Brincadeira.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRÉ, M. (Org.). Formação de professores no Brasil (1990-1998). Brasília: Inep/Anped/Comped, 2002. Disponível em: . Acesso em: 8 set. 2015

BAKHTIN, M. M. Estética da criação verbal. 6. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011

BAKHTIN, M. M. Questões de literatura e de estetica: (a teoria do romance). 3. ed. - São Paulo: UNESP: Hucitec, 1993.

BRAGAGNOLO, R. I.; RIVERO, A. S.; WAGNER, Z. T. Entre meninos e meninas, lobos, carrinhos e bonecas: a brincadeira em um contexto da educação infantil. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 36., 2013. Anais... Goiânia: ANPEd, 2013. Disponível em: Acesso em 15 ago. 2015

BRASIL. CNE/MEC. Brinquedos e brincadeiras de creches: manual de orientação pedagógica. Brasília: MEC, 2012. Disponível em: Acesso em: 22 nov. 2015

BRASIL. CNE/MEC. Resolução nº 2, de 1º de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Disponível em: Acesso em: 05 ago. 2015.

BRASIL. CNE/MEC. Resolução nº 5, de 17 de dezembro de 2009. Estabelece Diretrizes Curriculares para a Educação Infantil. Disponível em: . Acesso em: 19 mai.2015

BRZEZINSKI, I.; Formação de profissionais da educação (2003-2010). Brasília: INEP/ANPEd, 2014. Disponível em: Acesso em: 8 set. 2015

BRZEZINSKI, I.; GARRIDO, E. Formação de profissionais da educação (1997-2002). Brasília: INEP/ANPEd, 2006. Disponível em: file:///C:/Users/user/Downloads/%7BE7938201-8264-4C46993509B88283020F%7D_MIOLO_ESTADO%20DO%20CONHECIMENTO%20N%C2%BA%2010%20(3).pdf. >. Acesso em: 8 set. 2015

CASTRO, J. S. “Quando elas não querem mais ficar juntas fazendo, deixo elas pegarem brinquedos e brincarem”: os atos docentes como promotores da brincadeira e da linguagem entre as crianças pequeninas. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 37., 2015. Anais... Florianópolis: ANPEd, 2015. Disponível em: Acesso em: 15 ago. 2015

CÔCO, V. Formação continuada na educação infantil. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 33., 2010. Anais... Caxambu: ANPEd, 2010. Disponível em: Acesso em: 15 ago. 2015

COELHO, G. M. S. Formação contínua e atividade de ensinar: produzindo sentidos sobre o brincar na educação infantil. 2012. 222f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós- Graduação em Educação da Universidade Federal do Piauí. Teresina, 2012.

FARIAS, K. C. F. As concepções das crianças sobre as características de uma boa professora de educação infantil. 2012. 156 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós- Graduação em Educação Brasileira da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2012.

LEITE, Y. U. F. et al. Necessidades formativas e formação contínua de professores de redes municipais de ensino. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 33., 2010. Anais... Caxambu: ANPEd, 2010. Disponível em: Acesso em: 15 ago. 2015

LORDELO, E. da R; CARVALHO, A. M. A. Educação infantil e psicologia: para que brincar?. Psicol. cienc. prof., Brasília , v. 23, n. 2, p. 14-21, June 2003 . Disponível em: . Acesso em 12 Set. 2015.

MAYNART, R. C; HADDAD, L. A compreensão das relações de parentesco pelas crianças na brincadeira de faz de conta em contexto de educação infantil. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 35., 2012. Anais... Porto de galinhas: ANPEd, 2012. Disponível em: Acesso em: 15 ago. 2015

MULLER, J. C. Jogos e brincadeiras com o uso das tecnologias móveis na educação infantil: o que as crianças têm a nos dizer? In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 37., 2015. Anais... Florianópolis: ANPEd, 2015. Disponível em: Acesso em: 15 ago. 2015

NAVARRO, M. S.; PRODOCIMO, E. Brincar e mediação na escola. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Porto Alegre , v. 34, n. 3, p. 633-648, Set. 2012 . Disponível em:

NEITZEL, S. T. L. Brincadeira e aprendizagem: concepções docentes na Educação Infantil. 2012. 112 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós- Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2012.

NÓVOA, A. Formação de professores e trabalho pedagógico. Lisboa: Educa, 2002.

NÓVOA, A. Professores: Imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

RIBEIRO, L. A. O registro de classe das escolas públicas municipais do rio de janeiro: formação docente continuada ou tarefa burocrática? . In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 35., 2012. Anais... Porto de galinhas: ANPEd, 2012. Disponível em: Acesso em: 15 ago. 2015

ROCHA, E. A. C. As pesquisas sobre educação infantil no Brasil: a trajetória da Anped (1990-1996). Pro-posições, Campinas, n. 28, p. 54-74, 1999. Disponível em: < http://www.todosnos.unicamp.br:8080/lab/acervo/artigos-de-periodicos/ROCHA_AsPesquisasSobreEducacaoInfanti_In_Pro-Posicoes.rtf/view>. Acesso em: 5 set. 2015.

TEIXEIRA, S. R. S. A mediação de uma professora de educação infantil nas brincadeiras de faz-de-conta de crianças ribeirinhas. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 35., 2012. Anais... Porto de galinhas: ANPEd, 2012. Disponível em: Acesso em: 15 ago. 2015

TEIXEIRA, S. R. S. A relação cultura e subjetividade nas brincadeiras de faz de conta de crianças ribeirinhas da Amazônia. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 36., 2013. Anais... Goiânia: ANPEd, 2013. Disponível em: Acesso em: 15 ago. 2015

VECTORE, C. O Brincar e a Intervenção Mediacional na Formação Continuada de Professores de Educação Infantil. Psicol. USP, São Paulo , v. 14, n. 3, p. 105-131, 2003 . Disponível em: . Acesso em: 12 set. 2015.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 5. ed. - São Paulo: Martins Fontes, 1994.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2016.3953



 

HOLOS IN THE WORLD