CORPO, EDUCAÇÃO E SABER SENSÍVEL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2016.3739

Palavras-chave:

Corpo, Educação, Saber Sensível, Sensibilidade

Resumo

Nossa existência no mundo é corporal. Corpo aqui entendido como sensibilidade, como possibilidade de conhecer e aprender, como forma de linguagem que proporciona um diálogo como o mundo. Neste texto, queremos refletir sobre as possíveis relações entre o corpo, a educação e o saber sensível. Enfocando a importância do corpo para a educação, fortalecendo o significado do saber sensível para a educação atual. A questão não é negar a educação racionalizada e fragmentada que vem sendo desenvolvida nas escolas, que tem como objetivo a didatização, memorização e a preparação para o mercado de trabalho. Mas sim, mostrar que uma educação pautada no saber sensível, possibilitada pela vivência corporal diante do mundo, pode auxiliar para uma educação mais globalizada e significativa, que leva em consideração inúmeros aspectos no processo e ensino e aprendizagem, como as experiências anteriores dos alunos, o contexto onde a escola está inserida, a família e as diferentes possibilidades que cada aluno percebe e sente sua relação com o mundo que o cerca. Neste sentido, o saber sensível se torna fundamental para a construção da autonomia e da criação de diferentes formas de pensar sobre as coisas do mundo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Aguinaldo Cesar Surdi, UFRN

Pós doutorando em Educação física pela UFRN

Érica Janaína Santiago Moreira Freire, UFRN

Mestranda em Educação Física pela UFRN

José Pereira de Mello, DEF - UFRN

Professor Dr. do DEF - UFRN

Referências

SANTIN, Silvino. Educação física: Temas pedagógicos. Porto Alegre, EST/ESEF, 1992.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. 2a ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

SANTIN, Silvino. Educação Física: da alegria do lúdico a opressão do rendimento. Porto Alegre: Edições EST/ESEF – UFRGS, 1994.

DUARTE JUNIOR, J. F. O Sentido dos Sentidos: a educação do sensível. Curitiba: Edições Criar, 2001.

SANTIN, Silvino. Educação Física: uma abordagem filosófica da corporeidade. Ijuí: UNIJUÍ, 1987.

ALVES, R. Concerto para corpo e alma. São Paulo, Papirus, 1998.

NUNES, Camila Xavier; REGO, Nelson. As geografias do corpo e a educação (do) sensível no ensino de geografia. In: Revista Brasileira de Educação em Geografia, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 86-107, jan./jun., 2011.

SERRES, Michel. Filosofia Mestiça. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993.

Downloads

Publicado

23/06/2016

Como Citar

Surdi, A. C., Freire, Érica J. S. M., & Mello, J. P. de. (2016). CORPO, EDUCAÇÃO E SABER SENSÍVEL. HOLOS, 3, 363–370. https://doi.org/10.15628/holos.2016.3739

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.