CONCEPÇÕES DE PROFESSORES SOBRE O USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS NAS ESCOLAS DO ENSINO FUNDAMENTAL DO PARANÁ: O CASO DO ENSINO DAS CIÊNCIAS DA NATUREZA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2016.3632

Palavras-chave:

Política pública, Tecnologia da educação, Ensino de Ciências.

Resumo

O objetivo dessa investigação foi o de estudar as concepções de professores da Rede Estadual da Educação do Estado do Paraná, sobre a utilização de tecnologias educacionais no ensino de Ciências da Natureza. As discussões foram realizadas com base no Programa Paraná Digital e no material disponível no Portal “Dia a Dia Educação”, concebido pela Secretaria de Estado da Educação do Estado do Paraná (SEED/PR). A coleta dos dados foi baseada em questões dissertativas e as narrativas dos sujeitos foram tratadas por meio da Análise Textual Discursiva. A investigação identificou que os professores não utilizam os computadores. Embora o Portal “Dia a Dia Educação” se mantenha atualizado, especialmente com material de Ciências da Natureza, a investigação apontou a falta de manutenção dos computadores por parte das Coordenações Regionais de Tecnologia na Educação (CRTE), o que compromete o uso desse material pelos professores na Escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Diego Machado Ozelame, Universidade Estadual de Londrina/PR

Doutorando do PPG em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Estadula de Londrina/PR

Referências

BIZZO, N. Ciências: fácil ou difícil? São Paulo: Ática, 2008.

BORBA, M. C. PENTEADO, M. G. Informática e educação matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Conselho Nacional da Educação. Câmara Nacional de Educação Básica. Brasilia, 2013.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto – MEC. Secretaria da Educação a Distância – SEED. Programa Nacional de Informática na educação. PROINFO. Diretrizes. Brasília, 1997.

FURMAN, M. O ensino de ciências do ensino fundamental: colocando as pedras fundacionais do pensamento científico. Sangari Brasil, São Paulo, outubro 2009.

MORAES, R. Da noite ao dia: tomada de consciência de pressupostos assumidos dentro das pesquisas sociais. Porto Alegre, 2006. (Texto inédito)

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva. 2 ed. Ijuí: Editora UNIJUÍ, 2011.

NASCIMENTO, J. K. F. Informática aplicada à educação. Brasília: Universidade de Brasília, 2007.

OLIVEIRA, R. Informática Educativa: magistério, formação e trabalho pedagógico. São Paulo: Papirus, 2007.

PAIS, L. C. Educação escolar e as tecnologias da informática. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Paraná digital – tecnologias de informação e comunicação nas escolas públicas paranaenses. Secretaria de Estado da Educação, Curitiba: SEED, 2010.

PERRENOUD, P. 10 novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas: Papirus, 2003.

KRASILCHIK, M. Prática de Ensino de Biologia. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2004.

ROCHA, S. S. D. O uso do Computador na Educação: a Informática Educativa In: Revista Espaço Acadêmico. Nº 58, junho de 2008. Disponível em: <http://www.espacoacademico.com.br/ 085/85rocha.htm>. Acesso em 18 jul. 2012.

Downloads

Publicado

20/04/2016

Como Citar

Ozelame, D. M. (2016). CONCEPÇÕES DE PROFESSORES SOBRE O USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS NAS ESCOLAS DO ENSINO FUNDAMENTAL DO PARANÁ: O CASO DO ENSINO DAS CIÊNCIAS DA NATUREZA. HOLOS, 2, 389–401. https://doi.org/10.15628/holos.2016.3632

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.