“AO CORRER DA PENA”: EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO PENSAMENTO DO INTELECTUAL FRANCISCO LINS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2020.11347

Palavras-chave:

Viagens, Escola Nova, Institut Jean-Jacques Rousseau, crônicas, História da Educação.

Resumo

Compreender o pensamento de Francisco Lins (1866-1933) quanto à educação profissional é o objetivo deste trabalho. O assunto foi tratado em crônicas do intelectual mineiro, hoje relegado ao esquecimento, mas que outrora destacou-se nas esferas em que atuou. Debruço-me nesta investigação sobre essas produções a fim de entender as ideias que desenvolveu sobre o tema da educação profissional. Trabalho com a perspectiva de Roger Chartier (1990) de que a compreensão de qualquer texto depende da maneira como chega ao leitor. Desse modo, busco entender o uso, a materialidade e o suporte em que os textos circularam. A partir da análise, percebo que, em um primeiro momento, o interesse do educador era tratar o ensino profissional-agrícola, engajado nas ideias do movimento ruralista, que pregava uma formação para o trabalho e o desenvolvimento do país, considerando-o como "essencialmente agrícola". Posteriormente, inserido no contexto de reformas educativas dos anos 1920, influenciado pelas ideias escolanovistas, pensa a educação profissional associada ao ensino prático das instituições primárias, visando à identificação de aptidões e orientação profissional. Nessa formulação, os professores teriam um papel fundamental, sendo a formação desses profissionais também tratada em seus textos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Daise Silva dos Santos, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Professora da Prefeitura Municipal de Duque de Caxias.

Mestra em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PROPED/UERJ). 

 

Referências

Castilho, M. de S. (2013). “O amigo incondicional de todos os governos”: a trajetória de João Lage em O Paiz nos primeiros anos da República. [Apresentação de comunicação Oral]. In IX Encontro Nacional de História da Mídia (1-13). Ouro Preto. http://www.ufrgs.br/alcar/encontros-nacionais-1/9o-encontro-2013/artigos/gt-historia-do-jornalismo/201co-amigo-incondicional-de-todos-os-governos201d-a-trajetoria-de-joao-lage-em-o-paiz-nos-primeiros-anos-da-republica.

Christo, M. de C. V. (1994). A “Europa dos pobre”: Juiz de Fora na Belle-Époque mineira. EDUFJF.

Barbosa, M. 2007. História cultural da imprensa: Brasil, 1900-2000. Mauad X.

Chalhoub, S. et al. (2005). Apresentação. In S. Chalhoub et al.. (Ed.), História em Cousas Miúdas: capítulo de História Social da crônica no Brasil. 11-22. Editora Unicamp.

Chartier, R. (1990). A História Cultural: entre práticas e representações. DIFEL.

Dias, A. (2014). Entre laranjas e letras: processos de escolarização no distrito-sede de Nova Iguaçu (1916-1950). Quarter: Faperj.

Esteves, A. (1915). Álbum do Município de Juiz de Fora. Imprensa Oficial do Estado de Minas.

Kappel, M. N. (2019). Literatos, Jornalistas e Inspetores de ensino: Perspectivas modernizadoras para a cidade de Juiz de Fora (1896-1910). [Tese de Doutorado, Universidade Federal do Rio de Janeiro]. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE-UFRJ). https://ppge.educacao.ufrj.br/teses2019/tMarilia%20Neto%20Kappel.pdf.

Lins, F. Cem annos depois, Revista do Ensino, No. 23, out. 1927. http://www.siaapm.cultura.mg.gov.br/.

Lins, F. Escolas Infantis, O Paiz, 15/11/ 1924, 4. http://memoria.bn.br/hdb/periodico.aspx.

Lins, F. Grupos escolares, O Paiz, 23/11/1924, 5. http://memoria.bn.br/hdb/periodico.aspx.

Lins, F. Um novo Gymnasio, O Paiz, 27/12/1924, 4. http://memoria.bn.br/hdb/periodico.aspx.

Lins, F. Ensino Profissional V. Correio de Minas, 20/12/1896, 1. http://memoria.bn.br/hdb/periodico.aspx.

Lins, F. Cartas da Roça, O Pharol, 21 de setembro de 1892, 1. http://memoria.bn.br/hdb/periodico.aspx.

Lins, F. Orientação Profissional. Minas Geraes, 28/06/1930, 6.

Mario Mendes Campos. Discurso de Posse na cadeira No. 19 da AML. Revista da Academia Mineira de Letras. Volume XV, 1934.

Nagle, J. (1974). Educação e sociedade na Primeira República. EPU.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

Santos, D. S. dos. (2020). “AO CORRER DA PENA”: EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO PENSAMENTO DO INTELECTUAL FRANCISCO LINS. HOLOS, 8, 1–11. https://doi.org/10.15628/holos.2020.11347

Edição

Seção

ARTIGOS