Percursos do acesso ao PROEJA: um panorama do IFFluminense

Autores

  • Josemara Henrique da Silva Pessanha Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense
  • Gerson Tavares do Carmo Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro http://orcid.org/0000-0002-2142-0229

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2020.5992

Palavras-chave:

Acesso, Direito à educação, PROEJA.

Resumo

Este artigo analisa a política de acesso dos estudantes ao Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade da Educação de Jovens e Adultos (PROEJA) no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense campus Campos Guarus. A partir da sistematização dos editais dos processos seletivos para os cursos do PROEJA, realizou-se um estudo dos procedimentos e critérios adotados nesta ação. Foi verificado que houve mudanças e investimentos na perspectiva da inclusão. Entretanto, é necessário rever alguns elementos, que podem determinar que as ações investidas nesses processos seletivos sejam de fato consolidadas institucionalmente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Josemara Henrique da Silva Pessanha, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense

Mestre em Políticas Sociais pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF. Especialização Lato Sensu em PROEJA - Trabalho e Educação e o Mundo da Educação Profissional. Bacharel em Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense. Assistente Social do Instituto Federal Fluminense (IFF) campus Campos Guarus. Tem experiência na área de Serviço Social com ênfase em Educação. Integrante do grupo de pesquisa CNPq: Núcleo de Estudos sobre Acesso e Permanência na Educação - NUCLEAPE (IFF/UENF).

Gerson Tavares do Carmo, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

Professor associado da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) desde 2011, lotado no Laboratório de Estudos de Educação e Linguagem (LEEL), responsável pela cadeira de Fundamentos da Alfabetização no curso de Licenciatura em Pedagogia, credenciado nos Programas de Pós-Graduação de Cognição e Linguagem e de Políticas Sociais. Cursou doutorado em Sociologia Política e mestrado em Cognição e Linguagem, ambos na UENF. Possui especialização em Educação Montessoriana (OBRAPE, RJ), licenciatura curta em Ciências (Centro Educacional de Niterói), técnico em Formação de Professores (C. E. Mª Zulmira Torres, Cantagalo, RJ), licenciatura plena em Formação de Professores de Ensino Médio da área terciária (FANIP, Niterói) e graduação em Administração Pública (FGV-RJ). Em 1980, ingressa profissionalmente na área de educação, inicialmente no ensino médio, depois na educação infantil e no ensino fundamental. Desde 2002, dedica-se à Educação de Jovens e Adultos (EJA) e à alfabetização em seus fundamentos e práticas. É líder do grupo de pesquisa/CNPq Escrita: poder e subjetividades e vice-líder do Núcleo de Estudos sobre Acesso e Permanência na Educação.

Referências

ARROYO, Miguel González. Da Escola Carente à Escola Possível. 6. ed. Loyola, 2003. p. 9-52.

_______. Educação de jovens e adultos: um campo de direitos e responsabilidade pública. In: Diálogos na educação de jovens e adultos. 4. ed. Autêntica editora: Belo Horizonte, 2011. p. 19-52.

_______. Políticas educacionais, igualdade e diferenças. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Periódico científico editado pela ANPAE, v. 27, n. 1, 2011. p. 83-94.

ARRUDA, Zoraida Almeida de Andrade. O PROEJA no IFPB campus João Pessoa: um estudo sobre o acesso e a permanência do alunado. 2012. 145p. Dissertação de Mestrado em Educação, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa/PB, 2012.

BRASIL. Programa de Integração da Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrada ao Ensino Médio na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos - PROEJA. Documento Base, 2007.

COUTINHO, Eduardo Henrique Lacerda. Trajetória escolar dos alunos do proeja no CEFET-MG e as possibilidades de inclusão social. In: Seminário Nacional de Educação Profissional e Tecnológica, 2012. Disponível em: <http://www.senept.cefetmg.br/galerias/Anais_2012/GT-07/GT07-006.pdf>. Acesso em: 12 fev. 2016.

FARENZENA, Nalu; LUCE, Maria Beatriz. Políticas públicas de educação no Brasil: reconfigurações e ambiguidades. In: MADEIRA, Lígia Mori (Org.) Avaliação de Políticas Públicas. Porto Alegre: UFRGS/CEGOV, 2014. p. 195-215.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A relação da educação profissional e tecnológica com a universalização da educação básica. In: Educação Profissional e Tecnológica no Brasil Contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Artmed, 2010, p. 25-41.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2002. p. 41-56.

HADDAD, Sérgio; XIMENES, Salomão. A educação de pessoas jovens e adultas na LDB: um olhar passados 17 anos. In: BRZEZINSKI, Iria (Org.). LDB/1996 contemporânea: contradições, tensões, compromissos. São Paulo: Cortez, 2014. p. 233- 255.

LEMOS, Suely Fernandes C. Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA): um estudo sobre o acesso à formação profissional. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro, RJ, 2010.

LIMA FILHO, Domingos Leite. O PROEJA em construção: enfrentando desafios políticos e pedagógicos. Educação e Realidade, v. 35, n. 1, p. 109-127, jan./abr. 2010.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 10. ed. São Paulo: Hucitec, 2007. p. 262-327.

MOLL, Jaqueline. PROEJA e democratização da educação básica. In: Educação Profissional e Tecnológica no Brasil Contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Artmed, 2010, p. 131-138.

SELLTIZ, Claire.; COOK, Stuart; WRIGHTSMAN, Lawrence. Métodos de Pesquisa nas relações sociais. 5. ed., São Paulo: E.P.U.; Ed. UDUSP, 1975. p. 263-311.

WANDROSKI, Silvana Francescon; COLEN, Fernanda Ruschel Cremonese. As ações afirmativas para ingresso de estudantes no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia. O Social em Questão - Ano XVII, n. 32, p. 165-182, 2014.

Downloads

Publicado

2020-05-15

Como Citar

Pessanha, J. H. da S., & do Carmo, G. T. (2020). Percursos do acesso ao PROEJA: um panorama do IFFluminense. HOLOS, 3, 1–21. https://doi.org/10.15628/holos.2020.5992

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)