DESEMPENHO DE COLETORES E ESPUMANTES NA FLOTAÇÃO DIRETA DE MINÉRIOS AURÍFEROS SULFETADOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2016.3633

Palavras-chave:

flotação direta, minérios auríferos, caracterização química

Resumo

As mineralizações auríferas na área do estudo (Princesa Isabel – PB) são do tipo veio de quartzo-ouro-sulfeto (lode gold) principalmente, porém neste garimpo e em outros próximos da região, os garimpeiros estão beneficiando as curimãs (rejeito) através de processos rudimentares. O ouro primário está disseminado nas rochas, onde também se encontram (secundariamente) os veios e filões de quartzos, na maioria das vezes mineralizados. O ouro encontrado nas micro-fraturas dos filões provavelmente está associado a processos de cisalhamento intensamente sulfetados por alterações hidrotermais que ocorreram na área. Neste trabalho são apresentados alguns resultados da flotação de um minério aurífero sulfetado. Os melhores resultados de concentração de ouro foram obtidos com uma composição dos coletores etil xantato de potássio (C2XK), na concentração de 30g/t, ditiocarbamato de sódio (C4H6N2S4Na2) 20g/t, em pH@10. Utilizou-se a flotação direta, em que minerais de interesse flotados e separados nas espumas são acompanhados de minerais de ganga, como demonstra os resultados experimentais. Nos ensaios de flotação com o efeito sinérgico dos coletores C2XK e Na(CH3)2NCS2 foram obtidos concentrados com teor de 169 ppm (enriquecimento de 38 vezes).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Marcelo Rodrigues Nascimento, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - IFPB

Tem experiência na área de Química Inorgânica, com ênfase em Química de Materiais; Síntese e Caracterização de Materiais. Tem desenvolvido trabalhos em: Síntese de Materiais; Flotação e Lixiviação de Minérios.

Referências

ARAÚJO, A.C., PERES, A.E.C., "Froth Flotation: Relevant Facts and the Brazilian Case", Série Tecnologia Mineral, CETEM/CNPq, v.70, p.1-38, 1995.

MONTE, M.B.M., “Propriedades de Superfície do Ouro e da Pirita e sua Separação por Flotação” Tese de Doutorado, COPPE/UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1998.

LINS, F.F., Concentração Gravítica. In: Tratamento de Minérios. DA LUZ, A.; ALMEIDA, S.L. e POSSA, M.V. (eds.). 676p. 2ª edição, 1998.

CABRI, L.J., NEWVILLE, M., GORDON, R.A., CROZIER, E.D., SUTTON, S.R., MCMAHON, G., De-TONG JIANG., “Chemical speciation of gold in arsenopyrite”. The Canadian Mineralogist; v.38, p. 1265-1281, 2000.

GLEMBOTSKI, V. A.; KLASSEN, V. I.; PLASKIN, I. N., “Flotation”, New York, Primary Sources, 633 p, 1972.

SIMON, G., HUANG, H., PENNER-HAHN, J.E., KESLER, S.E., KAO, L.-S. “Oxidation state of gold and arsenic in gold-bearing arsenian pyrite”. American Mineralogist; v.84, p. 1071-1079, 1999.

Downloads

Publicado

20/04/2016

Como Citar

Nascimento, M. R. (2016). DESEMPENHO DE COLETORES E ESPUMANTES NA FLOTAÇÃO DIRETA DE MINÉRIOS AURÍFEROS SULFETADOS. HOLOS, 2, 101–109. https://doi.org/10.15628/holos.2016.3633

Edição

Seção

ARTIGOS