O MERCADO DE LIVROS DIGITAIS NA ERA DA INFORMAÇÃO: PERSPECTIVAS EDITORIAIS

Higor Luiz Ferreira, Yara Fonseca Oliveira e Silva

Resumo


O seguinte trabalho tem o objetivo estudar os livros digitais e seu processo de consolidação no mercado, no contexto da Era da Informação, e investigar a validade dos novos hábitos de leitura que vem se destacando no mercado editorial, que cada vez mais apresenta alternativas mais específicas de formatos para o seu produto: o livro. Além da revisão bibliográfica, foi realizada uma pesquisa de campo com doze editoras de todo o território nacional, no período de julho a setembro de 2017. Um questionário foi elaborado para constituir a pesquisa que se caracteriza do tipo qualitativa com uso de dados quantitativos. Os dados coletados foram analisados de forma a relacionar o contexto da Era da Informação com os livros digitais. A partir da análise, constatou-se que, apesar das dificuldades, a maior parte das editoras esforça-se para aumentar a quantidade de livros que são oferecidos no formato digital.


Palavras-chave


Livros Digitais; Mercado Editorial; Era da Informação

Texto completo:

PDF

Referências


Albuquerque, Marriett. Almeida, Filipe. Guedes, Fabrícia. Nicolau, Marcos. (2013). O livro digital e as novas necessidades de produção e leitura. Revista Temática, ano IX, número 11. João Pessoa (PB): Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Associação Nacional de Livrarias – ANL. (2013). As conquistas e ações desenvolvidas pela ANL: um ano que a ANL se impôs no mercado e defendeu a participação do livreiro na cadeira do livro e da leitura no Brasil. Revista ANL, ano 13, edição 51. São Paulo (SP).

Associação Nacional de Livrarias – ANL. (2014). Preço Fixo: mitos e fatos – reconhecendo o papel social da livraria como difusora do conhecimento e sua importância na democratização do livro e da leitura. Revista ANL, ano 14, edição 58. São Paulo (SP).

Castells, Manuel. (1999). A Sociedade em Rede. (1ª edição). São Paulo (SP): Editora Paz e Terra.

Chiavenato, Idalberto. (2009). História da Administração: entendendo a Administração e sua poderosa influência no mundo moderno. (1ª edição). São Paulo (SP): Editora Saraiva.

Chiavenato, Idalberto. (2014). Introdução à Teoria Geral da Administração. (9ª edição). Barueri (SP): Editora Manole.

Doxsey, J. R., De Riz, J. (2003). Metodologia da Pesquisa Científica. ESAB – Escola Superior Aberta do Brasil. Apostila.

Durão, Paulo. Pereira, Monike Fernandes. (2011). As mudanças do mercado editorial com a presença da mídia digital. Revista Científica Digital Videre Futura, ano 01, volume 02. São Paulo (SP): Faculdades Integradas Rio Branco.

Figueiredo, Andressa Balbi. (2005). O Livro na Era Digital: O Impacto das Novas Tecnologias no Mercado Editorial Brasileiro. Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro (RJ): Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Franco, Francielle. Oliveira, Danusa Almeida. (2015). O Mercado Editorial Brasileiro quanto a Produção e Comercialização de Livros Aplicativos Infantis. Anais 10º Encontro Nacional de História da Mídia. Porto Alegre (RS): Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Gerhardt, Tatiana Engel. Silveira, Denise Tolfo. (2009). Métodos de Pesquisa. (1ª edição). Porto Alegre (RS): Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Hair, J. F., Babin, B., Money, A. H., Samuel, P. (2005). Fundamentos e Métodos de Pesquisa em Administração. Porto Alegre (RS): Editora Bookman.

Lós, Dayvid Evandro da Silva. Lós, Djalma Rodolfo da Silva. Silva, Adriana Freire. (2011). Web 2.0 e Pesquisa: um estudo do Google Docs em Métodos Quantitativos. Revista Renole de Novas Tecnologias para a Educação. Maceió (AL): Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL) – Campus I.

Martinez, Maria Laura. (2014). Livro Digital: Continuidades e Rupturas de um Mercado em Transformação. XIX Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sudeste da INTERCOM – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 1 – 15.

Martins, Robson Dias. (2016). Obstáculos para Expansão do uso dos e-books na Sociedade Brasileira. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação – RDBCI, volume 14, número 02, 279 – 297.

Medeiros, Juliana. Nogami, Vitor Koki Costa. Vieira, Francisco Giovanni David. (2014). A Construção do Mercado Editorial Eletrônico no Brasil por meio das Práticas de Marketing. Revista de Administração da Mackenzie, volume 15, número 01, 152 – 173.

Nicolau, Marcos. Virginio, Rennam. (2012). Livro Digital: Percalços e Artimanhas de um Mercado em Reconfiguração. XIV Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste da INTERCOM – Sociedade Brasileiro de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 1 – 12.

Queiroz, Luis Ricardo Silva. (2006). Pesquisas Quantitativa e Qualitativa: perspectivas para o campo da etnomusicologia. Revista Claves, volume 02, 87 – 98.

Reimão, Sandra. (2011). Tendências do Mercado de Livros no Brasil: um panorama e os Best-sellers de ficção nacional (2000 – 2009). Revista Matrizes da Universidade de São Paulo (USP), ano 05, número 01, 194 – 210.

Rosa, José Antônio. (2008). Análise do Livro como Produto e como Negócio no Contexto Brasileiro Atual: referências para a estratégia de marketing e comunicação na indústria editorial e para decisões de fomento e difusão do livro, no âmbito governamental e institucional. Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Escola de Comunicação e Artes. São Paulo (SP): Universidade de São Paulo (USP).

Santos, Valdeci. (2012). O que é como fazer Revisão de Literatura na Pesquisa Teológica. Revista Fides Reformata, volume 17, número 01, 89 – 104.

Sendov, Blagovest. (1994). Entrando na Era da Informação. Revista Estudos Avançados, 8 (20), 27 – 32.




DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2018.6832



 

HOLOS IN THE WORLD