APROVEITAMENTO AGROINDUSTRIAL DE RESÍDUOS PROVENIENTES DO ABACAXI 'PÉROLA' MINIMAMENTE PROCESSADO

Autores

  • Paula Carvalho Lima Universidade Federal de Viçosa
  • Bianca Sarzi Souza Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais, campus Muzambinho
  • Amanda Tristão Santini Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais, campus Muzambinho
  • Daniela Costa de Oliveira Universidade Federal de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2017.5238

Palavras-chave:

Ananas comosus L. Merril, resíduo vegetal, alimentação humana, análise sensorial.

Resumo

Um dos principais obstáculos no desenvolvimento da indústria de processamento mínimo de frutas e hortaliças é o fato de que gerarem grande quantidade de resíduos orgânicos, os quais muitas vezes, não possuem um destino específico, tornando-se contaminantes ambientais. Sendo assim, o objetivo deste é estudar alternativas para o aproveitamento das cascas de abacaxis ‘Pérola’ minimamente processados. Do resíduo da casca foram elaboradas duas receitas de doces, enquanto que do suco obtido do processamento do resíduo foi elaborado uma geleia. Os produtos elaborados foram avaliados quanto à composição centesimal e sensorialmente, usando escala hedônica de 5 pontos para o parâmetro sabor e aparência. Os resultados mostram que os produtos elaborados a partir da casca apresentaram maior valor nutricional. O teste sensorial indicou que todos os produtos elaborados, obtiveram aceitabilidade por parte dos julgadores, com índices superiores a 80%.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Paula Carvalho Lima, Universidade Federal de Viçosa

Doutoranda em fisiologia vegetal, área pós colheita de produtos hortícolas.

Bianca Sarzi Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais, campus Muzambinho

Professora Pesquisadora.

Amanda Tristão Santini, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais, campus Muzambinho

Estudante de graduação em Ciências Biológicas.

Daniela Costa de Oliveira, Universidade Federal de Lavras

Estudante de graduação em Nutrição.

Referências

AOAC. (2012) Association of Official Analytical Chemistry. Official methods of analysis. (19th ed). Gaithersburg, MD: AOAC International.

Bleinroth, E. W. (1978) Matéria-prima. In: Medina, J. C.; Bleinroth, E. W.; Martin, Z. J.; Souza Junior, A. J., Lara, J. C., Hashizumet, T., Moretti, V. A., Marques, J. F. Abacaxi: da cultura ao processamento e comercialização (69-94). Campinas: ITAL.

Borges, C. D., Chim, J. F., Leitão, A. M., Pereira, E. & Luvielmo, M. M. (2004) Produção de Suco de Abacaxi Obtido a Partir dos Resíduos da Indústria Conserveira. Boletim CEPPA, 22(1), 23-34.

Botelho, L.; Conceição, A. & Carvalho, C.V. (2002) Caracterização de fibras alimentares da casca e cilindro central do abacaxi ‘smooth cayenne’. Ciência e Agrotecnologia, 26(2), 362-367.

Brasil. (1978) Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução nº 12 da Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos - CNNPA, de 24 julho. Recuperado de http://portal.anvisa.gov.br/documents/33916/394219/Resolucao_CNNPA_n_12_de_1978.pdf/4f93730f-65b8-4d3c-a362-eae311de5547

Brasil. (2001) Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução nº 12, de 2 de janeiro de 2001 - Definição de critérios e padrões microbiológicos para alimentos. Recuperado de http://portal.anvisa.gov.br/documents/33880/2568070/RDC_12_2001.pdf/15ffddf6-3767-4527-bfac-740a0400829b

Brasil. (2012) Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução nº 54, de 12 de novembro de 2012 - Regulamento técnico sobre informação nutricional complementar. Brasilia, DF: Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo.

Castro, M. H.C. A. (2002) Fatores determinantes de desperdício de alimentos no Brasil: Diagnóstico da situação. (Monografia de especialização em Gestão de Qualidade em Serviços de Alimentação) Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, CE.

Ceagesp. (2000) Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo. Classificação do abacaxi (Ananas comosus (L.) Merril). Recife: Centro de qualidade em Horticultura, CEAGESP. Folder.

Costa, J. M. C., Felipe, E. M. F., Maia, G. A., Brasil, I. M. & Hernandez, F. F. H. (2007) Comparação dos parâmetros físico-químicos e químicos de pós alimentícios obtidos de resíduos de abacaxi. Revista Ciência Agronômica, 38(2), 228-232.

Crestani, M., Barbieri, R. L., Hawerrothl, F. J., Carvalho, F. I. F. & Oliveira, A. C. (2010) Das Américas para o Mundo - origem, domesticação e dispersão do abacaxizeiro. Ciência Rural, 40(6), 1473-1483.

Damiani, C., Silva, F. A., Rodovalho, E. C., Becker, F. S., Asquieri, E. R., Oliveira, R. A. & Lage, M. E. (2011) Aproveitamento de resíduos vegetais para produção de farofa temperada. Alimentos e Nutrição, 22(4), 657-662.

Dutcosky, S. D. (2007) Análise sensorial de alimentos. (2ª ed.) Curitiba, PR: Champagnat.

Ferreira, D. F. (2011) Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, 35(6), 1039-1042. doi: 10.1590/S1413-70542011000600001

Gonçalves, N. B. & Carvalho, V. D. (2000) Características da fruta. In: GONÇALVES, N. B.(Org.). Abacaxi: pós-colheita (13-27). Brasília, DF: Embrapa Comunicação para Transferência de Tecnologia (Frutas do Brasil, 5).

Gondim, J. A. M., Moura, M. F. V., Dantas, A. S., Medeiros, R. L. S. & Santos, K. M. (2005) Composição centesimal e de minerais em cascas de frutas. Ciência e Tecnologia de Alimentos, 25(4), 825-827. doi: 10.1590/S0101-20612005000400032

Goubart, R. (1979) Tecnologia do doce em pasta. (n. 10-11) Florianópolis, SC: Boletim informativo da SBCTA – Sociedade brasileira de ciência e tecnologia de alimentos.

Kamer, J. H. V. & Ginkel, L. V. (1952) Rapid determition of crude fiber in cereals. Cereal Chemistry, 29(4), 239-251.

Lago, E. S., Gomes, E. & Silva, R. (2006) Produção de geleia de jambolão (Syzygium cumini lamarck): processamento, parâmetros físico – químicos e avaliação sensorial. Ciência e Tecnologia de Alimentos, 26(4), 847-852. doi: 10.1590/S0101-20612006000400021

Meilgaard, M., Civille, G. V. & Carb, B. T. (1999) Sensory evaluation techniques. (3ª ed.) New York: CRC Press.

Miguel, A. C. A., Albertini, S., Begiato, G. F., Dias, J. R. P. S. & Spoto, M. H. F. (2008) Aproveitamento agroindustrial de resíduos sólidos provenientes do melão minimamente processado. Ciência e Tecnologia de Alimentos, 28(3), 733-737. doi: 10.1590/S0101-20612008000300033

Moretti, C. M. & Machado, C. M. M. (2006) Aproveitamento de resíduos sólidos do processamento mínimo de frutas e hortaliças (25-32). Piracicaba, SP: Encontro Nacional sobre processamento mínimo de frutas e hortaliças - USP/ESALQ.

Nepa. (2011) Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação da UNICAMP. Tabela brasileira de composição de alimentos. Campinas, SP: TACO.

Osborne, D. R. & Voogt, P. (1978) The analysis of nutrient in foods. London: Academic Press.

Rogério, M. C. P., Borges, I., Neiva, J. N. M., Rodriguez, N. M., Pimentel, J. C. M., Martins, G. A., Ribeiro, T. P., Costa, J. B., Santos, S.F. & Carvalho, F. C. (2007) Valor nutritivo do resíduo da indústria processadora de abacaxi (Ananas comosus L.) em dietas para ovinos. 1. Consumo, digestibilidade parente e balanços energético e nitrogenado. Arquivos Brasileiros de Medicina Veterinária e Zootecnia, 59(3), 773-781. doi: 10.1590/S0102-09352007000300032

Santana, A. F. & Oliveira, L. F. (2005) Aproveitamento da casca de melancia (Curcubita citrullus, shrad) na produção Artesanal de doces alternativos. Alimentos e Nutrição, 16(4), 363-368.

Santos, A. R. R., Ciabotti, S., Pereira, J. M. A., Gonçalves, C. A. A. & Campagnol, P. C. B. (2010) Avaliação da composição centesimal de casca de abacaxi (1-4). III Seminário de Iniciação Científica e Inovação Tecnológica. Recuperado de http://www.iftm.edu.br/proreitorias/pesquisa/3o_seminario/trabalhos/ali_avaliacao_da_composicaoo_centesimal.pdf

Sarzi, B., Durigan, J. F. & Rossi Junior, O. D. (2002) Temperatura e tipo de preparo na conservação de produto minimamente processado de abacaxi ‘Pérola’. Revista Brasileira de Fruticultura, 24(2), 376-380. doi: 10.1590/S0100-29452002000200020

Sato, A. C. K. & Cunha, R. L. (2005) Avaliação da cor, textura e transferência de massa durante o processamento de goiabas em calda. Brazilian Journal Food Technology, 8(2), 149-156.

Silva, N., Junqueira, V. C. A. & Silveira, N. F. A. (2007) Manual de métodos de análise microbiológica de alimentos. (3ª ed.) São Paulo, SP: Livraria Varela.

Souza, P. D. J., Novello, D., Almeida, J. M. & Quintiliano, D. A. (2007) Análise sensorial e nutricional de torta salgada elaborada através do aproveitamento alternativo de talos e cascas de hortaliças. Alimentos e Nutrição, 18(1), 55-60.

Teixeira, E., Meinert, E. & Barbetta, P. A. (1987) Análise sensorial de alimentos. Florianópolis, SC: Editora UFSC.

Waughon, T. G. M. & Pena, R. S. (2006) Estudo da secagem da fibra residual do abacaxi. Alimentos e Nutrição, 17(4), 373-379.

Downloads

Publicado

2017-08-29

Como Citar

Lima, P. C., Souza, B. S., Santini, A. T., & Oliveira, D. C. de. (2017). APROVEITAMENTO AGROINDUSTRIAL DE RESÍDUOS PROVENIENTES DO ABACAXI ’PÉROLA’ MINIMAMENTE PROCESSADO. HOLOS, 2, 122–136. https://doi.org/10.15628/holos.2017.5238

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)