AVALIAÇÃO DOS CONSÓRCIOS INTERMUNICIPAIS DE SAÚDE DA ZONA DA MATA MINEIRA: UMA ANÁLISE SOB A ÓTICA DOS GESTORES DE SAÚDE

Autores

  • Bruna Rodrigues Freitas Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais
  • Adriel Rodrigues de Oliveira Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2015.2701

Palavras-chave:

Política Pública, Saúde, Consórcio

Resumo

O pacto federativo estabelecido na Constituição Federal fixa que as três esferas do Estado são responsáveis pela prestação do serviço público, por meio da implementação das políticas setoriais. Cada nível do Estado (União, estados e municípios) tem responsabilidades próprias e a atuação deve se dar de forma harmônica, para que se possa conseguir maior eficiência e eficácia no uso dos recursos públicos. A prestação de serviço de saúde eficiente à população é um desafio enfrentado por todos os envolvidos com a área. Os municípios encontram dificuldades advindas da limitação de recursos financeiros, de limitadas capacidades técnicas, de problemas administrativos, dentre outros. Uma das formas das pequenas cidades lidar racionalmente com os problemas apontados acima tem sido por meio das associações dos municípios para implementação de políticas públicas. Iniciativa esta já prevista na legislação e na própria Constituição por meio dos assim chamados consórcios intermunicipais. Os consórcios intermunicipais de saúde funcionam como instrumentos de cooperação entre municípios visando proporcionar a ambos os que individualmente teriam menos possibilidade de realizar. Esta pesquisa buscou relatar a avaliação dos secretários municipais de saúde da Zona da Mata Mineira quanto ao consórcio em que está associado.O objetivo dos consórcios intermunicipais de saúde é fazer com que os municípios desempenham com maior eficiência e eficácia os serviços vitais à sua população, tendo como pressuposto os princípios do SUS.  Desta forma, este trabalho poderá contribuir para o aperfeiçoamento da implementação das políticas de saúde, por meio da gestão mais racional dos recursos na associação de municípios em consórcios locais de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ABRÚCIO, F. L. e COSTA, V. M. F. Reforma do estado e o Contexto Federativo Brasileiro. São Paulo, Konrad-Adenauer-Stiftung, 1999 (Pesquisas, 12)

AMARAL, S.M.S do;BLATT,C.R. Municipal consortia for medicine procurement: impact on the stock-out and budget. Revista de saúde pública. V 3,n.45.p.799-801,2011.

ARAÚJO, F.D.de; MAGALHÃES, G.A. Convênios e Consórcios como espécies contratuais e a lei n? 11.107/2005. Belo Horizonte: Fórum, 2008. 500 p.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Tradução Luiz Antero Reto e Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições 70, 1979.

BARROS, P.M.de. Consórcio Intermunicipal: Ferramenta para o desenvolvimento regional. São Paulo: Ômega, 1995. 133 p.

BRAGA, R. Q.; RIBEIRO, H. A.. Administração de Consórcios Intermunicipais de Saúde. Revista Brasileira de Gestão e Engenharia, São Gotardo. Número III, Jan-jun 2011. Disponível em:<http://www.periodicos.cesg.edu.br/index.php/gestaoeengenharia>. Acesso em:15 de jul.2014.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Título VIII, Capítulo II, Seção II, Artigos 196 a 200, da Saúde. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 05 out. 1998.

______. 8ª Conferência Nacional de Saúde – relatório final. Brasília:Ministério da Saúde,1986.

______. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). In VadeMecum

Acadêmico de Direito. São Paulo: Ed. Ridell, 2006a.

______. Lei n? 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 20 set.1990.

______. Projeto de lei 3884 de 25 de junho de 2004. Institui normas gerais de contratos para a constituição de consórcios públicos, bem como de contratos de programa para a prestação de serviços públicos por meio de gestão associada e dá outras providência. Disponível em: <http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=407274>. Acesso em: 02 dez. 2014.

CARNEIRO,P.A,S,FONTES,R. Desigualdades na região da Zona da mata mineira. In:FONTES,R.,FONTES,M. (Ed).Crescimento e Desigualdade Regional em Minas Gerais. Viçosa UFV, 2005.,p.389-463.

CEDRO,M. Pesquisa social e fontes orais: particularidades da entrevista como procedimento metodológico qualitativo, 2011. Disponível em: http://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index .php/percsoc/article/viewFile/2341/2193>. Acesso em: 21 setembro 2013.

COLEGIADO DE SECRETÁRIOS EXECUTIVOS DOS CONSÓRCIOS INTERMUNICIPAIS DE SAÚDE DE MINAS GERAIS - COSECS– MG- Os consórcios de Minas Gerais. Disponível em < http://www.cosecsmg.org.br/portal/ >. Acesso em 08 de Jun. 2013.

COUTINHO, F.M.A. Os Consórcios Públicos como Instrumento Potencializador de Políticas Públicas. Disponível em <http://www.anpad.org.br/enanpad/2006/dwn/enanpad2006-apsb-2252.pdf>Acesso em 08 de jun. 2013.

DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella..Direito Administrativo. 17.ed. São Paulo: Atlas, 2006. 823p.

Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro – FIRJAN: Índice de Desenvolvimento Municipal 2013. Disponível em: <http://www.firjan.org.br/data/pages/2C908CE9234D9BDA 01234E532B007D5D.htm>. Acesso em: 08 abr. 2014.

______..Índice de Gestão Fiscal 2013. Disponível em: <http://www.firjan.org.br/data/ pages/2C908CE9234D9BDA01234E532B007D5D.htm>. Acesso em: 08 abr. 2014.

FERNANDES, Luciane Alves; GOMES, José Mário Matsumura. Relatórios de pesquisa nas Ciências Sociais: Características e modalidades de investigação. ConTexto, Porto Alegre, v. 3, n. 4, 1º semestre 2003.

FERRAZ, L. Consórcios Públicos: ensaio sobre a constitucionalidade da Lei n? 11.107/2005. Belo Horizonte: Fórum, 2008. 500p.

FLEURY, S; LOBATO, L.V.C. Participação, Democracia e Saúde. Rio de Janeiro: Cebes, 2009. 288 p.

GIL, A.C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4.ed. São Paulo: Atlas, 2002. 176 p.

LIMA, A.P.G. Os Consórcios Intermunicipais de Saúde e o Sistema Único de Saúde. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.16, n. 4, p.985-996, 2000. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102311X2000000400017&script=sci_arttext>. Acesso em: 31 ago. 2012.

MAIA, L. A.; MARQUES, A.J.S.; PEREIRA, D.V.T.; LIMA, M.S. Os consórcios intermunicipais de saúde como instrumentos para a administração pública: A experiência do Sus-MG. In: CONGRESSO CONSAD DE GESTÃO PÚBLICA, 4., 2011, Brasília. Painel Os consórcios intermuncipais de saúde: um enfoque institucional, jurídico e espacial. Disponível em: <http://www.sgc.goias.gov.br/upload/arquivos/2011-06/painel_52-183_184_185.pdf> Acesso em: 20 ago. 2012.

MELLO, C. A. B. de. Cursos de Direito Administrativo. 19. ed. São Paulo:Malheiros, 2005. 1016p.

MISOCZKY, M.C. Consórcios Intermunicipais de Saúde: O falso dilema entre o público e o privado.In: ENCONTRO DA ANPAD, 12., 1998, Foz do Iguaçu. Anais eletrônicos... Foz do Iguaçu: ANPAD. Disponível em: <http://www.anpad.org.br/ler_pdf.php?cod_edicao_traba lho=3521&cod_evento_edicao=2 > Acesso em: 25 ago. 2012.

MINAS GERAIS,Governo do Estado de Minas Gerais.Mesorregiões e Microrregiões. Belo Horizonte. Disponível em:<http://www.mg.gov.br/governomg/ecp/contents.do?evento=con teudo&idConteudo=69547&chPlc=69547&termos=s&app=governomg&tax=0&taxn=5922>. Acesso em 09 abr.2014.

NEVES, L.A; RIBEIRO, J.M. Consórcios de saúde: estudo de caso exitoso. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 22, n. 10, p. 2207-2217, 2006. Disponível em: <http://dx.doi.org/ 10.1590/S0102-311X2006001000027> Acesso em: 31 de ago. 2012.

OLIVEIRA, G.J. Administração Publica para concursos. Curitiba: IESD,2011.111p.

PAIM J, TRAVASSOS C, ALMEIDA C, BAHIA L, MACINKO J. O sistema de saúde brasileiro: história, avanços e desafios, 2011 377(9779): 1778-97. Disponível em . Acesso em 14/out.2013.

PIRES, M.C.S; NOGUEIRA, J. A. S. C. O federalismo brasileiro e a lógica cooperativa-competitiva. Belo Horizonte: Fórum, 2008.500 p.

PRATES, A.M.Q. Os Consórcios Públicos Municipais no Brasil e a experiência Européia: alguns apontamentos para o desenvolvimento local. In:CONGRESSO CONSAD DE GESTÃO PÚBLICA, 3., 2010, Brasília. Painel Articulação de governos municipais: áreas metropolitanas e consórcios públicos. Disponível em: <http://www.consad.org.br/sites/1500/1504/00001831 .pdf>. Acesso em: 7 de set. 2012.

RAVANELLI, P. Consórcios públicos: os desafios do fortalecimento de mecanismos de cooperação e colaboração entre os entes federados. In: CONGRESSO CONSAD DE GESTÃO PÚBLICA, 3., 2010, Brasília. Painel Articulação federativa na prestação de serviços sociais. Disponível em: <http://www.escoladegoverno.pr.gov.br/arquivos/File/Material_%20CONSAD/paineis_III_congresso_consad/painel_51/consorcios_publicos_os_desafios_do_fortalecimento_de_mecanismos_de_cooperacao_e_colaboracao_entre_os_entes_federados.pdf >. Acesso em: 3 set. 2012.

RIBEIRO, J.M.;COSTA, Nilson do Rosário. Consórcios municipais no SUS,IPEA, Brasília, set.1999,38 p. Texto de Discussão,669. Disponível em http://www.ipea.gob.br.Acessoem : 31 jan.2014.

RIBEIRO, W. A. Cooperação Federativa e a Lei dos Consórcios

Públicos. Brasília Publicações CNM – Confederação Nacional dos Municípios, 2007.

SILVA, Cleber Demetrio Oliveira da. Lei 11.107/05: marco regulatório dos consórcios públicos brasileiros.. Disponível em:http://www.direitonet.com.br/textos/x/13/01/1301/. Acesso em 02 dez. 2014.

MINAS GERAIS. Secretaria do Estado de Saúde. O PDR – Plano Diretor de Regionalização da Saúde de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2011.91p. Disponível em: < http://www.saude.mg. gov.br/ >. Acesso em 08 abr. 2014.

NEVES, Luiz Antonio; RIBEIRO, José Mendes. Consórcios de Saúde: Estudo de Caso Exitoso. Cad. Saúde Pública [online]. 2006, vol.22, n.10, pp. 2207-2217. ISSN0102-311X. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/csp/v22n10/20.pdf.Acesso em: 14 de Julho de 2014.

SOUZA,C.O.Esforço fiscal e alocação de recursos nos municípios da Zona da Mata de Minas Gerais.122p.Dissertação (mestrado). Universidade Federal de Viçosa, 2007.

TEIXEIRA,L;MAC DOWELL,M.C;BUGARIN,M. Consórcios intermunicipais de saúde: Uma abordagem da teoria de contratos.IPEA.Brasília,jul 2002b,18 p. Texto de discussão,894. Disponível em: http://www.ipea.gov.br. Acesso em 18 fev 2014.

UBÁ. Lei nº 3.829, de 22 de dezembro de 2009. Ratifica o Protocolo de Intenções para Constituição do Consórcio Intermunicipal de Saúde de Ubá e Região – SIMSAUDE autoriza o Consorciamento do Município de Ubá, e dá outras providências. Atos Oficiais, Ubá, 28 dez. 2009.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 12 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

Downloads

Publicado

2015-07-24

Como Citar

Freitas, B. R., & Oliveira, A. R. de. (2015). AVALIAÇÃO DOS CONSÓRCIOS INTERMUNICIPAIS DE SAÚDE DA ZONA DA MATA MINEIRA: UMA ANÁLISE SOB A ÓTICA DOS GESTORES DE SAÚDE. HOLOS, 3, 338–353. https://doi.org/10.15628/holos.2015.2701

Edição

Seção

ARTIGOS