FATORES DE RISCO PARA QUEDAS EM IDOSOS HOSPITALIZADOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2016.2668

Palavras-chave:

Síncope, Risco, Idoso, Hospitalização

Resumo

O processo de envelhecer e a população idosa apresentam-se numa crescente, sendo necessário a avaliação e acompanhamento constante desta população e os fatores que influenciam na sua saúde, ocorrência de doenças e fatores adversos. Este estudo objetivou descrever quais os fatores de risco para a queda mais frequentes nos idosos hospitalizados. Para tanto, o estudo fundamentou-se metodologicamente em Mendes, Silveira e Galvão (2008) e Souza, Silva e Carvalho (2010). Tratando-se de uma revisão integrativa, com coleta de dados realizada a partir de fontes secundárias, por meio de levantamento e análise bibliográfica de publicações realizadas entre os anos de 2010 a 2014. Para o levantamento dos artigos foi realizada busca nas bases de dados da Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e Biblioteca Científica Eletrônica On-line (SciELO). Neste sentido, os achados deste estudo apontaram que apesar dos fatores de riscos serem reconhecidos, há ainda lacunas em relação aos estudos sobre a referida temática, pois apenas nove dos trinta trabalhos analisados tratam desta discussão efetivamente, o que comprova, não apenas a necessidade de mais estudos, como uma maior ampliação das ações desenvolvidas para saúde dos idosos. Conclui-se que as quedas em idosos hospitalizados ocorrem devido à falta de medidas preventivas que podem ser implementadas pelas instituições, assim como, os órgãos competentes devem intensificar os programas voltados para a população idosa em geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

João Victor Batista Cabral, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Graduado em Enfermagem (2013); Especialista em UTI Geral com Ênfase em Gestão de UTI (2015). Professor Substituto do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Pernambuco - Centro Acadêmico de Vitória - UFPE/CAV; Professor dos Departamentos de Enfermagem e Fisioterapia das Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão - FAINTVISA, onde também Coordena o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Enfermagem em Terapia Intensiva; Atua como Docente Convidado de Pós-Graduações no Estado de Pernambuco e tem experiência Docente/Hospitalar nas seguintes áreas: Emergência e Urgência; Saúde da Criança e do Adolescente; Sistematização da Assistência de Enfermagem; UTI Geral e Pediátrica e Pós-Operatório de Cirurgia Cardíaca. 

Cristiane Maria de Souza Silva, Centro Universitário Maurício de Nassau - UNINASSAU - Pernambuco

Enfermeira Graduada pelo Centro Universitário Maurício de Nassau

Deyne Joanna Silva Bispo, Centro Universitário Maurício de Nassau - UNINASSAU - Pernambuco

Enfermeira Graduada pelo Centro Universitário Maurício de Nassau

Elizabeth Maria Silva, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Mestrado em Educação Contemporânea pela Universidade Federal de Pernambuco- CAA (2014). Especialista em Educação de Jovens e Adultos, Globalização e Multiculturalismo- Universidade Federal de Pernambuco (2009). Graduada em Pedagogia pela mesma Universidade (2004) e Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (2010). É Professora da Prefeitura da cidade do Recife. Exerce suas atividades de pesquisa sobre os processos identitários no âmbito das temáticas relativas à diversidade, tais como relações de gênero e étnico-racial. Interessa-se ainda pelas questões de Mídia na Educação, Feminismo e Imprensa Pedagógica.

Referências

BRASIL, MINISTÉRIO DA SAÚDE. Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa. 1 ed. Governo Federal, Brasília-DF, 2010. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/caderneta_saude_pessoa_idosa.pdf>. Acesso em: 10 de Dezembro de 2014.

IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - Síntese de Indicadores Sociais, uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira. Governo Federal/Brasília-DF, 2013. Disponível em: <ftp://ftp.ibge.gov.br/Indicadores_Sociais/Sintese_de_Indicadores_Sociais_2013/SIS_2013.pdf>. Acesso em: 06 de Dezembro de 2014.

BATISTA, N.C., CRISPIM, N.F. As Interferências das Relações Familiares no Processo do Envelhecer. Revista Kairos Gerontologia, v.15, n.5, p.169-189, Jun.2012.

CAMPOLINA, A.G., ADAMI, F., SANTOS, J.L.F., LEBRÃO, M.L.A. Transição de saúde e as mudanças na expectativa de vida saudável da população idosa: Possíveis impactos da prevenção de Doença crônicas. Cadernos de Saúde Pública, v.29, n.6, p.1217-1229, Jun.2013.

PROCHET, C.T., SILVA, M.J.P., FERREIRA, D.M., EVANGELISTA, V.C. Afetividade no processo de cuidado do idoso na compreensão da enfermeira. Revista Escola Enfermagem-USP, v.46, n.1, p.96-102, 2012.

ABREU, C., MENDES, A., MONTEIRO, J., SANTOS, F.R. Queda em meio hospitalar: um estudo longitudinal. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v.20, n.3, p.1-7, Maio-Jun.2012.

ALMEIDA, S.T., SOLDERA, C.L.C., CARLI, G.A., GOMES, I., RESENDE, T.L. Análise de fatores extrínsecos e intrínsecos que predispõe a queda em idosos, Rev. Assoc. Med. Bras. v.58, n.4, p.427-433, Jul-Ago.2012.

ALMEIDA, R.A.R., ABREU, C.C.F., MENDES, A.M.O.C. Queda em doentes hospitalizados: contributos para prática baseada na prevenção. Revista de Enfermagem Referência, v.2, n.3, p. 2163-2172, 2010.

GOMES, E.C.C., MARQUES, A.P.O., LEAL, M.C.C., BARROS, B.P. Fatores associados ao risco de quedas em idosos institucionalizados: Uma revisão integrativa. Ciência & Saúde Coletiva, v.19, n.8, p.3543-3551, 2014.

MENDES, K.D.S., SILVEIRA, R.C.C.P., GALVÃO, C.M. Revisão integrativa: métodos de pesquisa para incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & contexto Enfermagem, v.17, n.4, p.758-64, 2008.

SOUZA, M.T., SILVA, M.D., CARVALHO, R. Revisão integrativa: O que é e como fazer? Einstein, v.80, n.1, p.102-6, 2010.

MALLMANN D.G., HAMMERCHMIDT, K.S.A., SANTOS, S.S.C. Instrumento de avaliação de quedas para idosos (IAQI): enfermeiro analisando vulnerabilidade e fragilidade. Rev. Bras. Geriatria e Gerontologia, v.15, n.3, p.517-527, 2012.

RODRIGUES, C.L., FERNANDES, A., ARMOND, J.E., GORIOS, C. Fatores associados a quedas em idosos atendidos em um hospital da região do sul da cidade de São Paulo. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, v.11, n.36, p.14-19, Abr-Jun, 2013.

FERREIRA, L.L., SANCHES, A.G., MARCINDES, L.P., SAAD, P.C.B. Risco de queda em idosos com doença de Alzheimer institucionalizados. Revista Fisioterapia & Saúde Funcional, v.12, n.3, p.379-385, 2013.

ALMEIDA, L.P., BRITES, M.F., TAKAZAWA, M.G.M.H. Quedas em idosos: fatores de risco, RBCEH. v.8, n.3, p.384-391, Set-Dez. 2011.

LUZIA, M.F., VICTOR, M.A.G., LUCENA, A.F. Diagnóstico de enfermagem risco de quedas: prevalência e perfil clínico de paciente hospitalizados. Revista Latino-Americana Enfermagem, v.22, n.2, p.262-8, Mar-Abr. 2014.

QUEIROZ, L., LIRA, S., SASAKI, A. Identificação do risco de quedas pela avaliação da mobilidade funcional em idosos hospitalizados. Revista Baiana de Saúde Pública, v.33, n.4 p.534-543, Out-Dez, 2010.

COSTA, S.G.R.F., MONTEIRO, D.R., HEMESATH, M.P., ALMEIDA, M.A. Caracterização das quedas do leito sofrida por pacientes internados em um hospital universitário. Revista Gaúcha de Enfermagem, v.32, n.4, p.676-81, Dez, 2011.

JUNIOR-CÉSAR, A.B., FOLCHINI, A.B., RUEDIGER, R. R. Estudos comparativos entre o trauma em idosos e não idosos atendidos em um Hospital Universitário de Curitiba. Rev. Col. Bras. Cir., v.40, n.4, p.281-286, 2013.

MENEZES, R.L., BACHION, M.M., Ocorrências de quedas e seu contexto num seguimento de dois anos em idosos institucionalizados. Revista Eletrônica de Enfermagem, v.14, n.3, p.550-8, Jul-Set.2012.

RINALDI, F.C., CAMPOS, M.EC., LIMA, S.S., SODRÉ, F.S.S. O papel da enfermagem e sua contribuição para a promoção do envelhecimento saudável e ativo. Revista Eletrônica Gestão & Saúde, V.4, n.2, p.454-66.2013.

STHAL, H.C., BERTI, H.W., PALLHARES, V.C. Grau de dependência de idosos hospitalizados para realização das atividades básicas da vida diária. Texto & Contexto Enfermagem, v.20, n.1, p.59-67, Jan-Mar.2011.

Brasil. Ministério da Saúde. Documento de referência para o Programa Nacional de Segurança do Paciente. 1. ed. Fundação Oswaldo Cruz; Agência Nacional de Vigilância Sanitária. – Brasília-DF, 2014. 40p.

Disponível em: <http://www.rets.org.br/sites/default/files/PPT_COLETIVA_SEGURANCA_PACIENTE_FINAL.pdf>. Acesso em: 09 de Dezembro de 2014.

Referências da amostra não incusas no texto

SALES, M.V.C., SILVA, T.J.A., GIL-JÚNIOR, L.A., JACOB-FILHO, W. Efeitos adversos da internação hospitalar para o idoso. Geriatria & Gerontologia, v.4, n.4, p.238-46. 2010

CHIANCA, T.C.M., ANDRADE, C.R., ALBUQUERQUE, J., WENCESLAU, L.C.C., TADEU, L.F.R., MACIEIRA, T.G.R., ERCOLE, F.F. Prevalência de quedas em idosos cadastrados em um Centro de Saúde de Belo Horizonte-MG. Revista Brasileira de Enfermagem, v.66, n.2, p.234-40. Mar-Abr. 2013.

Downloads

Publicado

23/06/2016

Como Citar

Cabral, J. V. B., Silva, C. M. de S., Silva Bispo, D. J., & Silva, E. M. (2016). FATORES DE RISCO PARA QUEDAS EM IDOSOS HOSPITALIZADOS. HOLOS, 3, 328–337. https://doi.org/10.15628/holos.2016.2668

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)