TEORIA DO PORTFÓLIO: UM ESTUDO SOBRE OS FATORES QUE INFLUENCIAM A ESCOLHA DO PERFIL DE INVESTIMENTO DA FASERN

Autores

  • Thiago Damasceno FGV
  • Anderson Luiz Rezende Mol UFRN
  • Lucia de Fatima Lucio Gomes Costa IFRN

DOI:

https://doi.org/10.15628/holos.2015.2259

Palavras-chave:

Entidade Fechada de Previdência Complementar, Perfis de Risco, Metas de Investimentos, Análise de Cluster, Análise de Discriminante.

Resumo

Este trabalho tem como objetivo principal avaliar os fatores que influenciam a escolha do perfil de investimento dos participantes ativos da FASERN. Este estudo apresenta os fundamentos de risco e retorno, as preferências em relação ao risco, os perfis de risco e alguns dos seus desdobramentos. Esses conceitos devem ser conhecidos previamente para que deem suporte às decisões adequadas no momento de se fazer um investimento. A pesquisa pode ser considerada como descritivo-exploratória. Ela se propõe a descrever o comportamento da amostra quanto ao desempenho das variáveis, para tanto foi realizado um survey, por meio do uso de medidas de posição, como média, distribuições de frequência e gráficos e pelas análises de cluster e discriminante. Ao final da modelagem é possível identificar que apenas 4 variáveis foram significantes para discriminar os grupos ou explicá-los, são elas: área de atuação na empresa; formação acadêmica; grau de escolaridade e faixa etária que os avaliam em relação ao grau de conhecimento do mercado financeiro e a variável dependente “perfil de investimento”. Também, define a que grupo pertence cada participante de acordo com o seu perfil de risco (conservador, moderado e agressivo).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Anderson Luiz Rezende Mol, UFRN

Professor Doutor em Administração da UFRN.

Lucia de Fatima Lucio Gomes Costa, IFRN

Professora Doutora em Administração do IFRN.

Referências

ABRAPP. Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Privada. Disponível em: <http://www.abrapp.org.br>. Acesso em: 01 dez. 2013.

ASSAF NETO, Alexandre. Finanças corporativas e valor. São Paulo: Atlas, 2003.

BRIGHAM, Eugene F.; GAPENSKI, Louis C.; EHRHARDT, Michael C. Administração Financeira: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2001.

CONSELHO MONETÁRIO NACIONAL. Resolução n. 3.846, de 25 de março de 2010. Sessão realizada em 25 de março de 2010, tendo em vista o disposto no art. 9o, § 1o, da Lei Complementar no 109, de 29 de maio de 2001.

FUNDAÇÃO COSERN PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR. Regulamento do Plano Misto de Benefícios Previdenciários Nº 001, aprovado pela Portaria Nº 3.052, com vigência a partir de 29/10/2009. Art. 9º, do capítulo III, do Regulamento do Plano CD (Contribuição Definida).

GITMAN, Lawrence Jeffrey. Princípios de Administração Financeira. São Paulo: Pearson Addison Wesley, 2001.

HAIR, JR. J. F. et al. Análise multivariada de dados. Porto Alegre: Bookman, 2005

MALHOTRA, N.K. Pesquisa de Marketing. Uma orientação aplicada. Trad. Nivaldo M. Jr. e Alfredo A. de Farias. 3. ed. – Porto Alegre: Bookman, 2001

MARKOWITZ, Harry M. Portfolio selection: efficient diversification of investments. John Wiley & Sons, Inc., New York Chapman & Hall, Limited, London, 1959.

MORNINGSTAR. Metas de investimento conforme faixa etária. Disponível em: <http://www.morningstar.com>. Acesso em: 03 out. 2012.

ROSS, Stephen; WESTERFIELD, Randolph W.; JAFFE, Jeffrey F. Administração Financeira. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

SPC. Secretaria de Previdência Complementar. Disponível em: <http://www.previdencia.gov.br/spc.php>. Acesso em: 16 out. 2012.

Downloads

Publicado

11/12/2015

Como Citar

Damasceno, T., Mol, A. L. R., & Costa, L. de F. L. G. (2015). TEORIA DO PORTFÓLIO: UM ESTUDO SOBRE OS FATORES QUE INFLUENCIAM A ESCOLHA DO PERFIL DE INVESTIMENTO DA FASERN. HOLOS, 6, 368–389. https://doi.org/10.15628/holos.2015.2259

Edição

Seção

ARTIGOS